Apostas Online em Portugal – Aposta Ganha
Apostas Online

        Apostas Online em Portugal. Prognósticos, Tips e Guias de como apostar nos sites de apostas

Pior ano de sempre nas apostas – 2020

E de repetente tudo mudou. Parou o futebol quase em todo lado, e até à data da elaboração este artigo a Turquia ainda é a liga que merece atenção. Como já ouvi dizer, o Mundo conforme conhecíamos mudou, nada será como dantes, e levará muito tempo a voltar ao “normal”. 

Pior ano de sempre nas apostas – 2020

Culpa? Claro já sabemos, Coronavírus (Covid-19) palavras que nunca mais iremos esquecer, e uma vez mais, fez mudar o nosso paradigma na vida e claro consequentemente nas apostas. Não é só as pessoas que irão ressentir desta situação, o futebol sobre o desporto em geral irá sentir e muito as paragens dos campeonatos.

Pior ano de sempre nas apostas – 2020

Ninguém sabe e ninguém arrisca datas para os seus inícios ou o que vai acontecer com as competições adiadas, e incluímos aqui o Euro 2020. Portugal arrisca-se a ser o Campeão europeu em título durante mais anos, claro pelas piores noticias.

Parecia que estava a adivinhar, claro não nesta magnitude, que este ano de 2020 seria o nosso pior ano em apostas, e pelos vistos não me enganei. Primeiro porque as odds as linhas as casas estavam mais Sharp’s o ataque ao nosso bolso estava a ser maior do que o normal.

Depois as opções para apostar ainda com alguma qualidade desapareceram, desde da 1xbet por exemplo não estar em Portugal (ilegalmente) e passar para a fase de busca de licença, assim como a Pinnacle não aceitar também portugueses no ato da inscrição.

Grande mudança no alinhamento, fomos mês após mês ver o nosso “mercado” a mudar drasticamente

As opções são poucas e o mercado português, mesmo com oferta, não é a melhor opcção com quem ganha dinheiro com isto, falo a nível de quem aposta profissionalmente como de quem vive dos RS(s) das casas de apostas ou até dos CPA(s).

Os sites, os grupos de Facebook o que viva indiretamente ou diretamente disto irá sofrer com isto, e agora ainda mais com a paragem dos campeonatos. As casas não vão ter jogos para oferecer, e acredito que a aposta das casas vai-se centrar nos fantasy games, casino ou outro tipo de apostas que chamamos de “virtuais”.

O “golpe” vai ser duro e acredito que nesta fase até as casas de apostas estão a pensar o que fazer e como fazer. Aliás não acredito que a malta que vai ficando de quarenta em toda a Europa continue a fazer depósitos nas casas de apostas pois espera-se que as pessoas poderão precisar do dinheiro para depois. Mas isto é tudo um “suponhamos”.

Este artigo e tipo shampoo e amaciador, dois em um, falar do actual momento nos países europeus, de apostas e do seu mercado, mas também perspectivar ou oferecer opções diferentes e prepara-nos para o que aí vem!

O conselho que vos posso dar a todos é que podemos sempre aproveitar esta pausa, pequena ou grande, vai depender, para voltar à escola, voltar a ler. Depreender os artigos de apostas, procurar mais informação que nos faça ser mais capazes de enfrentar as casas de apostas.

Fazer um estudo exaustivo ao nosso registo, procurar erros de analise ou de compreensão do mercado ou até verificar como é que nós estamos até a este actual momento. Pensar, mudar o que está mal, ou simplesmente avaliar o nosso método de apostas e tentar extrair e aproveitar ao máximo o tempo que temos sem grandes coisas para apostar.

Aconselho vivamente a não apostarem só porque sim, tentem seguir alguns apostadores mais experientes, sobretudo os Live(s) de alguns Tipster, pois com a falta de Know How das competições que ainda rolam a melhor opcção é mesmo estar a ver o jogo “in loco”.

Apostas ao Vivo

O momento é complicado, mas temos que olhar sempre para a parte do copo meio cheio e não meio vazio. Estudar, ler, e aproveitar que a maior parte dos apostadores mais experientes também estão parados e questiona-los e abordar a comunidade de apostadores para questões que vocês tenham mais duvidas.

Aproveitar o tempo daqueles que mais sabem ou melhor se adaptam e claro aproveitar para passar também o tempo com as mesmas pessoas que andam neste mundo e que passam exatamente o mesmo que vocês estão a passar.

Vivem-se e vão-se viver momentos complicados, não sou muito alarmista, mas preocupado estou, e, portanto, penso que possamos passar algum tempo sem desportos até que esta situação normalize e que devagar volte tudo ao normal.

Mesmo depois disso, teremos que nós mesmos ir devagar para perceber como é que vai arrancar, e com que ferramentas vamos ter que arranjar para saber como estarão os jogadores nessa altura e pelo que passaram.

Bem até lá vamos estando por aqui acompanhar caso a caso e ficarmos a par do que depois podemos e devemos ter em conta para a retoma das apostas, digamos voltar a apostar! Hoje estamos numa fase de incerteza, de viver o dia a dia, sempre atentos ao que se passa, aqui e no Mundo, e acredito que assim vai ser durante algum tempo. Como disse anteriormente, aliás no começo deste artigo o mundo que nós conhecíamos irá mudar certamente.

As apostas também vão mudar, acredito que no arranque dos campeonatos, os sites de apostas assim como os apostadores estarão com “fome de bola” e basicamente estão doidos para voltar a carregar no “gatilho”.

Por isso esta paragem pode servir para muita coisa, e uma coisa que me veio á cabeça, quando vi as ligas a serem adiadas, foi, controlo. Vamos passar algum tempo sem apostar com as mesmas diretrizes que fazíamos, isso pode-nos ajudar no nosso controlo emocional. Muitos também irão centrar-se mais nas suas famílias o que por um lado poderá ser benéfico, na gestão emocional e familiar!

Aproveitar para refletir sobre estes dois pilares com uma “pausa forçada” nas apostas, poderá para muitos até ser benéfica de alguma maneira

Acredito que depois de uma experiência menos boa ou de passarmos por esta epidemia, vamos sair mais fortes, e vamos ser mais capazes, de apostar com mais qualidade e saber ter mais controlo naquilo que fazemos.

Este tempo também irá servir para valorizarmos e sobretudo fazer aquela gestão de tempo que devemos de ter para a família e para apostas. Claro que tinha que falar, ou melhor escrever sobre isto, tenham cuidados de etiqueta respiratória, afastarem de aglomerados de pessoas, evitem sair de casa. Isto é sério, não pensem que só acontece aos outros, isto pode estar em todo lado, protegendo-se a si, protege os seus e a sua comunidade.

Os alertas na televisão são constantes, e não têm desculpas para não saberem o que fazer e como fazer. Toda a hora volta a referir o que fazer e como fazer em casa, e o que fazer em casos de suspeita ect ect.

Não queiram aparecer naquelas fotos, como aparece nas redes sociais à noite em bares, ou nas praias, não sejam protagonistas de um maior desastre do que ele já é! Ajudem a vossa comunidade, os vizinhos mais velhos, esses que são pessoas de mais risco de contraírem esta infecção, e protejam-se e protejam também a eles.

Não açambarquem, papeis higiénicos, nem comida em demasia, não terão necessidade de o fazer. Os combustíveis não vão acabar nem a comida vai acabar, se não temos arroz teremos massa, e devagar com calma tudo será reposto.

Preocupa-me o porquê de tanto papel higiénico, e fico a pensar que deve ser o único a ter um bidé em casa ou uma banheira ou água canalizada. Enfim, chego à conclusão que quando vejo atuação destes jovens que não passam uma noite sem saírem para ir beber uns copos, das duas três ou não sabem nem dão valor ao próximo, ou então têm um severo problema com o álcool. Ou então têm problemas de claustrofobia, ou alguns, terão distúrbios de personalidade, enfim!

O atual momento é de todos, não saia de casa sem ter um belo motivo para tal, não esteja em aglomerados de pessoas e use e abuse da etiqueta respiratória assim como lavar bem as mãos.

Hoje somos todos a contribuir para todos, se cada um fizer o seu papel, estou certo que iremos passar por esta batalha dura que temos pela frente. As apostas como sempre conhecemos, mesmo com mais ou menos dificuldade, vão voltar, as competições também, e arriscamos-nos a estar melhor preparados aproveitando esta pausa forçada pelo Covid-19.

Um momento complicado para todos, jogadores, equipas, ligas e casas de apostas e todos aqueles que vivem deste meio, mas que se ajudarmos todos poderá ser rápido e conseguirmos ultrapassar isto todos juntos.

Amigos e companheiros de apostas, juntos vamos vencer este inimigo que não vemos, mas que nos trás muitas preocupações a nós e há nossa família. Vamos ajudar-nos, vamos estudar, vamos estar mais próximos da nossa comunidade e ultrapassar este inimigo “oculto”.

Protejam-se, cuidem de nós, e sigam as orientações, e por favor não façam disparates, não ajudem o inimigo. Desta vez o nosso “inimigo” não é uma casa de apostas que nos dá probabilidades com algumas margens, mas um inimigo que nos deixa com muitas poucas de probabilidades, certo?

Amigos, estamos juntos! Vamos estar juntos e vamos proteger-nos e ajudar a comunidade? Conto convosco e contem com o ApostaGanha para ajudar a superar esta grande dificuldade! Tenham cuidado!

Um grande abraço e obrigado a todos aqueles que estão na linha da frente para nos ajudar e não nos deixar morrer!

2 Comentários

  1. Avatar

    Valter Manuel Domingos

    16 de Março de 2020 at 23:24

    Parabéns Ricardo por mais este excelente artigo revela toda a ansiedade medos incertezas que todos nós temos enquanto apostadores e enquanto seres humanos , Abraço

    • Avatar

      Spinosa

      21 de Março de 2020 at 11:42

      Obrigado eu, uma reflexão um desabafo até e apenas. Vamos estar juntos nesta hora complicada!

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *