A poucos dias de ser lançado publicamente o calendário referente à primeira parte da fase regular da nova temporada da NBA, as movimentações estão ao rubro, com várias trocas em andamento e uma série de “free agents” a renovar com as antigas equipas e outros a embarcar em novas aventuras. O objetivo deste artigo é tentar resumir o que de mais importante se tem vindo a passar e que poderá vir a marcar a época de 2020/21.

RIVAIS DE LOS ANGELES COM RETOQUES PARA ATACAR NOVAMENTE O TÍTULO

Numa altura em que tudo indica que Anthony Davis estará em negociações avançadas para prolongar o vínculo contratual com os Los Angeles Lakers, a franquia californiana tem vindo a realizar algumas alterações em relação ao plantel que a levou a conquistar o anel na atípica temporada de 2019/20.

Destaque para a entrada de Montrez Harrell, suplente de luxo dos rivais Clippers na última época, que chega ao Staples Center para colmatar a vaga deixada pela saída de Dwight Howard (que rumou a Philadelphia, onde reencontrará Danny Green).

A Harrell, juntam-se na lista de entradas Dennis Schröder (ex-Oklahoma City), Marc Gasol (ex-Toronto), Wesley Matthews (ex-Milwaukee) e Alfonzo McKinnie (ex-Cleveland), sendo provável que este último receba guia de marcha em breve.

Na lista de saídas, destacam-se Avery Bradley (rumou a Miami) e Rajon Rondo, que será, sem dúvida, um acrescento de qualidade e experiência aos Atlanta Hawks, que têm-se movimentado no mercado de forma a ser um claro candidato aos “playoffs” no Este em 2020/21.

Do lado dos Clippers, que apostaram em Tyronn Lue para substituir Doc Rivers (que rumou aos Philadelphia 76ers, onde tentará lutar pelo título de campeão da Conferência Este), estão em curso algumas movimentações, mas o destaque, para já, vai para a adição de Serge Ibaka, experiente poste que se sagrou campeão pelos Raptors há duas épocas.

NBA em alvoroço um mês antes do regresso aos pavilhões

MILWAUKEE BASTANTE ATIVA PARA TENTAR CONVENCER GIANNIS A ASSINAR CONTRATO MÁXIMO

Numa fase em que ainda paira no ar a possibilidade de Giannis Antetokounmpo vir a ser “free agent” no final da época de 2020/21, os Milwaukee Bucks têm estado particularmente ativos nesta offseason, sendo apenas superados pelos imparáveis Oklahoma City Thunder, que poderão ter de entrar em modo “rebuild” após tantas mudanças.

Apesar de haver relatos do interesse da franquia de Milwaukee em jogadores como Victor Oladipo (Indiana), a grande intenção dos Bucks parece ser reforçar a equipa de Mike Budenholzer do ponto de vista da capacidade defensiva.

A contratação mais sonante foi a chegada de Jrue Holiday, que se junta a peças como DJ Augustin (ex-Orlando), Torrey Craig (ex-Denver) ou Bobby Portis (ex-New York).

Em sentido contrário, já saíram várias peças importantes das últimas campanhas, tais como Eric Bledsoe (rumou aos Pelicans como parte da troca que levou Holiday para os Bucks), George Hill (Oklahoma City), Wesley Matthews (LA Lakers), Kyle Korver, Ersan Ilyasova ou Marvin Williams.

CHRIS PAUL EM PHOENIX PARA COLOCAR OS SUNS NA ROTA DOS PLAY-OFFS

Numa das contratações mais interessantes e até surpreendentes do defeso até ao momento, Chris Paul abandonou os Oklahoma City Thunder e prosseguirá a carreira, aos 35 anos de idade, ao serviço dos Phoenix Suns, onde tentará complementar com a sua experiência a juventude e irreverência de nomes como Devin Booker e Deandre Ayton.

Em Phoenix, Paul terá a companhia de Jae Crowder, uma das figuras na equipa dos Miami Heat que chegou às finais da NBA na última época e que trará um aporte na qualidade defensiva à formação de Monty Williams, que já viu sair nomes como Aron Baynes (Toronto), Kelly Oubre (Golden State) e Ricky Rubio (Minnesota).

CHRIS PAUL EM PHOENIX PARA COLOCAR OS SUNS NA ROTA DOS PLAY-OFFS

GORDON HAYWARD TROCA BOSTON POR CHARLOTTE COM CONTRATO MILIONÁRIO

Numa das movimentações que mais surpreenderam o mundo da NBA desde o arranque da offseason, Gordon Hayward optou por declinar a opção de renovação automática do contrato com os Boston Celtics.

Quando se pensava num futuro em torno de Indiana ou New York, a escolha do ala recaiu pelos Charlotte Hornets, equipa liderada no “backoffice” por Michael Jordan, que ofereceu ao antigo jogador dos Celtics e dos Jazz um contrato de quatro épocas no valor de, aproximadamente, 100 milhões de euros.

Uma perda importante para a equipa de Brad Stevens, que, em sentido contrário, assegurou as chegadas de Jeff Teague (ex-Atlanta) e Tristan Thompson (ex-Cleveland), um poste que promete preencher uma das principais lacunas dos Celtics na última época.

PRIMEIRA ESCOLHA DO DRAFT DOS TIMBERWOLVES FALOU DA PAIXÃO PELO FUTEBOL NORTE-AMERICANO

Anthony Edwards, base de 1,96m que foi a primeira escolha do último Draft, por parte dos Minnesota Timberwolves, fez recentemente uma revelação tão curiosa, quanto enigmática.

Tido como um base de enorme potencial, alvo de comparações com jogadores como Victor Oladipo ou Donovan Mitchell, com margem para progredir inicialmente ao lado de estrelas como Karl-Anthony Towns e D’Angelo Russell, o jogador destacou-se na Universidade da Georgia.

Em entrevista à ESPN onde dissertava sobre o sonho de muitos jovens da sua idade em chegar à maior liga de basquetebol do planeta, Edwards disparou:

«O basquetebol… não é bem a minha cena. Guardo-o no coração, encanta-me, mas comecei no futebol americano e isso não esqueço. Para mim, agora, o basquetebol é o mais importante porque é aquilo que sinto que vai ajudar-me a conseguir muitas coisas que pretendo. Jogar basquete é o que eu faço. É um trabalho, tenho a sensação de estar a trabalhar».

A completar o top-3 da última lotaria do Draft, realizando em 2020 de forma virtual devido ao combate à pandemia do novo coronavírus, ficaram James Wiseman (escolhido pelos Golden State Warriors, proveniente da Universidade de Memphis) e LaMelo Ball (irmão de Lonzo Ball, que chegou aos Charlotte Hornets após uma experiência no basquetebol australiano).

 

Gostaste do nosso conteúdo?
Então regista-te no nosso canal do Youtube e assiste aos nosso Podcasts de Apostas. Entra nas nossas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter. Ainda tens o nosso Canal de Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




CASAS DE APOSTAS LEGAIS
3,3 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a apostas desportivas online.
4,0 rating
10€ Gráris mais 200% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 50 de euros.
3,5 rating
5€ Grátis com o Código Promocional: apostaga
mais Bónus no primeiro depósito até um máximo de 100 euros.
3,0 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 100€ euros.
3,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito aposta sem risco até 50 euros.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.
3,8 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 100% até um máximo de 100 euros.
4,3 rating
Freebet de 10€ mais 100% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 250 de bónus.
4,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50€ euros.