Apostas Online em Portugal – Aposta Ganha

Luz verde para o futebol em Itália, mas com muitas restrições

O futebol italiano continua a discutir o seu regresso num futuro próximo e esta quarta-feira foi anunciada a data de 13 de Junho como o dia em que a Serie A poderá regressar, embora as normas anunciadas nos façam crer que o processo não será fácil.

TREINOS COLETIVOS A 18 DE MAIO

A Liga Italiana em conjunto com as entidades de saúde pública continua a avançar no processo de reatamento do futebol em Itália após uma longa paragem que já data do passado dia 09 de março.

Luz verde para o futebol em Itália, mas com muitas restrições

Mas a liga italiana anunciou esta quarta-feira em comunicado que pretende retomar a competição a 13 de Junho depois de ter obtido o aval do governo italiano para que os treinos coletivos recomeçassem já a 18 de Maio, ou seja, a partir da próxima segunda-feira.

Como se sabe, Itália foi um dos países mais gravemente fustigados pelo surto de coronavírus que afetou todo o mundo e as feridas de tal tragédia humana ainda estão a ser lambidas, pelo que governo e liga italiana não desejarão dar passos maiores do que a própria perna numa fase em que todas as suas decisões são altamente escrutinadas pelo povo.

De qualquer forma, e numa altura em que os casos e mortes diárias têm registado um decréscimo sustentado há esperança de que o pior já tenha passado e de que a normalidade possa começar a ser paulatinamente reposta durante os próximos meses.

Os treinos coletivos serão mais um passo em frente nessa tentativa de normalização no contexto específico do futebol, no entanto, esse retorno não se fará caso existam sinais em contrário vindos de jogadores ou staff técnico.

BASTA UM CASO DE COVID-19 PARA RECOLOCAR EQUIPAS EM QUARENTENA

Apesar das boas novas recentemente anunciadas, o governo italiano pela mão do Ministro dos Desportos, Vincenzo Spadafora, não estará
disposto a correr o mínimo risco nesta situação e já fez saber que bastará a existência de um caso positivo com o novo coronavírus para que toda uma equipa se tenha de colocar novamente em quarentena por um período em torno de 15 dias.

Isto é um ato de responsabilidade natural num país tão fustigado pela pandemia mundial, sendo compreensível que em outros países como a Alemanha ou Portugal esse procedimento seja distinto.

No caso, tanto a Bundesliga como a Liga NOS têm registado alguns casos positivos de Covid-19 no seio das suas equipas, mas tal não tem originado uma quarentena imediata de todos os seus atletas e staff, mas sim uma ordem de isolamento para o infetado e nova bateria de testes aos restantes elementos a fim de apurar se houve transmissão viral nesse período temporal.

A Itália já registou mais de 220 mil casos positivos pelo Covid-19 e não se pode dar a esse luxo, decretando medidas bem mais apertadas de desconfinamento por forma a evitar um novo surto epidémico que mergulhe novamente o país no caos. Até ao momento, já faleceram mais de 30 mil pessoas vítimas do novo coronavírus em Itália.

PONTO DA SITUAÇÃO NA SERIE A

A Serie A Italiana foi interrompida numa fase em que a luta pelo título do Scudetto estava simplesmente ao rubro com a Juventus de Cristiano Ronaldo a liderar a competição com 63 pontos ao cabo de 26 partidas, apenas um ponto à frente da Lázio de Ciro Immobile, artilheiro da prova com impressionantes 27 golos, mais seis do que CR7.

O Inter de Milão vinha de duas derrotas consecutivas que os colocou mais longe dessa luta pelo título, e mesmo vencendo o jogo que ainda tem em atraso, ficará a uma considerável distância de seis pontos do topo da tabela.

A sensacional Atalanta ia-se destacando no 4º lugar aproximando-se assim de nova presença na Liga dos Campeões em 2020/21 enquanto AS Roma e Nápoles iam ocupando os restantes lugares de acesso às competições europeias – no caso à Liga Europa.

Quanto à luta no fundo da tabela, SPAL e Brescia pareciam claramente em rota de despromoção algo afundados nos últimos dois lugares da tabela já a uma distância considerável da linha de água.

O antepenúltimo colocado, e ainda em zona de despromoção Lecce, seguia com 25 pontos em igualdade pontual com o Génova que seguia à sua frente pelo critério da diferença de golos, sendo que outros clubes como Sampdoria, Torino e Udinese também estavam muito próximos da zona de aflição.

Em suma, apenas dois pontos separam o 18º classificado Lecce do 15º Torino, pelo que quatro clubes se preparam para tentar evitar ocupar o último lugar que dará direito à despromoção à Série B.

Gostastes do nosso conteúdo? então regista-te no nosso canal oficial no Youtube. Além disso, entra em nossas redes sociais como o Instagram e Twitter para se manteres bem informado.

Um sitio perfeito para receberes tudo do AG é o canal no Telegram. Também no chat podes conversar com mais de 2.500 apostadores ao vivo sobre as melhores apostas. Se estas a procura dos Pros acede também os Tipster Profissionais.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *