Prognósticos para Apostas Desportivas Online – Aposta Ganha

O Grande Desafio dos Toronto Raptors

Poucos meses após a conquista do seu primeiro título da NBA, a formação canadiana dos Toronto Raptors terá o enorme desafio de defender o cetro sem a estrela que comandou as tropas até esse sucesso, Kahwi Leonard.

Desafio dos Toronto Raptors: Nick Nurse precisa inventar uma nova fórmula

O comandante que guiou a equipa ao título na época passada, Nick Nurse, terá a hercúlea tarefa de defender essa conquista sem a estrela da companhia que tornou tal feito bem mais possível do que seria expectável em determinado momento da temporada.

Desafio dos Toronto Raptors

Leonard estava em final de contrato e decidiu abraçar rapidamente outro desafio, desta feita em Los Angeles ao serviço dos Clippers, onde contará com uma equipa jovem e promissora, e ainda com o complemento de outra superestrela de seu nome Paul George.

Assim, Nurse – agora primeiro treinador de sempre a vencer a D-League e a NBA – terá por missão reconstruir uma equipa que estava alicerçada em torno de Leonard.

A equipa manteve a base que foi campeã com Kyle Lowry, Marc Gasol, Serge Ibaka e Pascal Siakam como excelentes jogadores de equipa capazes de auxiliar uma superestrela, porém desta feita não haverá uma verdadeira estrela e cabe ao técnico canadiano criar uma estrutura coletiva que mascare essa carência do ponto de vista individual.

Toronto Raptors: Período de transição?

Naturalmente, falar é muito fácil, mas tornar tal missão numa realidade é bem mais complicado.

Para além de boa parte dos jogadores mencionados acima já serem veteranos que não devem ser demasiadamente utilizados durante a temporada para conservarem energias para os playoffs, parece existir alguma falta de jovens talentos a despontar que possam auxiliar verdadeiramente ao sucesso da equipa.

Fred VanVleet foi uma boa surpresa na caminhada até ao título na época passada enquanto lançador exterior e Rondae Hollis-Jefferson também pode ser uma ajuda nesse departamento, no entanto parece existir alguma falta de profundidade no plantel que poderá impossibilitar uma estabilidade ao longo da temporada.

Desse modo, é justo colocar a questão: estará a formação de Toronto a iniciar um novo ciclo?

Para que tal se torne mais visível, poderemos assistir á debandada de alguns veteranos como Lowry ou Ibaka num futuro próximo, algo que pode tornar-se realidade se a época regular correr realmente mal.

Imaginando que a equipa passa por dificuldades para atingir sequer um lugar de acesso aos playoffs, a direção do clube poderá optar por iniciar já um processo de remodelação, abrindo espaço para novos jovens talentos em detrimento dos veteranos pagos a peso de ouro neste momento.

Casas de apostas pouco entusiasmadas com os campeões

Outro dado que não pode ser escamoteado é o estatuto de campeões que os jogadores irão transportar em campo, algo que normalmente tende a colocar pressão acrescida na equipa, bem como uma superior vontade das equipas adversárias em os derrotarem.

Juntando tudo isso em cotações decimais não é difícil de entender que os Toronto Raptors corram muito por fora nas contas dos mais diversos títulos, desde o troféu de vencedor de conferência até ao título máximo de toda a liga.

Na Betclic, os Raptors ( 10.00) surgem apenas na 5ª posição da lista de candidatos à conquista do título da Conferência Este, atrás de formações emergentes como os Milwaukee Bucks ( 2.40), Philadelphia 76ers ( 3.20), Boston Celtics ( 8.00) ou Brooklyn Nets ( 9.50).

campeoes nba

Estendendo esta análise a toda a liga norte-americana de Basquetebol verificamos que a formação de Toronto figura numa modesta 11ª posição entre o leque de favoritos a suceder a eles mesmos nas principais casas de apostas.

Os Raptors estão avaliados a 35.00 na Betclic para renovarem o título de campeões da NBA numa lista liderada pelas formações de Los Angeles – LA Clippers a 4.30 e LA Lakers a 5.00 – mas será esta uma cotação justa pelos campeões da NBA?

Honestamente, parece-me que sim.

A equipa perdeu a sua grande referência que fazia todo o restante conjunto girar à sua volta, e esse poderá ser o principal problema e desafio para Nick Nurse.

Ninguém duvida da qualidade de elementos como Lowry, Ibaka ou Gasol, mas nos anos mais recentes a formação de Toronto sempre teve a sua estrela – primeiro com DeMar DeRozan e depois com Kahwi Leonard, pelo que estes jogadores não estão acostumados a assumir as rédeas do jogo durante um período prolongado e, como se sabe, a capacidade de iniciativa e confiança para assumir jogadas e lançamentos é absolutamente decisiva para que se possa obter sucesso.

A nova temporada inicia-se já a 22 de Outubro e a partir daí poderemos começar a verificar se realmente Toronto poderá ou não defender o seu título de um modo, pelo menos competitivo. Não será fácil, certamente.