Decorreu esta quinta-feira o sorteio integral da fase de grupos da edição de 2020/21 da Liga dos Campeões e há muito por onde declinar o pensamento e o juízo crítico. No caminho do FC Porto, único representante português na prova, ficaram Manchester City, Olympiakos e Marselha. Mas há muito mais para contar, desde logo o reencontro entre Messi e Ronaldo.

MANCHESTER CITY, OLYMPIAKOS E MARSELHA NO CAMINHO DO “DRAGÃO”

Quis o destino que, do pote 2, fosse um dos principais candidatos a chegar longe nesta edição da Liga dos Campeões a ficar no caminho do campeão nacional.

O Manchester City, de Pep Guardiola, e que conta com os portugueses Bernardo Silva, João Cancelo e Rúben Dias nas suas fileiras, será, ao que tudo indica, o adversário mais complicado de superar pela equipa de Sérgio Conceição.

Já do pote 3, o sorteio foi ligeiramente mais simpático, ainda que o Olympiakos, treinado pelo português Pedro Martins (além de ter Rúben Semedo e José Sá nas suas fileiras), já tenha provado toda a sua qualidade nos grandes palcos do futebol europeu e seja um adversário a ter em conta, sobretudo pela sua valia coletiva.

Por fim, no pote 4 saiu na rifa os franceses do Marselha, curiosamente treinados por André Villas-Boas, antigo treinador do FC Porto e confesso adepto portista, que até confessou um misto de alegria e tristeza por defrontar a sua equipa de coração na fase de grupos da Liga dos Campeões.

RONALDO E MESSI EM CONFRONTO NO GRUPO G

Entre o lote de candidatos a figurar numa hipotética final europeia, Barcelona e Juventus ficaram lado a lado no Grupo G, onde terão enorme dose de favoritismo perante a concorrência que Dínamo Kiev e Ferencváros deverão oferecer.

SORTES DISTINTAS PARA OS PORTUGUESES

Além do confronto entre os gigantes espanhol e italiano, uma das grandes atrações será o reencontro entre Cristiano Ronaldo e Lionel Messi, que não se defrontam desde os tempos em que o português defendia a camisola do Real Madrid por terras espanholas.

SORTES DISTINTAS PARA OS PORTUGUESES

Se, no Grupo A, o Atlético Madrid de João Félix reúne de forma clara o favoritismo, a par do campeão europeu em título Bayern Munique, para seguir rumo aos oitavos-de-final (sem deixar de haver curiosidade para perceber o que Lokomotiv Moscovo e, principalmente, RB Salzburg poderão fazer), o que dizer da má sorte de Luís Castro?

No Grupo B, os ucranianos do Shakhtar Donetsk não terão vida fácil sequer para lutar pelo 3.º lugar com o Borussia Mönchengladbach. Isto considerando que Real Madrid e Inter de Milão cumpriram o papel de favoritos e seguirão rumo aos oitavos-de-final.

ANÁLISE DAS EXPECTATIVAS GRUPO A GRUPO

GRUPO A (Atlético Madrid, Bayern Munique, Lokomotiv Moscovo e RB Salzburgo). Alemães e espanhóis, por esta ordem, com expectativas de caminho livre para os “oitavos”. Tenho muita curiosidade, claro está, para ver os confrontos entre Atlético e Bayern, mas também a forma como o ofensivo Salzburg se irá bater contra os dois “tubarões”.

GRUPO B (Real Madrid, Inter, M’Gladbach e Shakhtar). Pela qualidade à disposição de Zidane e Conte, espanhóis e italianos não deverão ter problemas para lutar entre si pelas duas primeiras posições, devendo ficar a disputa do 3.º lugar entre alemães e ucranianos – com grande equilíbrio esperado nos dois jogos.

GRUPO C (FC Porto, Manchester City, Olympiakos e Marselha). Desde logo destaque para a presença de três treinadores portugueses (Sérgio Conceição, Pedro Martins e Villas-Boas) no mesmo grupo. Os “dragões” não deverão ter vida fácil com a turma de Pep, mas têm condições para lutar pelo apuramento com gregos e franceses, que poderão surpreender.

GRUPO D (Liverpool, Ajax, Atalanta e Midtjylland). Pelo nível apresentado nas últimas épocas, os “reds” não deverão ter dificuldade para vencer o grupo, mas será interessante perceber quem, entre Ajax e Atalanta, levará vantagem para o 2.º lugar – na antecâmara, creio que serão os italianos. Vida complicado para o campeão dinamarquês, num grupo onde se esperam muitos golos, dado o caráter ofensivo das equipas.

ANÁLISE DAS EXPECTATIVAS GRUPO A GRUPO

GRUPO E (Sevilla, Chelsea, Krasnodar e Rennes). Pelo investimento feito neste defeso, os “blues” serão os favoritos a ganhar o grupo, mas muita atenção para o que o Sevilla de Lopetegui poderá fazer. Russos e franceses deverão lutar pelo 3.º lugar, ainda que este seja um grupo onde considero haver uma boa dose de potencial para haver surpresas.

GRUPO F (Lazio, Borussia Dortmund, Club Brugge e Zenit). Em teoria, os alemães de Lucien Favre estão na “pole position” para terminar em 1.º e carimbar a qualificação sem problemas. Muita curiosidade para ver o que fará a Lazio neste regresso à elite europeia, com russos e belgas a lutar, previsivelmente, pelo 3.º posto.

GRUPO G (Barcelona, Juventus, Dínamo Kiev e Ferencváros). É impossível falar de “culés” e “Vecchia Signora” sem lembrar o duelo entre Messi e Ronaldo, além do reencontro de Pjanic e Arthur com as suas antigas equipas. Enorme dose de favoritismo para os dois “tubarões”, com os ucranianos de Mircea Lucescu a deter alguma vantagem teórica para terminar à frente dos húngaros, que regressam à “Champions” 25 anos depois.

GRUPO H (Paris Saint-Germain, Manchester United, RB Leipzig e Basaksehir). Caso para dizer “last but not least”. Este é o que se aproximará mais do designado grupo da morte, com apenas duas vagas para três favoritos (franceses, ingleses e alemães). Não menos válido será referir que a fava, essa, saiu ao inédito campeão turco, que deverá sofrer para somar pontos neste grupo.

Na Betano, no topo da lista de favoritos a vencer a “Orelhuda” em 2020/21 está o campeão Bayern Munique, com odds de 5.00, ficando o top-3 completo com Manchester City (5.50) e Liverpool (6.00).

 

Gostaste do nosso conteúdo?
Então regista-te no nosso canal do Youtube e assiste aos nosso Podcasts de Apostas. Entra nas nossas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter. Ainda tens o nosso Chat no Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Casas de Apostas
Solverde Apostas

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de até um máximo de 100 euros.

Luckia

Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.

Nossa Aposta

Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.

Betclic

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.

Bet.pt

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.

Betway

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 100% até um máximo de 100 euros.

ESC Online

Freebet de 10€ mais 100% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 250 de bónus.

Betano

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.

Ultimos Artigos