Prognósticos para Apostas Desportivas Online – Aposta Ganha

Moreirense Liga NOS 2018/2019 – Guia e Análise

Moreirense Liga NOS 2018/2019 – Guia e Análise

MOREIRENSE • O MESMO DESAFIO COM NOVAS IDEIAS

O Moreirense do ano passado era treinado por Petit, um treinador mais cauteloso, pragmático mas com índices de intensidade altos.

Apesar de conseguir o objetivo fechou-se um ciclo e Ivo Vieira é os senhor que se segue. Salta logo à vista uma mudança radical quer a nível da mentalidade competitiva, quer mesmo nas dinâmicas que a equipa aprestará em campo.

Ivo Vieira preconiza um estilo de jogo ofensivo, assente num futebol de posse, e por norma os jogos das suas equipas proporcionam encontros mais abertos e com golos. Uma alteração drástica mas com o mesmo objetivo, permanecer entre as 18 equipas que compõem a Liga NOS.

Como qualquer equipa que luta pela manutenção, o objetivo passa sempre por consegui-lo o mais cedo possível. E para tal, muito poderá contribuir o facto de ser ter mantido a maior parte da equipa base do ano passado.

Mano (lateral direito) e Alfa Semedo (trinco) e Tozé (médio ofensivo) foram perdas importantes, mas para os seus lugares ingressaram João Aurélio, Fábio Pacheco e Pedro Nuno.

Depois de falhar a manutenção com o Estoril, Ivo Vieira tem nova oportunidade para mostrar o seu trabalho.

Se mantiver os princípios de jogo que na temporada passada, o Moreirense poderá ser uma boa escolha para tentar encontrar valor no mercado de over/under golos.

MERCADO DE TRANSFERÊNCIAS • ENTRADAS E SAÍDAS

mercado transferencias

Entradas: João Aurélio (V.Guimarães ), Fábio Pacheco (Marítimo), Pedro Nuno (Tondela), Pedro Trigueira (V.Setúbal), Anthony D´Alberto (Charleroi), Chiquinho (Benfica), Ivanildo Fernandes (Sporting B), Heriberto Tavares (Benfica B), David Texeira (AEL Limassol), Mamadou Loum (SC Braga)

Saídas: Tozé (V.Guimarães), Rafael Costa (Boavista), Felipe Garcia (CSA), Matheus Reis (Rio Ave), Koffi Kouao (Famalicão), André Micael (Al-Faisaly), Hichem Belkaroui, Pierre Sagna (Belenenses SAD), Boubacar Fofana (Gaz Metan), Alfa Semedo (Benfica), Bruno Ramires, Edno, Ronaldo Peña (Houston Dynamo), Ernest Ohemeng (Mirandés)

Treinador: Ivo Vieira (42 anos) – Um treinador que assume os riscos de um futebol positivo, ofensivo e que procura na maior parte das vezes a vitória. Essa foi a imagem de marca que deixou no Estoril, apesar de não ter os efeitos práticos pretendidos.

Com ele, o Moreirense deverá mudar “o chip” e mais do que uma forma de jogar, mudará a mentalidade dos cónegos.

EQUIPA BASE • FIGURAS DA EQUIPA • PONTOS FORTES E FRACOS

EQUIPA BASE

moreirense time

Este plantel do Moreirense tem jogadores muito interessantes no ataque. Para além de manter os extremos Arsénio e Dramé, tem ainda o talentoso jogador cedido pelo Benfica Heriberto Tavares.

Este jovem é uma promessa, e chegado agora à primeira liga, poderá precisar de algum tempo até se adaptar, mas talento não falta e será expectável que tenha muitos minutos e de forma progressiva.

E não esquecer Bilel Aouacheira, um dos jogadores importantes na época passada, e que promete ter novamente protagonismo, mas à diversidade de soluções poderá não se afirmar como um titular indiscutível.

Na defesa, João Aurélio traz experiência e qualidade à lateral direita, e na esquerda, Rúben Lima transita da época anterior. No miolo há grandes alterações com a inclusão de Fábio Pacheco e Pedro Nuno, mantendo-se Neto, como um dos médios defensivos.

As lacunas mais evidentes estão no centro da defesa e na alternativa ao avançado Texeira. Pelo menos um defesa central e um ponta de lança poderão chegar a Moreira de Cónegos, nesta janela de transferências.

FIGURAS DA EQUIPA

figuras equipa

Dramé – Ingressou no Moreirense proveniente do Sporting B. Dotado de uma excelente técnica, veloz e com qualidade no passe, fazem de Dramé um jogador imprevisível e que confere profundidade ao flanco esquerdo.

Agora recuperado de uma longa lesão, tem tudo para voltar a ser uma das figuras deste Moreirense.

Arsénio – Arsénio já tem uma carreira longa, e aos 28 anos representou 8 clubes e a prova da sua qualidade é que foi titular em praticamente todas essas passagens. Um extremo que joga e faz jogar.

Pedro Nuno – Depois de duas excelentes época no Tondela, com 45 jogos e 4 golos, Pedro Nuno foi um dos homens chave na equipa de Pepa. Numa equipa com as mesmas ambições, e com Ivo Vieira, Pedro Nuno tem tudo para manter a bitola alta.

jogos-primeira-fase

PONTOS FORTES

A capacidade do ataque, sobretudo nos flancos, com Arsénio, Dramé e Heriberto Tavares e Bilel Aouacheira oferecem qualidade ofensiva.

Com Ivo Vieira, muito do jogo será explorado a partir dos flancos, pelo que será um ponto forte deste novo Moreirense.

A mentalidade que Ivo Vieira incute nos seus jogadores, com o objetivo de lutar quase sempre pelos 3 pontos.

PONTOS FRACOS

O tempo que Ivo Vieira precisará para passar as suas ideias para o coletivo.

O estilo de jogo demasiado ofensivo, que muitas vezes desguarnece muito o setor defensivo.

Precisamente o setor defensivo, a nível da dupla de centrais é o setor mais frágil da equipa. Precisam-se reforços.

ATÉ ONDE PODE CHEGAR

aonde-pode-chegar

Apesar da qualidade ofensiva, este Moreirense ainda parece uma equipa pouco equilibrada.

As carências defensivas são evidentes, e a forma de jogar de Ivo Vieira poderá proporcionar jogos agradáveis, abertos e com golos, mas poderá pagar demasiado cara a ambição contínua pelos 3 pontos.

Será difícil ir mais além do que os lugares de manutenção.

Não percas a chance de apostar e ganhar na Liga NOS 2018/2019

Abre tua conta nas melhores casas de apostas, aproveita os bônus e boa sorte:


Autor: Duarte Pinto