Liverpool: Um sonho que tarda em virar realidade

Aposta Ganha / Destaques do Desporto e das Apostas / Liverpool: Um sonho que tarda em virar realidade

O Liverpool continua à procura do regresso aos títulos na Premier League, no entanto, e depois de um excelente arranque de temporada, as coisas estão agora mais complicadas com o Manchester City de Pep Guardiola impiedoso numa excelente senda vitoriosa…

Liverpool: Sem espaço para manobra

Após uma pausa no futebol de clubes para compromissos internacionais de seleções, a Premier League regressa já este fim-de-semana e as equipas que lutam pelo título em Inglaterra não podem sequer hesitar um pouco nessa corrida.

Tanto Liverpool quanto Manchester City tiveram duas semanas de trabalho praticamente insignificantes uma vez que grande parte dos seus jogadores estiveram ao serviço dos seus países, e o regresso à competição pode ser particularmente importante pois é nesta fase pós-seleção que as equipas podem perder algum do foco ou entrosamento que vinham demonstrando nas semanas anteriores à pausa internacional.

O Liverpool é líder da Liga Inglesa com mais dois pontos que os Citizens, no entanto, a formação de Manchester City tem menos uma partida disputada pelo que virtualmente está na liderança da competição, partindo do princípio que continua de onde terminou a sua última partida oficial.

Liverpool: Um sonho que tarda em virar realidade

Basicamente, isso significa que qualquer deslize de parte a parte pode fazer a diferença nesta adiantada fase da competição em que restam oito partidas por disputar (sete no caso do Liverpool).

Mesmo estando na segunda posição, mas com menos um jogo realizado, o Manchester City é apontado como favorito à conquista do título a 1.33 na Betclic.

Esta cotação poderá parecer algo curta, porém temos de a entender pois a formação de Pep Guardiola está numa sequência de seis partidas a vencer na Premier League (11 em todas as competições) e parece decidida a não deslizar mais até final, o que lhe garantiria o título sem precisar de resultados de terceiros.

Já o Liverpool, está cotado em 2.80 apesar de liderar a tabela, e tal deve-se ao facto de precisar que o seu rival perca pontos até final da temporada, pois caso contrário não será possível conquistar o campeonato.

Para além disso, a formação às ordens de Jurgen Klopp já teve uma liderança sólida na liga com vários pontos à maior face aos Citizens, no entanto a equipa cedeu quatro empates nas últimas oito jornadas e permitiu uma rápida aproximação e ultrapassagem por parte do seu rival pelo que agora terá sempre que esperar um deslize alheio para chegar ao título.

Reds sonham com o fim da maldição

O Liverpool é um dos clubes mais titulados de Inglaterra com 18 campeonatos conquistados, no entanto atravessa um dos piores momentos da sua história no que compete à Premier League pois já não celebra uma conquista nesta competição desde 1989-90.

Portanto, o clube está próximo de atingir as três décadas sem vencer o título mais importante do seu país pelo que a ânsia e angústia dos adeptos é evidente a cada ano que passa, sendo de destacar que têm sido raras as vezes em que o clube se tem imiscuído na discussão do título nas últimas temporadas.

Desde o ano em que contavam com Luís Suárez e Steven Gerrard na equipa que o Liverpool não estava tão perto de erguer o troféu da Premier League, e cabe a Jurgen Klopp e seus pupilos alimentarem esta esperança até ao fim, na expectativa de que o Manchester City se possa desconcentrar em determinado embate, abrindo assim a porta do sonho.

A Premier League regressa já este fim-de-semana e o Liverpool não terá tempo para refletir após a pausa internacional pois irá receber o perigoso Tottenham Hotspur em Anfield Road.

Sim, os Spurs vivem o seu pior momento da temporada com três derrotas e um empate nas últimas quatro jornadas, no entanto representam o tipo de ameaça que os Reds precisam neutralizar para não deitarem tudo a perder de modo prematuro.

Para este embate, o Liverpool parte como destacado favorito a 4.90 do Tottenham de acordo com a ESC Online.

É um facto que o Liverpool tem sido mais forte ao longo da temporada e que precisa deste triunfo como de água para viver, porém os Spurs de Mauricio Pochettino também necessitam de pontos pois começam a ver o seu lugar no top-4 da Liga Inglesa seriamente ameaçado após uma fase realmente negra de resultados.

Anfield tem sido uma fortaleza

Atendendo ao percurso do Liverpool até ao momento, parece claro que não tem sido pelo seu desempenho caseiro que o título poderá escapar. A equipa cedeu apenas quatro pontos em sua casa esta época.

Sim, a recente igualdade caseira frente ao Leicester City não estaria certamente nos seus planos e poderia garantir a liderança real na tabela nesta altura, no entanto é legítimo dizer-se que as equipas têm direito a um deslize ou outro ao longo de toda uma época.

https://www.youtube.com/watch?v=zeBqICKyEgE

Em sentido inverso, a equipa comprometeu o seu excelente registo como visitante nas últimas semanas.

O seu percurso fora de casa estava a ser realmente sublime, porém três empates consecutivos nas casas de West Ham, Manchester United e Everton comprometeram essa prestação e deixam agora o Liverpool numa posição mais delicada na tentativa de quebrar uma maldição que teima em se prolongar no tempo.

Excetuando o tal inesperado empate com o Leicester, os Reds apenas cederam pontos em sua casa frente ao rival Manchester City num empate perfeitamente aceitável, portanto podemos dizer que o percurso do Liverpool em Anfield até ao momento é praticamente imaculado pelo que a confiança dos adeptos para o embate com o Tottenham deve ser relativamente alta.

Por seu turno, o Tottenham tem sido uma das equipas mais fortes longe de sua casa esta época, embora o momento de forma em que se encontra levante dúvidas quanto à sua real possibilidade de complicar as contas da turma de Jurgen Klopp.

Uma autêntica batalha pelo Rei dos Goleadores

Se a luta pelo título na Premier League será decidida a dois, o mesmo não podemos dizer da luta pelo título de Melhor Marcador da Premier League em 2018/19.

Neste momento, é Sergio Aguero quem comanda com 18 golos marcados e uma partida a mais por disputar na Liga Inglesa, uma vez que o City tem um jogo a menos.

Por essa razão, o atacante argentino é apontado como favorito a este troféu a 2.35 pela Bet.pt uma das maiores casas de apostas de Portugal.

Mas a concorrência é muita e bastante feroz. Atualmente, temos um grupo composto por quatro jogadores com 17 golos, ou seja, apenas menos um que o líder Aguero.

Mohamed Salah

São eles Mohamed Salah (3.75) e Sadio Mané (10.00) do Liverpool, Pierre-Emerick Aubameyang (6.00) do Arsenal na sua primeira época completa, e ainda Harry Kane (4.00) do Tottenham que já vem sendo presença habitual nestas contas.

Mas atenção, porque a luta não fica por aqui. Raheem Sterling 20.00 é um dos jogadores do momento tendo em conta a forma que tem apresentado tanto no seu clube como na seleção inglesa. Ele segue com 15 golos marcados na Liga Inglesa e se mantiver o seu registo goleador recente pode entrar nesta luta muito brevemente.

Muitos poderão considerar a minha escolha algo questionável tendo em conta o passado recente e o tipo de jogadores e clubes em causa, mas vejo com algum interessa a cotação de 6.00 por Pierre-Emerick Aubameyang.

O atacante do Arsenal é um verdadeiro goleador que se destacou a valer no Borussia Dortmund, deixando um claro buraco no ataque dos alemães que tem sido notório esta temporada, e a sua importância atual nos Gunners, nomeadamente na sua luta por um lugar no top-4 pode coloca-lo na rota do topo dos goleadores.

Além disso, e tal como Salah, Kane e Aguero, ele é um dos marcadores oficiais de penalties da sua equipa pelo que tem sempre esse handicap favorável.

Tal como todos os outros jogadores na luta por este troféu, Aubameyang ainda tem o seu clube envolvido nas competições europeias, onde os espera o forte Nápoles de Itália, pelo que o seu tempo de utilização será idêntico ao dos seus rivais, mas há um ponto que pode destoar aqui.

Aubameyang

Aubameyang foi muitas vezes poupado durante a Fase de Grupos da Liga Europa e só precisou de fazer um jogo pela seleção do Gabão nesta pausa internacional pelo que pode chegar a esta fase derradeira da temporada com maior gás do que outros jogadores como Sterling, Salah ou Kane, muito castigados com sucessivas partidas tanto ao nível de clubes como de seleções.

Esta é apenas uma sugestão da minha parte, no entanto estou aberto a opiniões distintas por parte dos leitores que podem deixar o seu comentário no final do artigo na secção de comentários.

A Liga Inglesa continua a ser a competição de clubes mais competitiva da Europa, e embora só tenhamos duas formações na luta pelo título, não podemos ignorar que a luta pelos dois restantes lugares de acesso à Liga dos Campeões deverá ser discutida a quatro, numa luta que pode ter repercussões no topo da tabela visto ainda estarem agendados alguns embates entre formações do ‘Big Six’ até ao final de mais uma emocionante e verdadeiramente entusiasmante edição da Premier League…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




CASAS DE APOSTAS LEGAIS
3,3 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a apostas desportivas online.
4,0 rating
10€ Gráris mais 200% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 50 de euros.
3,5 rating
5€ Grátis com o Código Promocional: apostaga
mais Bónus no primeiro depósito até um máximo de 100 euros.
3,0 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 100€ euros.
3,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito aposta sem risco até 50 euros.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.
3,8 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 100% até um máximo de 100 euros.
4,3 rating
Freebet de 10€ mais 100% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 250 de bónus.
4,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50€ euros.