Apostas Online em Portugal – Aposta Ganha

Mourinho elege o seu onze ideal dos jogadores que treinou

A carreira de José Mourinho já vai longa e recheada de sucessos, mas o técnico português elegeu recentemente um onze inicial de sonho apenas com jogadores que treinou ao longo da sua história enquanto treinador.

Espinha dorsal de Stamford Bridge

Em entrevista concedida ao Manchester Evening News, José Mourinho compôs o seu onze ideal de carreira e acabou por confirmar que foi na sua primeira passagem pelo Chelsea que conseguiu formar a melhor equipa e o mais brilhante conjunto de jogadores.

Mourinho elege o seu onze ideal dos jogadores que treinou

O treinador português inclui oito jogadores que treinou no Chelsea no seu onze inicial, sendo que desses apenas Eden Hazard foi peça importante no clube aquando da sua segunda passagem por Stamford Bridge. Os restantes brilharam na primeira passagem (Drogba, Terry e Cech pertenceram a ambas as gerações vencedoras de Mourinho no Chelsea) onde se incluem Petr Cech, John Terry, Ricardo Carvalho, William Gallas, Claude Makelele, Frank Lampard e Didier Drogba.

No Chelsea, José Mourinho elevou a sua carreira até outro patamar dando sequência aquilo que havia conseguido no FC Porto quando despontou como treinador de elite. Com o clube londrino, José Mourinho virou um autêntico ‘Special One’ onde se viria a destacar com a conquista do bicampeonato inglês entre 2004/05 e 2005/06, vindo posteriormente a conquistar novo campeonato na sua segunda passagem pelo clube.

O técnico português viria a ter outras aventuras depois disso com o Inter de Milão e o Real Madrid, mas, de acordo com a sua eleição parece claro que foi o clube londrino aquele que mais o marcou, pelo menos em termos de jogadores de alta qualidade.

Campeões europeus pouco representados

Curiosamente, as maiores conquistas da carreira de José Mourinho aconteceram com o FC Porto e Inter de Milão onde o técnico português conseguiu ser vencedor da Liga dos Campeões por duas vezes. Ironicamente, Mourinho elegeu apenas um jogador de cada uma dessas equipas vitoriosas confirmando a tal preferência pela sua carreira de sucesso no Chelsea, e mais propriamente na Premier League.

Do FC Porto, apenas Ricardo Carvalho foi incluído sendo de notar que o defesa central português acompanhou José Mourinho em grande parte deste percurso seguindo o técnico português para o Chelsea e, posteriormente para o Real Madrid. No que toca ao Inter de Milão, Mourinho apenas selecionou o incontornável capitão do clube Javier Zanetti. O defesa-lateral argentino foi uma referência do clube italiano durante muitos anos e mereceu o reconhecimento do técnico português, simbolizando assim a sua bem-sucedida passagem pelos nerrazurri.

Real Madrid pouco representado

José Mourinho teve uma passagem relativamente modesta pelo Real Madrid, coincidindo no clube merengue com a fase em que Pep Guardiola deslumbrava no Barcelona. Por isso, o técnico português não conseguiu vencer a Liga dos Campeões com os espanhóis, contentando-se com uma La Liga, uma Taça do Rei e uma Supertaça de Espanha em três temporadas.

Ainda assim, o técnico português elegeu dois jogadores do clube para o seu onze inicial. Cristiano Ronaldo, como não poderia deixar de ser, mas também o dotado centrocampista alemão Mesut Ozil que viveu os melhores anos da sua carreira sob a batuta do técnico luso.

Ainda assim, Sergio Ramos, Marcelo ou Iker Casillas ficaram de fora da sua seleção e tal pode compreender-se, afinal o técnico português tenderia a escolher aqueles jogadores com os quais obteve maior sucesso desportivo.

Manchester United sem representação na lista

A última aventura completada por José Mourinho não tem representação no seu onze de carreira. No Manchester United, o setubalense viveu dias de grandes polémicas com jogadores, direção e imprensa, mas acabaria por conquistar uma Taça de Inglaterra, uma Supertaça e uma Liga Europa ao serviço dos Red Devils.

Ainda assim, isso não foi suficiente para que incluísse no seu onze inicial um Paul Pogba ou um David de Gea, jogadores que se têm destacado no clube de Manchester nas últimas temporadas. Em termos práticos, e descontando que passou pelo Real Madrid numa fase onde era difícil rivalizar com o melhor Barcelona de que há memória, poderá dizer-se que a passagem por Manchester terá sido uma das mais modestas de Mourinho ao longo da sua carreira, razão pela qual se entende que não tenha incluído qualquer jogador desse ciclo no seu onze de carreira.

Podem os Spurs modificar este onze inicial?

De momento, José Mourinho comanda os destinos do Tottenham numa temporada atribulada onde as lesões têm sido devastadoras para a evolução do clube e sistema de jogo do novo treinador. Mourinho terá agora tempo para repensar as suas estratégias no clube do Nordeste de Londres com vista a uma melhoria generalizada no retomar das competições.

De qualquer modo, é ainda muito prematuro para sabermos se dentro de dois/três anos haverá jogadores do Tottenham neste onze de luxo. Harry Kane e Heung-min Son podem ser candidatos, mas precisam de vencer títulos coletivos se lá quiserem ser incluídos.

 

Gostastes do nosso conteúdo? então regista-te no nosso canal oficial no Youtube. Além disso, entra em nossas redes sociais como o Instagram e Twitter para se manteres bem informado.

Um sitio perfeito para receberes tudo do AG é o canal no Telegram. Também no chat podes conversar com mais de 2.500 apostadores ao vivo sobre as melhores apostas. Se estas a procura dos Pros acede também os Tipster Profissionais.

2 Comentários

  1. Avatar

    Luís Espírito Santo

    31 de Março de 2020 at 0:43

    Continua um ressabiado este JM

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *