Duas chicotadas psicológicas difíceis de explicar, ainda que uma mais que a outra. Nos últimos dias, o Moreirense anunciou a saída de Ricardo Soares do comando técnico, tendo já sido substituído pelo inexperiente César Peixoto. A seguir o exemplo esteve pouco depois o Gil Vicente, que agradeceu o trabalho mas quis livrar-se de Rui Almeida, técnico que se estreava na Liga NOS. O seu sucessor não está oficializado, mas estamos perto de ter fumo branco.

A ESTRANHA “MODA” DA CHICOTADA INEXPLICÁVEL EM MOREIRA DE CÓNEGOS

A saída tão inesperada, quanto surpreendente, de Ricardo Soares do comando técnico do Moreirense não é caso virgem no clube de Moreira de Cónegos.

Em dezembro de 2019, Vítor Campelos abandonou o cargo de treinador principal do Moreirense um dia depois de ter ganho um jogo frente ao Belenenses, por 2-1, e deixado a sua equipa no 11.º lugar da tabela classificativa, com 17 pontos em 14 jornadas, mais próximo da zona de qualificação para a Liga Europa (a quatro pontos) do que da zona de despromoção (com mais seis pontos).

Ora, em comunicado, o Moreirense informava que Campelos estava de saída «por comum acordo e da forma mais cordial», desejando votos de sucesso para o futuro profissional do treinador que sucedeu a Ivo Vieira.

Pouco tempo depois, o clube presidido por Vítor Magalhães anunciava a contratação de Ricardo Soares, responsável por um trabalho notável ao serviço do Sporting da Covilhã, na Liga Portugal 2.

No início desta semana, repetição quase “ipsis verbis” da situação. O Moreirense é, atualmente, 11.º classificado da Liga NOS, com oito pontos em seis jogos (um em atraso, devido ao surto de covid-19 na sua comitiva que levou ao adiamento do jogo da última ronda com o Paços de Ferreira), a três do 5.º e lugar e com mais três pontos do que a zona de descida.

Também através de um comunicado escrito, o Moreirense anunciou a rescisão do contrato com Ricardo Soares… «por comum acordo e da forma mais cordial», numa nota quase tirada a papel químico da divulgada há 11 meses após o rompimento com Campelos.

Numa breve avaliação à situação do recentemente “despedimento” de Ricardo Soares, falta de êxito nos resultados desportivos não foi. Motivos estritamente pessoais terão levado ambas as partes a mudar de rumo.

A ESTRANHA “MODA” DA CHICOTADA INEXPLICÁVEL EM MOREIRA DE CÓNEGOS

O Moreirense de Soares foi uma das melhores equipas na segunda volta do último campeonato, com grande dinâmica defensiva e ofensiva na maior parte dos jogos que tornou a equipa de Moreira de Cónegos extremamente difícil de bater.

Na presente temporada, em seis jogos de Liga, duas derrotas: na Luz, com o Benfica, e em Vila do Conde, com o Rio Ave.

CÉSAR PEIXOTO É O NOVO TREINADOR DO MOREIRENSE

Mais conhecido pela carreira de jogador, que lhe permitiu atuar no FC Porto, Braga e Benfica, com uma experiência fora de Portugal (Espanyol), César Peixoto foi o escolhido pela estrutura diretiva do Moreirense para suceder a Ricardo Soares.

Uma escolha que, de um ponto de vista pessoal, não deixo de ver com alguma estranheza, até porque, como treinador principal, César Peixoto tem apenas três experiências na Liga Portugal 2 e nunca conseguiu ficar num clube durante mais de seis meses.

Entre março e junho de 2019 orientou o Varzim, com média de 1,56 pontos somados por jogo num total de nove partidas. Entre julho e novembro do mesmo ano, Peixoto foi o treinador da Académica (1,29 pontos por jogo em 14 jogos).

Desempregado desde junho passado, o antigo lateral-esquerdo teve como última experiência profissional uma passagem pelo Minho, mais especificamente pelo Desportivo de Chaves, onde realizou apenas 12 jogos, com maus resultados (1,08 pontos por jogo).

GIL VICENTE INTERROMPE ESTREIA DE RUI ALMEIDA NA LIGA PORTUGUESA

Depois de acumular alguma experiência como treinador principal, entre 2015 e 2019, no futebol francês (ao serviço de Red Star, Bastia, Troyes e Caen), Rui Almeida iniciou no último verão a primeira aventura no seu país de origem.

Com a difícil tarefa de suceder a Vítor Oliveira (que realizou uma excelente campanha ao leme do Gil Vicente, numa época em que a equipa de Barcelos subiu diretamente do terceiro escalão, após ganhar direito a regressar à I Liga em tribunal), Almeida não conseguiu deixar o Gil Vicente numa situação muito confortável até à data.

No 17.º e penúltimo lugar do quadro classificativo da Liga NOS, os gilistas somam os mesmos cinco pontos do Farense e apenas um a mais que o lanterna Portimonense.

GIL VICENTE INTERROMPE ESTREIA DE RUI ALMEIDA NA LIGA PORTUGUESA

No entanto, é também com alguma estranheza que olhei para esta situação, até porque a direção do Gil Vicente preferiu interromper o projeto com base em “apenas” quatro derrotas consecutivas, apesar do futebol praticado não ser propriamente negativo.

Com algum bom senso, notamos que três desses quatro desaires aconteceram no Estádio do Dragão (FC Porto), em Alvalade (Sporting) e na receção ao Vitória de Guimarães. Por sinal, apesar das derrotas, em todos jogos o Gil Vicente bateu-se muito bem e não ficou longe de trazer pontos das visitas a dois dos quatro candidatos ao título.

RICARDO SOARES ABANDONA MOREIRENSE MAS DEVE CONTINUAR NA LIGA NOS

Após o anúncio da saída de Rui Almeida do Gil Vicente, o clube de Barcelos estará próximo de confirmar o seu sucessor no comando técnico da equipa.

Segundo a imprensa nacional, Ricardo Soares, que acabou de deixar o Moreirense, deverá ficar desempregado por pouco mais de um ou dois dias e ser anunciado em breve como novo técnico do Gil Vicente.

Aguardo com curiosidade o trabalho que o ex-treinador de Moreirense e Covilhã fará em Barcelos, até porque, em Castelo Branco e em Guimarães, gostei muito da forma como o treinador de 46 anos colocou as suas equipas a jogar.

Ambos com odds de 875.00 para serem o próximo campeão nacional na Betano, uma simples leitura das cotações permite-nos concluir que Moreirense e Gil Vicente estão entre os principais candidatos à descida, ao lado de Boavista, Marítimo, Belenenses, Tondela, Nacional, Farense e Portimonense.

 

Gostaste do nosso conteúdo?
Então regista-te no nosso canal do Youtube e assiste aos nosso Podcasts de Apostas. Entra nas nossas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter. Ainda tens o nosso Canal de Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Casas de Apostas
3,8 rating
10€ Gráris mais 200% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 50 de euros.
3,5 rating
5€ Grátis mais Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de até um máximo de 100 euros.
3,3 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.
3,3 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.
3,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito aposta sem risco até 50 euros.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.
4,0 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 100% até um máximo de 100 euros.
4,3 rating
Freebet de 10€ mais 100% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 250 de bónus.
4,5 rating
Aposta de 5€ Grátis com o Código Promocional: APOSTAGANHA1 mais 50% de Bonus até um máximo de 50 euros.