Prognósticos para Apostas Desportivas Online – Aposta Ganha

Liga Portuguesa de Futebol: Obstáculo Final rumo à #Reconquista

Este Domingo, toda a atenção dos adeptos nacionais deverá centrar-se entre a Choupana e Vila do Conde num final de tarde/início de noite que promete ser fértil em emoções fortes.

O FC Porto entra primeiro em cena e está obrigado a vencer para continuar a sonhar com o título, ao passo que o Benfica – que entrará pouco depois do Porto terminar – pretende somar pontos diante do Rio Ave para depender apenas de si próprio na última jornada da Liga.

Dragão entrará em cena diante de aflito Nacional

Numa tarde de Domingo previsivelmente aguardada com grande interesse por portistas e benfiquistas, será a formação orientada por Sérgio Conceição a entrar primeiro em ação, jogando frente ao Nacional no Estádio da Madeira a partir das 17:30 continentais.

A formação que equipa de azul e branco deixou fugir a liderança do Campeonato já numa fase adiantada da competição e não mais a conseguiu recuperar, sendo de destacar o recente empate em Vila do Conde que deixa o Benfica em excelente posição, visto que se pode dar ao luxo de consentir um empate em uma das últimas duas partidas da Liga Portuguesa.

O FC Porto defronta agora um adversário desesperado por pontos com vista a evitar nova despromoção depois de ter regressado à Liga Portuguesa esta temporada. O Nacional soma 28 pontos e está a quatro de sair da zona de descida pelo que só um triunfo no final de tarde de Domingo os poderá manter com vida.

Liga Portuguesa de Futebol: Obstáculo Final rumo à #Reconquista

Assim, estou à espera de uma partida emocionante com ambas as formações a lutarem com todas as suas forças por uma vitória e, realisticamente parece claro que são os Dragões quem tem maior poderio para o poder fazer.

De qualquer modo, a cotação para um triunfo do Porto na Madeira está em somente 1.20 de acordo com a ESC Online, o que poderá levar os apostadores a procurarem por mercados alternativos mais atrativos que possam gerar maiores lucros.

Nesse sentido, e avaliando a extrema necessidade de ambos os conjuntos em vencerem a partida sou levado a crer que os mercados Mais de 2.5 Golos a 1.44 ou Ambas as Equipas Marcam a 2.10 são opções válidas e a ter em conta para este embate que pode dar o mote para um final de dia entusiasmante no futebol português.

Jamor ao virar da esquina

O Futebol Clube do Porto ainda procura o primeiro troféu da temporada – a Super Taça diz respeito à época anterior – e após deixar fugir a Taça da Liga diante do Sporting e ver agora a Liga Portuguesa prestes a fugir-lhe por entre os dedos, os Dragões terão de apontar baterias à Taça de Portugal, caso o falhanço na Liga se confirme.

No dia 25 de Maio, Sporting e FC Porto voltam a lutar por um troféu vários meses após o sucesso leonino nas Grandes Penalidades que lhe permitiu erguer a Taça da Liga pelo segundo ano consecutivo, mas estará a turma de Sérgio Conceição na disposição de potenciar novo sucesso dos leões?

taça portugal

De acordo com a Betano – nova casa de apostas licenciada em Portugal – os Dragões são claramente favoritos a vencer em Tempo Regulamentar a 2.02 face aos atrativos 3.85 atribuídos ao Sporting.

Mas esse é um cenário que ainda vem relativamente distante tendo em conta que a Liga Portuguesa ainda promete duas jornadas de grandes emoções um pouco por todo o país, portanto vamos voltar a retomar o nosso foco na Liga Portuguesa.

Lage perto de ser elevado a herói nacional

Quando o até então desconhecido técnico da equipa B do Benfica, Bruno Lage, assumiu as rédeas da equipa principal para substituir Rui Vitória poucos diriam que ele se poderia manter em funções até final da temporada e a especulação em torno do sucessor de Vitória prolongou-se por várias semanas, concedendo tempo ao jovem técnico português de mostrar serviço e chamar a atenção dos responsáveis encarnados.

Com o leque de opções para suceder a Rui Vitória algo escasso devido a estarmos a meio da temporada, o Benfica decidiu dar um voto de confiança a Bruno Lage até final da temporada e os resultados estão à vista:

o clube encarnado recuperou de sete pontos de desvantagem face ao Porto para assumir a liderança da Liga em grande estilo, nomeadamente com triunfos convincentes na casa dos rivais Porto, Sporting e Sp.Braga.

Para os mais céticos, poderemos igualmente relevar que Lage falhou em todas as restantes competições desperdiçando uma boa oportunidade de ir longe na Liga Europa e cedendo uma derrota em Alvalade que afastou a equipa da Final da Taça de Portugal.

No entanto, há coisas que não podem ser desvalorizadas e uma delas é o crescimento do Benfica como equipa, praticando um futebol mais atrativo e alicerçando o seu modelo de jogo em jovens jogadores da formação como João Félix, Rúben Dias ou Ferro.

Para além disso, e conhecendo a realidade do futebol nacional, é perfeitamente notório que a conquista do Campeonato Nacional se irá sobrepor a todos esses falhanços nas demais competições, visto que é a Liga o troféu mais desejado do nosso futebol.

Vila do Conde será obstáculo de respeito

A deslocação deste Domingo a Vila do Conde parece ser claramente o último ‘real’ obstáculo do Benfica até ao título da Liga NOS.

Não desfazendo a boa campanha do Santa Clara esta época, parece-me pouco provável que os açorianos possam causar uma surpresa na última jornada do Campeonato num Estádio da Luz a fervilhar de emoção perante a possibilidade de vencer a competição.

Assim, e para que tal seja possível na ronda decisiva, o Benfica precisa de somar pelo menos um ponto em Vila do Conde perante um Rio Ave em claro crescendo neste final de temporada.

Desde a chegada de Daniel Ramos ao comando dos vila-condenses, o Rio Ave tem atravessado um período de redefinição tornando-se numa equipa mais organizada do ponto de vista defensivo e com melhores princípios na construção de jogo.

daniel ramos

Mais recentemente, o ingresso de Rúben Semedo veio dar solidez à sua defensiva e os regressos de Bruno Moreira, Nuno Santos e Gelson Dala à titularidade conferiram outro tipo de versatilidade ao setor atacante da equipa que veste de verde e branco.

Para que se tenha uma ideia da evolução desta equipa, o Rio Ave venceu três das últimas quatro partidas na Liga, sendo que o único encontro que não venceu foi diante do FC Porto no tal empate a duas bolas que já mencionei acima.

Mas pode o Rio Ave estragar a festa encarnada este Domingo?

O passado recente diz-nos que Vila do Conde é um campo tradicionalmente difícil para o Benfica, no entanto avaliando os resultados mais recentes dos lisboetas fora de casa é difícil crer que a defensiva da casa tenha argumentos para travar o pendor ofensivo dos visitantes.

Pelo menos é isso que as cotações sugerem com o Benfica claramente favorito a somar os três pontos a 1.20 na Betclic, e o Rio Ave a exorbitantes 11.50.

E seguindo um pouco a linha perspetivada para o duelo entre Nacional e Porto creio que o cenário de uma partida com golos também neste confronto tem bastante força.

lage felix

O Rio Ave jogará sem pressão pois já não irá às competições europeias nem corre risco de ser despromovido enquanto o Benfica não deverá estar interessado em correr o risco de jogar para o empate sob pena de sofrer um balde de água fria perto do final da partida.

Assim, aponto para um encontro interessante com ambas as equipas a procurarem os golos e, provavelmente a consentirem alguns espaços na sua linha mais recuada pelo que os mercados Mais de 2.5 Golos a 1.39 e Ambas Marcam a 1.92 na Bet.pt parecem representar valor.

A caminho dos 100 Golos!

Outro dos interesses deste final de temporada será a caminhada encarnada até aos 100 golos no Campeonato.

Neste momento, a turma de Bruno Lage já leva 96 golos apontados em 32 partidas e, caso mantenha o seu registo mais recente – marcou pelo menos quatro golos nas últimas cinco partidas na Liga – poderá celebrar esse feito já este Domingo em Vila do Conde.

Por outro lado, e mesmo que o duelo frente ao Rio Ave se revele mais duro que o esperado e essa marca não seja prontamente atingida, tudo indica que esse objetivo será alcançado na derradeira partida da Liga na receção a um tranquilo Santa Clara que até poderá contribuir para uma partida animada tentando jogar de igual para igual com o Benfica.

seferovic

Mas é importante perceber de que modo a chegada de Bruno Lage influiu neste exponencial crescimento ofensivo do Benfica.

Quando Rui Vitória abandonou o clube á 15ª Jornada após derrota em Portimão, a turma encarnada registava um total de 31 golos marcados em 15 partidas numa média de cerca de dois golos por jogo.

Desde então, e 17 jornadas volvidas temos o Benfica com mais 65 golos marcados numa extraordinária média de 3,82 golos marcados a cada 90 minutos de jogo.

Trata-se realmente de um registo de que quase não há memória no passado recente e obviamente que temos de reconhecer grande mérito à forma como Lage transformou esta equipa para melhor, especialmente do ponto de vista ofensivo.