Prognósticos para Apostas Desportivas Online – Aposta Ganha

O anunciado adeus de Marcel Keizer

Apesar de ter conquistado dois troféus na última temporada, o agora ex-treinador do Sporting, Marcel Keizer, nunca conseguiu convencer totalmente os seus adeptos, e este fraco começo de temporada deitou por terra as suas pretensões de permanecer por muito tempo em Lisboa…

O anunciado adeus de Marcel Keizer: Um projeto que não teve a solidez necessária

Quando chegou ao Sporting, o presidente Frederico Varandas descreveu o técnico holandês como alguém para o futuro que faria a transição entre as camadas jovens e a equipa principal.

O anunciado adeus de Marcel Keizer

Como é agora evidente após o despedimento de Marcel Keizer, este foi um projeto de médio-longo prazo que saiu gorado, não pela falta de conquistas desportivas, mas fundamentalmente pela falha nessa transição dos mais jovens para a equipa principal e, em especial, pela fraca qualidade do futebol apresentado pelo Sporting.

Como todos testemunhámos na época passada, o Sporting necessitou de uma considerável dose de felicidade e muita inspiração de Bruno Fernandes para alcançar as conquistas da Taça de Portugal e Taça da Liga, nunca tendo apresentado um futebol que fizesse os adeptos sonhar com altos voos num futuro próximo.

E a esperança de que toda uma pré-temporada de trabalho com Keizer pudesse trazer mais entrosamento e qualidade futebolística à equipa rapidamente se gorou com péssimos resultados em partidas amigáveis e uma goleada de 0-5 contra o Benfica na Supertaça.

As vitórias sobre Portimonense e Sp.Braga, e consequente ascensão à liderança da Liga NOS ainda mascararam as carências do futebol leonino, mas a merecida derrota caseira diante do Rio Ave ditou a rutura total entre adeptos,
direção e treinador originando o desfecho que todos conhecemos.

Marcel Keizer: Um fecho de mercado atribulado que não ajudou

Como é evidente, as declarações de Marcel Keizer em conferência de imprensa alegando que só tomou conhecimento da provável venda de Bas Dost pela comunicação social não caíram bem no seio da direção do clube, mas talvez tivesse sido mais inteligente informarem o técnico dessa situação com antecedência.

Posteriormente, as vendas de dois titulares como Thierry Correia e Raphinha também não terá ajudado a desanuviar o ambiente, e as chegadas de Yannick Bolasie, Jesé Rodriguez e Fernando terão sido seladas sem o aval do holandês numa já adiantada fase de deterioração das relações entre treinador e dirigentes.

Assim, foi com naturalidade que o Sporting recorreu ao técnico da equipa sub-23 Leonel Pontes. Trata-se de um técnico português com profundo conhecimento do nosso futebol e dos jogadores do Sporting, pelo que poderá desempenhar um bom papel enquanto técnico interino.

Uma experiência ao estilo de Lage?

Muito rapidamente, a imprensa nacional apressou-se a denominar esta nomeação de Pontes como uma espécie de repetição da experiência bem-sucedida do Benfica com Bruno Lage.

Leonel Pontes transita de uma categoria de base do clube e pode fazer a transição de alguns jogadores promissores até à equipa principal a fim de os potenciar, ao mesmo tempo que assegura uma melhor qualidade exibicional no plantel sénior. Mas será isso possível de replicar?

leonel pontes

Como se sabe, não são muitos os exemplos de sucesso no que toca a este tipo de promoções de treinadores, portanto, e embora o exemplo mais recente em Portugal se tenha revestido de sucesso, é muito prematuro estarmos a dizer que também aqui as coisas tenderão a correr bem.

Duas semanas bem-vindas

Há semelhança do que sucedeu na época passada aquando do despedimento de José Peseiro, o presidente do clube voltou a escolher uma altura específica do calendário para consumar uma mudança na equipa técnica.

Em período de pausa competitiva para compromissos de seleções, o novo treinador terá tempo para impor as suas ideias e a própria direção poderá refletir sobre os nomes de um eventual sucessor para Marcel Keizer com um espaço temporal um pouco mais alargado.

Mas após esta pausa, os leões vão entrar numa fase infernal do seu calendário ao disputarem sete partidas num curto espaço de 21 dias, numa média de uma partida a cada três dias.

Liga Europa

Com deslocações ao Bessa, à Vila das Aves e a Eindhoven para a Liga Europa, Leonel Pontes não terá mãos a medir caso permaneça como técnico interino, e certamente que será uma prova de fogo que o irá habilitar ou desabilitar para a função.

Além dessas difíceis saídas, o Sporting recebe ainda o clube sensação da temporada Famalicão para a Liga Portuguesa, o LASK Linz na Liga Europa, e ainda voltará a acolher o Rio Ave no seu estádio em partida da Taça da Liga.

Neste momento, os leões negoceiam a 7.00 na Betano para quebrarem o seu jejum de 17 anos sem celebrarem o título de campeão nacional, mas, para já, há que reorganizar a estrutura da equipa principal a fim de poder lutar por esse objetivo até final da temporada.

Telegram ApostaGANHA
50€ de Bónus
50€ de Bónus
20€ de Bónus
Freebet de 10€