Se a reta final do jogo do passado fim de semana, para o campeonato, entre Braga e FC Porto, já tinha gerado emoção a rodos, o jogo desta quarta-feira, da primeira mão das meias finais da Taça de Portugal, não se ficou por menos. Debaixo de fogo está a arbitragem de Luís Godinho, que expulsou Luis Díaz e Matheus Uribe, com grande contestação no lance do primeiro.

ESTALOU A MAIOR POLÉMICA DOS ÚLTIMOS TEMPOS NO FUTEBOL PORTUGUÊS

As pressões à arbitragem por parte do FC Porto começaram cedo neste campeonato, mas sobretudo por via de comunicados de imprensa e declarações acusatórias por parte de Francisco J. Marques, diretor de comunicação dos “dragões”.

Ainda assim, nos últimos dias a contestação azul e branca às equipas de arbitragem subiram de tom, sobretudo após as declarações bombásticas de Sérgio Conceição, na sequência do empate a 0-0 com o Belenenses, no Estádio Nacional do Jamor.

No último domingo, o FC Porto realizou a primeira de duas visitas à Pedreira e empatou a 2-2 com o Braga, num jogo marcado pela polémica expulsão de Tecatito Corona, na sequência da amostragem de dois cartões amarelos duvidosos, por parte de Artur Soares Dias.

Na ocasião, o adjunto Vítor Bruno apresentou-se na “flash-interview”, mas ninguém da comitiva do FC Porto compareceu na conferência de imprensa, algo que era permitido a Sérgio Conceição, não obstante ter recebido ordem de expulsão durante os 90 minutos.

Esta quarta-feira, mais achas para a fogueira, com um rol de lances de dúbia interpretação que culminaram com um empate entre Braga e FC Porto, a 1-1, com o golo dos minhotos marcado aos 90+9’, após 12 minutos de compensação.

Aquando do golo da equipa de Carlos Carvalhal, já o FC Porto se encontrava com apenas nove elementos, fruto das expulsões de Luis Díaz e Matheus Uribe.

Se o colombiano acabou por ser bem expulso, após ter desferido uma agressão de cabeça a Ricardo Esgaio, o lance arrepiante entre Luis Díaz e o jovem central David Carmo deixou muita margem para dúvidas.

Porto e Braga empatam sob pano de enorme polémica de arbitragem

O defesa do Braga acabou mesmo com uma fratura exposta, com imagens impressionantes a olho nu. No entanto, ao consultar as imagens da repetição parece que a entrada de Díaz é completamente inocente, até porque surge frações de segundo após um remate desviado para canto.

A verdade é que o árbitro Hugo Miguel, VAR designado para o jogo desta primeira mão das “meias” da Taça, chamou Luís Godinho a consultar as imagens e o árbitro principal acabou por mostrar o cartão vermelho direto a Luis Díaz, que deixou o relvado em lágrimas. Temos um artigo exclusivo sobre A Influência do VAR.

A decisão mereceu enorme contestação pelo banco do FC Porto, com Conceição à cabeça, que terá mesmo ameaçado abandonar o terreno de jogo em conjunto com a sua equipa.

«11 PARA 11 LEVAVAS CINCO OU SEIS», SÉRGIO CONCEIÇÃO PARA CARLOS CARVALHAL

As imagens e o som foram captados pela equipa da TVI. As palavras pouco simpáticas tiveram como emissor o treinador do FC Porto e foram dirigidas ao seu homólogo do Braga, cuja reação não se terá captado ou sequer existido.

Visivelmente enervado e perturbado com a atuação da equipa de arbitragem liderada por Luís Godinho, Sérgio Conceição disse mesmo a Carlos Carvalhal que com «11 para 11 levavas cinco ou seis», em alusão às duas expulsões com que o Porto acabou a partida desta quarta-feira.

Em conferência de imprensa após o jogo, o treinador do Braga escusou-se a alimentar polémicas e referiu apenas que Conceição o tinha «cumprimentado».

PINTO DA COSTA APARECEU NA SALA DE IMPRENSA PARA DIZER «BASTA!»

Pelo terceiro jogo consecutivo, Sérgio Conceição não compareceu à habitual conferência de imprensa que é realizada após a conclusão das partidas, alegadamente em sinal de protesto para com as arbitragens mais recentes dos jogos do FC Porto.

Ao invés disso, apareceu de surpresa o presidente Jorge Nuno Pinto da Costa, que começou por lamentar a grave lesão sofrida por David Carmo no lance com Luis Díaz, garantindo posteriormente que «ninguém nos verga».

«Basta! Vamos dizer aqui, solenemente, basta! Queremos paz no futebol, mas não nos provoquem nem brinquem mais com o FC Porto. Apelo à serenidade, mas digo basta. Sei que neste país não temos Secretário de Estado do Desporto porque morreu. Não foi enterrado mas está morto ou desertou. Basta!», disparou o presidente dos “dragões”.

Entretanto, surgiram algumas notícias que apontam no sentido de terem aparecido na Internet os contatos telefónicos de vários elementos afetos à arbitragem portuguesa, o que promete vir a criar pano para mangas e fazer ainda muita tinta correr nos próximos dias.

 

Gostaste do nosso conteúdo?
Então regista-te no nosso canal do Youtube e assiste aos nosso Podcasts de Apostas. Entra nas nossas redes sociais Facebook, Instagram, TikTok e Twitter. Ainda tens o nosso Canal de Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




CASAS DE APOSTAS
3,0 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a apostas desportivas online.
3,5 rating
10€ Gráris mais 200% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 50 de euros.
3,5 rating
5€ Grátis com o Código Promocional: apostaga
mais Bónus no primeiro depósito até um máximo de 100 euros.
3,3 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 100€ euros.
3,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito aposta sem risco até 50 euros.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.
4,0 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 100% até um máximo de 100 euros.
4,3 rating
Freebet de 10€ mais 100% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 250 de bónus.
4,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50€ euros.