Apostas Online em Portugal – Aposta Ganha

Marco Silva sob alta pressão em Goodison Park

A Premier League regressa este fim-de-semana e o técnico português do Everton terá mais um teste de fogo frente ao West Ham numa fase em que a sua equipa está em zona de despromoção contra todas as expetativas iniciais.

Plantel dos Toffees tem que dar mais

O Everton fez uma clara aposta para a nova temporada de Liga Inglesa, compondo um plantel verdadeiramente notável que foi reforçado pelas chegadas de jovens talentos como Alex Iwobi, Moise Kean ou Djibril Sidibé.

Marco Silva sob alta pressão em Goodison Park

Para além destes, imperam em Liverpool nomes como Gilfy Sigurdsson, André Gomes, Richarlison, Jordan Pickford, Yerri Mina ou Michael Keane.

De certo modo, fica a sensação de que o Everton tem um plantel altamente qualificado, mas igualmente robusto do ponto de vista de opções válidas em cada posição do campo.

Assim sendo, este início de temporada tem sido uma perfeita desilusão para adeptos e direção do clube, e o treinador Marco Silva tem sido alvo de alguma contestação nas últimas semanas.

Este fim-de-semana, o Everton recebe em Goodison Park uma formação do West Ham bem mais tranquila – na 8ª posição da tabela com 12 pontos – e essa descontração poderá ser um trunfo dos Hammers que possuem excelente talento ofensivo de onde se destacam Sebastian Haller, Felipe Anderson ou Andriy Yarmolenko.

Este será o encontro que irá abrir a Jornada 9 da Premier League já este Sábado às 12:30 e a formação da casa é naturalmente favorita á conquista dos três pontos com cotações de 1.88 na Betclic.

Em circunstâncias normais, os Toffees já seriam favoritos, mas a sua urgência em somar vitórias torna as cotações ainda mais díspares, o que parece um pouco injusto para uma formação do West Ham (cotado a 3.62 nas casas de apostas) que ainda não perdeu fora de casa esta temporada, tendo averbado três empates e uma vitória.

De qualquer modo, esse registo foi facilitado pelo facto de ainda não terem defrontado nenhuma equipa do top-6 da Liga Inglesa.

Modelo de jogo de Marco Silva esgotou-se?

Marco Silva teve uma ascensão realmente meteórica enquanto treinador de futebol, dando nas vistas ao serviço do Estoril e rapidamente saltando para o Sporting onde viria a confirmar as boas indicações anteriores com a conquista da Taça de Portugal.

Saindo em litígio com o então presidente do clube Bruno de Carvalho, Marco Silva viajou até à Grécia onde cumpriu aquilo que é quase uma obrigação no Olympiakos, sagrando-se campeão grego.

Seguidamente, viajou até Inglaterra onde causou imediato furor com uma sensacional campanha ao serviço do Watford, e o salto para o Everton acabaria por acontecer com naturalidade.

No entanto, a experiência em Goodison Park tem sido algo complicada. Depois do decente 8º lugar na época passada, a expetativa este ano era verdadeiramente elevada tendo em conta a estabilidade técnica e o claro reforço do plantel, mas ao cabo de oito jornadas o cenário é manifestamente desolador.

A sua equipa está em zona de despromoção, na 18ª posição com apenas sete pontos conquistados ao cabo de oito partidas. Mas as coisas até não haviam começado assim tão mal com duas vitórias, um empate e uma derrota nos primeiros quatro desafios.

O pior estava, no entanto, para vir e a equipa está atualmente numa sequência de quatro derrotas que é agravada se levarmos em conta o tipo de oposição que a equipa enfrentou nesse período.

everton players

Se a derrota caseira diante do Manchester City (1-3) se aceita, o mesmo não se poderá dizer do insucesso em Goodison Park frente ao recém-promovido Sheffield United (0-2) ou das derrotas em casa de Bournemouth (3-1) e Burnley (1-0).

Em suma, o Everton tem tido um calendário relativamente acessível neste começo de campanha e nem assim tem conseguido trilhar um caminho seguro até aos primeiros lugares da tabela.

Deste modo, fica evidente que a equipa precisa melhorar consideravelmente nas próximas semanas pois o calendário irá apertar, e se o nível se mantiver, as coisas podem ficar feias para Marco Silva enquanto técnico do Everton.

O modelo de jogo do técnico português sempre ficou conhecido pela sua componente ofensiva, baseada num futebol rendilhado de passes curtos e fica a sensação de que este Everton tem jogadores para o fazer, mas, para já, as coisas não estão a correr bem para o técnico luso e o seu lugar começa a ser seriamente contestado pelos adeptos Toffees.

Crucial voltar às vitórias

Mais do que praticar um futebol atrativo, Marco Silva precisa de bater os Hammers este fim-de-semana para ganhar algum tempo e fôlego antes de abraçar as próximas partidas.

Não será uma partida fácil, mas com a qualidade presente na equipa, espera-se que o Everton dê finalmente uma resposta cabal após quatro derrotas consecutivas.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *