Concluído que ficou o quadro relativo aos oitavos-de-final na última semana, a Liga Europa terá agora a sua reta final exclusivamente em território alemão. Sob o novo formato de eliminatórias decididas num só jogo, os quartos-de-final arrancam já nesta segunda-feira e ficam completos no dia seguinte, numa caminhada que se conclui no dia 21.

FAVORITOS CUMPRIRAM NA RETOMA

Nas duas eliminatórias relativas aos oitavos-de-final que já foram disputadas sob o novo formato definido pela UEFA para a retoma e conclusão das competições europeias (a uma só mão), o Inter levou a melhor diante do Getafe (2-0) e o Sevilla cumpriu, de forma exímia, as expectativas de superioridade ao eliminar com uma exibição categórica a AS Roma (2-0), de Paulo Fonseca (que, ao que parece, terá ficado com o lugar ameaçado).

No restante quadro dos “oitavos”, a vantagem trazida da primeira-mão por todas as equipas foi confirmada nos segundos jogos, exceção feita à reviravolta alcançada (de 0-1 para 3-1 no agregado) pelos dinamarqueses do FC Copenhaga diante dos turcos do Istambul Basaksehir.

De resto, o Shakhtar voltou a ganhar e a convencer diante do Wolfsburg (3-0), depois da vitória, por 1-2, na Alemanha. O Manchester United ficou longe de deslumbrar, mas venceu pela segunda vez o LASK Linz (2-1), perfazendo vitória de 7-1 no agregado das duas mãos.

O Bayer Leverkusen venceu pela margem mínima o Rangers (1-0), depois de ter conseguido sair de Glasgow com uma vantagem de dois golos, ao passo que o Basileia fez parecido, ao derrotar (1-0) um Eintracht Frankfurt inoperante no conjunto das duas mãos (4-0).

Por fim, destaque para o sucesso de Nuno Espírito Santo diante de outro português, Pedro Martins, treinador do Olympiakos, que viu o Wolverhampton ganhar por 1-0, no Molineux, num jogo bem disputado e onde a exibição de Rui Patrício saltou à vista, tal o número de oportunidades que os gregos criaram para discutir o apuramento.

NES, LUÍS CASTRO E BRUNO FERNANDES SONHAM COM A FINAL

Apesar da eliminação de Pedro Martins (Olympiakos, onde militam vários outros atletas portugueses), Gonçalo Paciência e André Silva (Eintracht Frankfurt), são vários ainda os representantes lusos na segunda maior prova de clubes da UEFA.

O primeiro a entrar em ação, já nesta segunda-feira (20h00), na cidade de Colónia, é Bruno Fernandes, que tentará ajudar o Manchester United (1.27 para vencer o jogo, na Betano) a cumprir o favoritismo diante do FC Copenhaga (13.05), que não terá nada a perder e terá a motivação reforçada pela forma como conseguiu virar a desvantagem que havia trazido da Turquia, na primeira-mão dos oitavos-de-final.

NES, LUÍS CASTRO E BRUNO FERNANDES SONHAM COM A FINAL

Ao mesmo tempo, em Düsseldorf, na Merkur Spiel-Arena, o Inter de Milão (1.57 para se qualificar), de Antonio Conte, medirá forças com os alemães do Bayer Leverkusen (2.40 para seguir em frente e 3.40 para ganhar nos 90’), numa eliminatória que se prevê bastante mais equilibrada e onde ambas as equipas acreditam que podem seguir em frente.

Os italianos são um dos favoritos a chegar à final e vencer o troféu (3.75, apenas superados pelo Manchester United, que cota a 2.50), até porque, se passarem, defrontarão nas meias-finais o Shakhtar ou o Basileia. Pela qualidade que as duas equipas apresentam no ataque, espreito com interesse o mercado de ambas marcam, cotado a 1.62 na ESC Online.

Na terça-feira, fica concluído o quadro dos quartos-de-final, novamente com duas partidas a realizar em simultâneo, às 20h00 de Portugal Continental. O Shakhtar Donetsk, de Luís Castro, defronta o Basileia, em Gelsenkirchen, na Veltins Arena, casa do Schalke 04.

A equipa ucraniana tem praticado um futebol dinâmico e acredita que pode bem vir a ser uma das surpresas nesta edição da Liga Europa.

Terá perante si um Basileia que surpreendeu ao eliminar com grande categoria os alemães do Eintracht Frankfurt e que sonha em chegar às “meias”, numa época onde não conseguiu cumprir os objetivos a nível interno.

Por fim, o confronto entre dois treinadores bem conhecidos do futebol português. Falo, naturalmente, de Nuno Espírito Santo (Wolves) e Julen Lopetegui (Sevilla, ex-FC Porto).

O relvado da Schauinsland-Reisen-Arena, em Duisburgo, testemunhará aquele que promete vir a ser um belo espetáculo de futebol, quer do ponto de vista estético, quer da dinâmica tática com que ambas as equipas se deverão tentar impor uma à outra, até porque, nos bancos de suplentes, estarão dois bons estrategas, bem sucedidos até aqui.

EXPECTATIVA DE UMA FINAL ENTRE MANCHESTER UNITED E INTER

Conhecido o emparelhamento até à decisão do dia 21 de agosto, a final mais provável, neste momento, será entre Manchester United e Inter de Milão. Se eliminarem o Copenhaga, os “red devils” defrontam, nas meias-finais, Wolves ou Sevilla e contarão com o estatuto de favoritos para chegar à final.

No outro lado do diagrama, o Inter terá de se esforçar para passar o Bayer Leverkusen (uma “surpresa”, pelo estatuto de underdog conferido aos alemães, parece-me perfeitamente possível), mas, se chegar às “meias”, estará à distância de um Shakhtar ou de um Basileia para chegar à final.

 

Gostaste do nosso conteúdo?
Então regista-te no nosso canal do Youtube. Entra nas nossas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter. Ainda tens o nosso Chat no Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Casas de Apostas
Solverde Apostas

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de até um máximo de 100 euros.

Luckia

Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.

Nossa Aposta

Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.

Betclic

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.

Bet.pt

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.

Betway

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 100% até um máximo de 100 euros.

ESC Online

Freebet de 10€ mais 100% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 250 de bónus.

Betano

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.