Os planos da UEFA para concluir as ligas europeias

Aposta Ganha / Destaques do Desporto e das Apostas / Os planos da UEFA para concluir as ligas europeias

A situação pandémica no mundo teima em não abrandar e a UEFA tem, neste momento, três datas para o reinício das competições de clubes na Europa na esperança de as poder concluir até pelo menos finais de Julho, início de Agosto.

Aleksander Ceferin mantém a confiança

Apesar do cenário da pandemia do Covid-19 continuar algo negro tendo em conta a sua propagação em proporções muito preocupantes, a verdade é que a UEFA continua confiante de que as temporadas de clubes se poderão concluir durante o verão.

Os planos da UEFA para concluir as ligas europeias

Em entrevista ao jornal italiano La Repubblica, o presidente da UEFA confirmou existirem três cenários possíveis de reatamento das competições domésticas das mais variadas ligas europeias, bem como da fase final da Liga dos Campeões e da Liga Europa.

No primeiro cenário, a expetativa da UEFA é poder retomar as competições em finais do mês de Maio, algo que continua a ser possível pois a pandemia poderá ser travada e atenuada durante os dois próximos meses de Abril e Maio, potenciando assim pensar nesse regresso do futebol no final de Maio.

No segundo cenário, e conjeturando um maior ‘timing’ para controlo da pandemia bem como de preparação das equipas para o regresso à competição, Aleksander Ceferin aponta para o início de Junho com as competições a poderem prolongar-se até finais do mês de Julho ou início de Agosto.

O último cenário que poderia permitir o final das competições de clubes ainda esta temporada passaria pelo reatar das festividades apenas para finais de Junho e aí as competições teriam forçosamente que se estender até ao mês de Agosto, provavelmente ocupando todo o mês para que se pudessem concluir.

O presidente da UEFA alertou, no entanto, que tudo isto não passam de planos que naturalmente poderão ter de ser ajustados à medida que as coisas forem evoluindo, afinal trata-se de um novo vírus que ainda está a ser estudado pelo que será sempre difícil apontar uma data segura para o retomar das competições de clubes em tempo útil.

Solidariedade terá de imperar em tempo de crise

Muitos clubes e jogadores de futebol estão a sentir muitas dificuldades por estes dias, não só por receio ou mesmo pela contração do coronavírus, mas igualmente por terem o seu futuro em suspenso.

Clubes gigantes como Atlético de Madrid, Barcelona ou Juventus já negoceiam uma redução salarial com os seus jogadores de modo a poderem manter-se à tona em tempos de dificuldades, mas este não é um problema exclusivo das grandes estrelas.

Em Portugal, por exemplo, o Desportivo das Aves continua com sérias dificuldades financeiras na Liga NOS enquanto muitos outros clubes da Segunda Liga ou Campeonato de Portugal estarão em autênticas manobras de contorcionismo para não falharem os seus compromissos junto dos jogadores.

O caso é particularmente delicado nas ligas inferiores pois estamos a lidar com ordenados mais baixos e com pessoas que muitas vezes dependem desses salários para subsistir, nomeadamente no que toca a compromissos com créditos, pagamentos de rendas, etc…

O exemplo vindo da Bundesliga

Num cenário como estes, e apesar das dificuldades de todos, cabe aos clubes grandes darem o exemplo. E no contexto da Bundesliga isso ficou a nu com os quatro clubes que esta época participaram na Liga dos Campeões a terem uma atitude verdadeiramente solidária. Bayern de Munique, Borussia Dortmund, RB Leipzig e Bayer Leverkusen acordaram juntar 20 milhões de euros para distribuírem pelos clubes da Bundesliga e 2.Bundesliga que estejam a enfrentar maiores dificuldades.

Esta é uma verdadeira prova de solidariedade em tempos de crise que demonstra que, no futebol, tal como na vida real, as pessoas podem ser bondosas e unir-se em torno de uma causa quando as coisas realmente apertam. O dinheiro deriva dos direitos televisivos dos quatro clubes nas competições domésticas (75%) e dos próprios cofres dos clubes em questão (25%), e a DFL conseguiu chegar a acordo com os clubes, pois os mesmos têm receitas muito superiores aos restantes por conta da sua participação na Fase de Grupos da Liga dos Campeões.

Torcer para que primeiro plano seja colocado em prática

Honestamente, torço para que o primeiro plano de Aleksander Ceferin possa ser colocado em prática e o futebol retome ainda no mês de Maio. E não, não estou a pensar exclusivamente na importância que isso teria para a indústria do futebol que assim poderia concluir as suas temporadas de modo natural, mas estou fundamentalmente a deseja-lo porque, tendo em conta a sensibilidade da UEFA, isso significaria que a pandemia do Covid-19 estaria praticamente dominada por esses dias, permitindo assim o recomeço das competições sem demasiadas restrições, embora os jogos à porta fechada pudessem prosseguir por mais algum tempo.

 

Gostastes do nosso conteúdo? então regista-te no nosso canal oficial no Youtube. Além disso, entra em nossas redes sociais como o Instagram e Twitter para se manteres bem informado.

Um sitio perfeito para receberes tudo do AG é o canal no Telegram. Também no chat podes conversar com mais de 2.500 apostadores ao vivo sobre as melhores apostas. Se estas a procura dos Pros acede também os Tipster Profissionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




CASAS DE APOSTAS LEGAIS
3,3 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a apostas desportivas online.
4,0 rating
10€ Gráris mais 200% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 50 de euros.
3,5 rating
5€ Grátis com o Código Promocional: apostaga
mais Bónus no primeiro depósito até um máximo de 100 euros.
3,0 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 100€ euros.
3,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito aposta sem risco até 50 euros.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.
3,8 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 100% até um máximo de 100 euros.
4,3 rating
Freebet de 10€ mais 100% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 250 de bónus.
4,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50€ euros.