Novak Djokovic vs Roger Federer – ATP Finals

Aposta Ganha / Novak Djokovic vs Roger Federer – ATP Finals
Sem categoria

Novak Djokovic:

É o número um mundial definitivo do ano, em mais uma época de grande valor ao vencer em Wimbledon e tendo conquistado 4 torneios Masters 1000.

O sérvio de 27 anos no pós Us open, bateu na final de Pequim, T.Berdych por claros 6/0 e 6/2. A que se seguiu uma presença nas meias-finais de Xangai onde foi batido por Fed Express por duplo 4/6, de regresso aos triunfos conquistou o seu quarto Masters 1000 do ano ao bater na final Milos Raonic por 6/2 e 6/3.

No ATP Finals de Londres, tem brilhado em grande altura vencendo em sets diretos Cilic, Wawrinka e Berdych na round robin, a que se seguiu o triunfo sobre Nishikori em 3 sets, nas meias-finais onde Djokovic acusou alguma falta de concentração.

Novak Djokovic é provavelmente o jogador mais agressivo dos big-4, é um jogador de alta rotação que não tendo um saque muito forte, coloca-o com mestria mas acima de tudo é muito competitivo e agressivo no fundo de court, com uma forehand de direita que raramente lhe deixa ficar mal e mesmo com a sua backhand consegue manter os pontos vivos e não perder o controlo do ponto.

Embora não suba à rede com muita regularidade também é muito eficaz neste aspeto do jogo.

 

Roger Federer:

O recordista de Grand Slams, continua a mostrar que tem mais vidas do que os gastos como se viu nos Masters de Cincinnati e Xangai e ainda ontem no duelo com Wawrinka.

Fed Express voltou em grande estilo no Masters Xangai ao bater Djokovic e G.Simon em sets diretos e continuou na senda do sucesso ao vencer mais uma vez em Basel, tendo especial destaque o triunfo nos quartos de final em sets diretos diante Dimitrov.

Já não esteve tão bem no Masters de Paris pois quedou-se pelos quartos de final onde foi batido por Raonic em 2 parciais equilibrados. Na round robin de Londres Federer humilhou os seus adversários com destaque para o 6/0 e 6/1 que aplicou a A.Murray. Nas semifinais da prova teve que “sacudir” match points de Wawrinka, mas mais uma vez deu volta ao texto em 3 sets.

O número um helvético pode não estar no topo do seu jogo e não ter o mesmo ritmo competitivo de antes e continuar a ter uma esquerda demasiado soft, mas é ainda um dos maiores do jogo, não só pela sua fortaleza psicológica, mas também pela qualidade da sua direita e pela elegância e eficácia dos seus golpes e também beneficia do facto de ter um dos melhores vóleis do circuito mundial.

 

Conclusão:

Creio que Novak Djokovic vai vencer esta partida, não só porque se mostrou mais consistente nas meias-finais mas também porque que se tem tornado o alvo a abater em Londres, já que venceu as finals nos últimos dois anos e beneficia bastante de ter um jogo agressivo e acutilante do fundo do court.

Depois Novak Djokovic tem outra condição física e outra tipo de agressividade com a sua esquerda que Federer não tem, para além de nesta fase das carreiras Djokovic tem mais facilidade do que Roger Federer em manter ritmos e intensidades altas.

Mas não será de desdenhar a possibilidade de Roger Federer conquistar um parcial, afinal é um lutador e muito forte psicologicamente, daí ter batido Wawrinka nas meias-finais mas também tem uma ligeira vantagem diante de Djokovic, no head-2-head, 18/19.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

CASAS DE APOSTAS
4,3 rating
Freebet de 10€ mais 100% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 250 de bónus.
4,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50€ euros.