Está confirmado. LeBron James e os Los Angeles Lakers vão medir forças com os improváveis Miami Heat nas finais absolutas da NBA, depois de ambos vencerem, respetivamente, a Conferência Oeste e Este. Se é verdade que a formação californiana goza de amplo favoritismo, facto é que Miami tem sido um autêntico “tomba-gigantes” nestes play-offs.

10 ANOS DEPOIS, LAKERS PROCURAM HOMENAGEAR KOBE BRYANT

Numa época irremediavelmente marcada pela partida precoce e inesperada de uma das maiores estrelas da história do basquetebol, figura de proa na franquia de maior destaque de Los Angeles, os Lakers chegam às finais depois de eliminar com clareza o trio formado por Portland Trailblazers (4-1), Houston Rockets (4-1) e Denver Nuggets (4-1): registo total nos “play-offs” de 12-3.

A dupla composta por LeBron James e Anthony Davis parece ser a mais temível da atualidade na NBA, tal a pujança com que ambos alternaram na forma como guiaram os Lakers a uma vitória clara nas finais da Conferência Oeste, contra os resilientes Denver Nuggets, autores de uma excelente campanha.

A última presença dos Lakers nas finais da NBA remonta à época 2009/10, com Phil Jackson no papel de treinador principal e Kobe Bryant como MVP e maior responsável pela última conquista da prestigiada e histórica equipa de Los Angeles, que já venceu 16 campeonatos, marca superada apenas pelos 17 dos Celtics.

MIAMI HEAT: DE “OUTSIDERS” A CAMPEÕES DO ESTE

5.ª classificada da fase regular na Conferência Este, a equipa dos Miami Heat dificilmente poderia imaginar que chegaria às finais da NBA, ainda para mais com tamanha justiça como aquela com que eliminou Indiana Pacers (4-0), Milwaukee Bucks (4-1) e Boston Celtics (4-2).

10 ANOS DEPOIS, LAKERS PROCURAM HOMENAGEAR KOBE BRYANT

A verdade é que sem jogadores tão bem cotados individualmente como os seus adversário, sobretudo nos casos de Bucks e Celtics, os Heat viram Erik Spoelstra voltar a justificar o porquê de ser considerado um dos melhores treinadores da liga.

Liderados por Jimmy Butler, tido como uma superestrela desvalorizada na NBA, Miami teve ainda outras peças de grande importância para atingir este estatuto de finalista: Bam Adebayo, Goran Dragic e o jovem rookie Tyler Herro.

LEBRON JAMES CHEGA À 10.ª FINAL NOS ÚLTIMOS 11 ANOS

A discussão em torno do melhor jogador de sempre envolve nomes como Michael Jordan, Magic Johnson ou Kareem Abdul-Jabbar, mas a verdade é que, com uma carreira fantástica, o “King” LeBron James tem lutado de forma intensa para figurar na lista de candidatos à discussão.

Com esta qualificação para as finais da NBA, o extremo de 35 anos chegou à sua 10.ª final nos últimos 11 anos. Com recorde de 3-6 em nove presenças na decisão da atribuição do título, James procurará levar uma terceira equipa ao anel, depois das duas conquistas com os Heat (2012 e 2013) e de ter regressado a Cleveland para dar um título aos Cavaliers (2016).

OS “MATCH-UPS” MAIS INTERESSANTES DAS FINAIS

Anthony Davis vs Bam Adebayo. Se boa parte do sucesso obtido pelos Miami Heat contra os talentosos Boston Celtics adveio da clara vantagem que tinham na luta do jogo interior, com atuações assombrosas de Bam Adebayo (mostrou um nível de jogo que era desconhecido até então), o que dizer da forma como Davis dominou as tabelas?

LeBron James vs Jimmy Butler. Com Andre Iguodala na equação. Se, defensivamente, a equipa de Miami é um tanto ou quanto competente, muito o deve ao contributo individual de Butler e Iguodala, dois jogadores que, historicamente, conseguem limitar de forma muito aceitável a ação de Lebron James.

Será muito interessante perceber como o “King” procurará ultrapassar os dois melhores defensores dos Heat, numa fase em que não conta ao seu lado com Dwyane Wade ou Kyrie Irving, mas que pode bem ter no “pick’n’roll” com Davis um dos melhores trunfos para estas finais.

Rajon Rondo vs Goran Dragic. Desde que regressou, o experiente base dos Lakers tem contribuído de forma muito interessante para o rendimento coletivo dos Lakers, parecendo até mais confiante e consistente no lançamento, que, ao longo da sua carreira, sempre foi a maior lacuna na panóplia ofensiva de Rondo. Nos Heat, o esloveno Dragic tem-se exibido a grande nível e a prestação nas finais contra os Celtics fala por si.

Banco dos Lakers vs banco dos Heat. Aqui, creio que a equipa de Frank Vogel poderá levar a melhor sobre o conjunto de Erik Spoelstra, pela superior capacidade que a equipa californiana poderá ter na rotação, desde logo pela quantidade de soluções de que dispõe.

Se, por um lado, Miami tem tido em Tyler Herro e Andre Iguodala os seus principais trunfos “off-the-bench”, do lado de LA a rotação efetiva e importante faz-se por intermédio de peças tão diferentes e complementares entre si como Kyle Kuzma, Rajon Rondo, Alex Caruso ou Dwight Howard (que até passou a titular, por troca com Javale McGee, nos últimos jogos da série contra os Nuggets).

As duas equipas chegaram às finais da NBA precisamente com o mesmo recorde global (12-3) nos “play-offs” de cada conferência, o que indicia que Lakers e Heat não terão nenhuma desvantagem ao nível da frescura física, o que poderia ser substancialmente diferente no caso de Nuggets (forçados por duas vezes a jogo 7) ou Celtics terem cá chegado.

Está garantido o mínimo de um prognósticos de NBA para cada um dos jogos que sejam necessários disputar (à melhor sete) no Aposta Ganha.
Relativamente ao favoritismo atribuído aos Lakers para vencer o anel, a Betano cota a 1.20 o triunfo da equipa californiana e garante odds de 4.00 para nova surpresa protagonizada pelos Heat.

 

Gostaste do nosso conteúdo?
Então regista-te no nosso canal do Youtube e assiste aos nosso Podcasts de Apostas. Entra nas nossas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter. Ainda tens o nosso Chat no Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Casas de Apostas
Solverde Apostas

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de até um máximo de 100 euros.

Luckia

Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.

Nossa Aposta

Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.

Betclic

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.

Bet.pt

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.

Betway

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 100% até um máximo de 100 euros.

ESC Online

Freebet de 10€ mais 100% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 250 de bónus.

Betano

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.