Prognósticos para Apostas Desportivas Online – Aposta Ganha

Neemias Queta: Jovem português que pode jogar na NBA ainda em 2019

Numa altura em que decorrem os playoffs na NBA, muitas equipas já preparam a nova temporada e vão analisando potenciais escolhas para o Draft que irá decorrer antes do início da próxima época, e é aqui que o nome de Neemias Queta entra na equação…

Um sonho perfeitamente alcançável

Qualquer jogador de basquetebol com a mínima noção da modalidade sonha jogar um dia na National Basketball Association e Neemias Queta não é exceção, especialmente tratando-se de um jogador de nacionalidade portuguesa que certamente cresceu sabendo da enorme dificuldade que é ingressar na melhor liga de basquetebol do mundo.

Neemias Queta

No entanto, e após passagens por Barreirense e Benfica em Portugal, a qualidade do jovem Neemias Queta, poste de 19 anos captou a atenção e a sua mudança para o basquetebol universitário norte-americano – rampa de lançamento para a NBA – foi uma mera consequência disso.

Neemias possui o tipo de características ideais para vingar na NBA como um poste que prima pela sua qualidade defensiva, algo muito importante para qualquer equipa, mas talvez ainda mais fundamental para formações com grande qualidade ofensiva e muitas estrelas que sempre necessitam de um reverso da medalha que lhes assegure alguma estabilidade defensiva.

Neemias Queta é natural de Lisboa causou impacto imediato na NCAA na sua época de estreia ao contribuir ativamente para o título dos Utah State Aggies na Conferência Mountain West do Campeonato Universitário.

Na verdade, a qualidade de Queta não só foi evidente dentro da quadra, como igualmente reconhecida fora dela já que recebeu os galardões de ‘freshman’ da época e melhor defensor na Conferência de Mountain West.

Deste modo, e após ter declarado estar disponível para fazer parte do próximo draft da NBA, que decorrerá no próximo mês de junho, Neemias Queta parece ter condições para ser uma das 60 escolhas por parte das equipas da NBA que estarão presentes na cerimónia do draft.

Mas o que distingue Queta dos demais ao ponto de poder garantir um lugar na mais competitiva e mediática liga de basquetebol do mundo?

Neemias Queta: Um defensor de alta robustez

Para se singrar na NBA é preciso possuir características que possam ser úteis às equipas em diversos momentos dos jogos e Neemias Queta representará um excelente dínamo defensivo para a equipa que decidir apostar no jovem de 19 anos.

Do alto dos seus 2,11 metros de altura e dos 102 quilos de peso, Neemias Queta é um verdadeiro atleta pronto para a alta competição, especialmente no que respeita ao basquetebol. E essas características físicas permitem ao jovem barreirense afirmar-se como um dos melhores defensores da nova geração de basquetebolistas que almejam dar o salto para a NBA.

Os seus dados estatísticos nas 35 partidas disputadas durante a temporada que realizou ao serviço dos Utah State Aggies comprovam a sua excelência como defensor na posição de poste.

Neemias anotou uma sólida média de 11.8 pontos por partida numa boa percentagem de 61.4% de lançamentos certeiros. De destacar que o jogador português jogou cerca de 27 minutos por encontro pelo que a sua média superior a 11 pontos por partida ganha maior relevância.

Por outro lado, Queta arrecadou 8.9 ressaltos por jogo demonstrando que junto à tabela é ele quem manda, até porque lhe junta mais 2.4 blocos por jogo. Este registo de 2.4 desarmes de lançamento por partida é realmente um traço daquilo que ele poderá valer num futuro na NBA.

Para que se tenha uma ideia, e embora seja importante notar que na NBA estão os melhores dos melhores, apenas dois jogadores na liga apresentaram uma média de desarmes de lançamento superior ao português ao longo da temporada regular da NBA.

Assumindo que eventualmente lhe será difícil atingir estes números numa primeira fase na NBA, até porque deverá ter tempo limitado de utilização assim como um período de adaptação a uma maior exigência, não parece difícil imaginá-lo a registar números perto dos dois blocos por partida num futuro próximo na melhor liga do mundo.

Um pouco há semelhança de uma boa parte dos postes mais conceituados do mundo, Neemias Queta não regista grandes números no que respeita aos lançamentos livres (56.5%), mas tem ainda tempo de sobra para melhorar nesse departamento ou não tivesse ele apenas 19 anos de idade.

Em suma, trata-se de um pérola defensiva que terá de ser lapidada pela equipa que eventualmente decidir escolhê-lo no draft, pois os sinais deixados não parecem deixar muito à imaginação: trata-se de um poste que pode ser sinónimo de ‘abafanços’ espetaculares na cara das maiores estrelas mundiais, assim como de alguns afundanços que deixem o cesto a abanar por largos momentos.

Não se trata de uma oportunidade única

Com apenas 19 anos e após completar a sua primeira temporada completa numa liga universitária norte-americana, é natural que algumas equipas possam ter algumas reservas quanto à sua utilização e as próximas semanas serão destinadas a prováveis testes por parte das equipas às aptidões do jogador

No entanto, e numa fase em que o jogador irá procurar um agente que o ajude nesta etapa rumo ao draft, parece claro que, mesmo que a sua mudança para a NBA não se concretize já em 2019, o ano de 2020 será praticamente uma certeza quanto a esse destino.

Caso Neemias não ingresse na NBA, ele deverá realizar a sua segunda temporada ao serviço dos Utah State Aggies e muito provavelmente irá fazer crescer os seus dados estatísticos e aguçar ainda mais o interesse de outras equipas.

agiies

Deste modo, não podemos dizer que o jogador formado no Barreirense esteja ansioso por aproveitar uma oportunidade única, visto que o modo como tem dado nas vistas lhe garante uma atenção clara por parte das equipas da NBA, quer seja já este ano, ou num dos anos vindouros.

Assim, os fãs da modalidade em Portugal podem começar a esfregar as mãos, afinal de contas estamos prestes a ter o primeiro jogador português de sempre a jogar na NBA!

Playoffs da NBA já causaram surpresas

Entretanto, já se iniciaram os playoffs da NBA e com eles chegaram algumas surpresas com equipas de topo a apanharem sustos inesperados.

Toronto Raptors, Philadelphia 76ers, Golden State Warriors e Denver Nuggets perderam todos a vantagem caseira ao fim das primeiras duas partidas (todos estão 1-1) e vão precisar de puxar dos galões para seguirem para a segunda ronda.

Se os triunfos dos Orlando Magic em Toronto e dos Brooklyn Nets em Philadelphia foram autênticas ‘pedradas no charco’ contra a monotonia de eliminatórias que pareciam desequilibradas, então o que dizer da forma como os Los Angeles Clippers ‘arrancaram’ um triunfo no Jogo 2 na casa dos campeões Warriors.

Depois de uma derrota pesada no primeiro jogo, tudo indicava que teríamos uma reedição dessa tareia com a formação de Oakland a forjar uma vantagem de 31 pontos em determinado momento da partida, no entanto os Clippers continuaram a lutar e acabariam mesmo por virar o marcador e celebrar um triunfo que, só por si já representa um sucesso imenso para eles nestes playoffs.

Apesar de terem sido surpreendidos em casa, os Warriors de Stephen Curry e Kevin Durant não devem deixar fugir a qualificação para a fase seguinte e os mercados nem sequer reagiram a este desaire no mercado para Campeão em 2019.

Neste momento, a formação de Golden State continua destacadamente favorita à renovação do título a 1.52 na Bet.pt.

Muito cuidado com os Rockets

Como mencionei na projeção dos playoffs da NBA, os Houston Rockets são uma das formações mais talentosas e bem apetrechadas para contestar o recente domínio dos Warriors, e depois de na época passada quase os terem eliminado, a formação orientada por Mike D’Antoni parece estar realmente compenetrada no seu objetivo.

Eles despacharam facilmente os Utah Jazz no Jogo 1 numa partida onde todos os elementos do cinco inicial apontaram na casa dos dois dígitos, e tal é uma grande demonstração de solidez e riqueza de soluções por parte da equipa comandada pelo sensacional James Harden.

Com Chris Paul, Clint Capela, Eric Gordon e PJ Tucker em boa forma no cinco inicial, e Keneth Faried, Austin Rivers ou Gerald Green a providenciarem qualidade vinda do banco, os Rockets são uma força emergente que colocará em xeque o domínio de Golden State já na ronda seguinte.

Rockets

Esta noite, eles procuram adiantar-se para 2-0 frente aos Utah Jazz e estão cotados em 1.35 pela Betclic para o cumprirem, e caso mantenham o nível exibicional da primeira partida penso que os Jazz terão poucos argumentos para travar o seu ímpeto ofensivo.

Neste momento, os Rockets figuram no terceiro lugar dos candidatos ao título da NBA em 2019 a 10.00 na Esc Online, uma das principais casas de apostas de Portugal.

Esta cotação ilustra claramente que o quarto lugar por eles obtido na Conferência Oeste não está de acordo com o real potencial da equipa, e cabe-lhes provar isso mesmo durante as próximas semanas dos playoffs, que prometem ser férteis em emoção.

Será que vamos ter mais algumas equipas de todo a ser surpreendidas brevemente? Todo o cuidado é pouco nesta fase, e todas as equipas estão prontas para deixar tudo em quadra…