Prognósticos para Apostas Desportivas Online – Aposta Ganha

Portugal inicia defesa do título europeu frente à Ucrânia

Antes de pensar em revalidar o título europeu conquistado em 2016 em França, a seleção nacional precisa assegurar a sua presença na fase final e para isso terá de superar a Fase de Qualificação.

A sua estreia no Grupo B acontece já esta sexta-feira no Estádio da Luz diante da Ucrânia.

Portugal vs Ucrânia: Fernando Santos não quer relaxamentos

Na última fase de qualificação em que participou – de acesso ao Campeonato do Mundo de 2018 na Rússia – Portugal precisou de puxar dos galões com nove vitórias consecutivas depois de ter entrado em falso com uma derrota na Suíça.

E com esse desaire ainda bem presente na mente, é provável que Fernando Santos alerte os seus jogadores para os perigos de iniciar mal as campanhas de qualificação.

Portugal vs Ucrânia: Fernando Santos não quer relaxamentos

Frente à Ucrânia, Portugal tem oportunidade de dar o primeiro passo firme rumo à Fase Final do Europeu 2020 ao mesmo tempo que deixa um rival nessa luta já em situação menos confortável.

A seleção lusa é favorita a vencer este Grupo B, mas terá concorrência potencialmente forte sob a forma da Sérvia e Ucrânia, ambas formações com qualidade individual, mas que nem sempre conseguem apresentar coletivos fortes.

Neste embate de estreia, Portugal parte como destacado favorito a  1.39  na ESC Online e atendendo ao histórico recente das duas equipas é perfeitamente natural que assim seja.

A formação das quinas tem imensos jogadores a jogar nas melhores ligas europeias, já para não falar de Cristiano Ronaldo pelo que a missão ucraniana em Portugal se avizinha complicada.

Regresso de CR7 dá poder ofensivo a Portugal

Após um período de ausência da seleção pós-Mundial, Cristiano Ronaldo está de regresso à equipa com o intuito de cooperar para uma campanha sólida rumo ao Euro-2020.

Ronaldo esteve ausente durante cerca de meio ano, e nesse período viu a seleção nacional vencer o seu Grupo da Liga das Nações e carimbar o passaporte para a Final-Four da prova que, curiosamente decorrerá no nosso país em Junho deste ano.

Mas olhando para o presente e para este confronto diante da Ucrânia, parece evidente que a presença do melhor jogador da história do nosso país poderá ser importante quando a formação nacional intensificar a sua pressão sobre os ucranianos na noite desta sexta-feira em Lisboa.

Cristiano é o melhor marcador da história das seleções nacionais e chega em grande forma depois de apontar um hat-trick ao Atlético de Madrid na Liga dos Campeões, portanto será certamente um grande trunfo luso para entrar com o pé direito nesta Fase de Qualificação.

A sua influência no ataque nacional é indesmentível e a Betclic encontra-se a oferecer  1.75  por um golo do português no Estádio da Luz este fim-de-semana.

Como já afirmei, ele encontra-se num período de grande fulgor e provavelmente será também incumbido de bater pontapés livre e Grandes Penalidades, se necessário, pelo que a probabilidade de marcar pelo menos um golo nesta partida é relativamente alta.

Criatividade lusa pode ser irresistível para ucranianos

Mas engane-se quem pensa que Portugal só vive às custas de Cristiano Ronaldo. Isso ficou provado durante a campanha lusa na Liga das Nações com diversos jogadores de grande qualidade a mostrarem as suas credenciais.

Na verdade, Portugal tem neste momento ferramentas extraordinárias para arrombar qualquer defesa deste planeta.

Para além de um dos maiores goleadores de todos os tempos, a equipa nacional tem ainda o habilidoso Bernardo Silva que está a realizar uma época sensacional no Manchester City de Pep Guardiola, tem também um competente André Silva que normalmente combina na perfeição com CR7, e conta ainda com excelentes opções em todos os sectores mais recuados.

No meio-campo, tem Danilo, William e Rúben Neves para as posições mais recuadas e João Moutinho, Pizzi ou João Mário nas posições mais intermédias.

Na defesa, salta à vista a qualidade dos defesas laterais, nomeadamente de João Cancelo pelo flanco direito e de Raphael Guerreiro pelo flanco esquerdo.

Convém ainda reter nomes como Gonçalo Guedes – que parece estar a reencontrar a boa forma no Valência após lesão – e Rafa Silva – que vive o seu melhor momento de forma desde que assinou pelo Benfica há alguns anos.

Também o jovem João Félix foi chamado, embora a sua utilização deva ser escassa tal é a concorrência nas posições que ocupa.

Dyego Souza naturalizou-se português e pode ser opção para substituir André Silva em caso de necessidade, enquanto Bruno Fernandes não poderá comprovar a boa forma que tem apresentado ao serviço do Sporting, pois contraiu uma lesão que levou à sua dispensa.

Assim, fica perfeitamente identificada a qualidade e criatividade que reina no seio desta seleção nacional que, naturalmente tem de ser apontada como favorita para este embate diante de uma Ucrânia organizada, mas pouco virtuosa.

Ucrânia: ‘abrasileirados’ para suprir ausência de Yarmolenko

A novidade na seleção ucraniana para este desafio é a chamada de Júnior Moraes, atacante brasileiro de 31 anos do Shakhtar Donetsk, recentemente naturalizado ucraniano.

Moraes joga no futebol ucraniano há quase uma década e tal conferiu-lhe o direito de receber um passaporte ucraniano que o habilitou a ser convocado.

Andriy Shevchenko, estrela do futebol ucraniano e atual selecionador, não esperou muito tempo e à primeira oportunidade chamou o veterano goleador do campeão ucraniano.

Esta chamada como que chega no momento certo uma vez que a Ucrânia está impedida de contar com aquele que é unanimemente considerado o grande jogador ucraniano da atualidade.

moraes ucrania

Andriy Yarmolenko tem sido o principal artilheiro da equipa e vinha brilhando ao mais alto nível no futebol inglês ao serviço do West Ham, no entanto uma grave lesão tem-no mantido de fora dos relvados desde Outubro.

Assim, Shevchenko procura dotar a sua equipa de sangue novo no ataque com o objetivo de surpreender Portugal. De notar, que também Marlos, jogador do Shakhtar, se recentemente ucraniano e acrescenta criatividade e qualidade individual ao meio-campo da formação do leste europeu.

Ainda assim, fica a sensação que tal poderá ser insuficiente para surpreender em Portugal com as Casas de Apostas a avaliarem um triunfo ucraniano em  8.05 .

Um Empate  4.12  já seria um excelente resultado para os visitantes que certamente tentarão fazer do fator casa o seu principal trunfo nesta campanha.

Mas não será fácil à Ucrânia suster o forte ataque luso, até porque Yaroslav Rakitskiy, um dos mais experientes defensores da formação ucraniana será baixa para o duplo compromisso frente a Portugal e Luxemburgo.

O jogador trocou o Shakhtar Donetsk pelos russos do Zenit em Janeiro e tal não será sido muito bem acolhido no seu país onde as tensões políticas com a Rússia continuam na agenda mediática. Assim, o jogador fica de fora e enfraquece um setor recuado dos ucranianos que, só por si já não era propriamente forte…

Começar de modo autoritário?

Parece claro que Portugal possui mais e melhores argumentos que a seleção ucraniana, e perante um Estádio da Luz lotado, todos os fatores parecem estar a favor dos campeões da Europa.

Tendo isso em conta, creio ser perfeitamente natural olhar a outros mercados além do simples triunfo luso.

O mercado do Handicap Asiático -1.5 encontra-se a pagar  2.15  na ESC Online e parece ser uma boa alternativa para aqueles que acreditam num triunfo confortável da turma lusitana.

Caso aposta no Handicap Asiático -1.5 irá necessitar que Portugal vença por dois ou mais golos de diferença para ter uma aposta vencedora e, na verdade essa suposição não parece assim tão difícil de alcançar para uma formação portuguesa confiante e em bom momento.

Por vezes, o que define o bom momento das equipas nacionais é a forma dos seus jogadores mais importantes e nesse departamento Portugal não se pode queixar.

portugal cr7

Cristiano Ronaldo respira confiança, Bernardo Silva é uma máquina de criação e elementos como Rúben Neves, João Moutinho, João Cancelo ou Raphael Guerreiro estão com grande ritmo nos seus clubes e claramente confiantes nas suas capacidades.

Com base nisto, será igualmente de avaliar um mercado que combina dois desfechos possíveis: trata-se do Portugal/Mais de 2.5 Golos a  2.35  que implica um triunfo português numa partida com mais de dois golos. Odds que podes encontrar na Bet pt.

Portugal tem claramente condições para marcar três golos aos ucranianos, e mesmo que se fique pelos dois, esta aposta pode ser ganha no caso da Ucrânia conseguir marcar o seu golo.

Em suma, temos várias alternativas de aposta para este embate que representam maior valia do que um triunfo simples de Portugal que paga um valor pouco apelativo, tendo em conta o teórico favoritismo da turma de Fernando Santos.

Sérvia no horizonte

Portugal voltará a entrar em cena na segunda-feira seguinte para receber a Sérvia, também no Estádio da Luz, e em caso de vitória nos dois encontros a formação lusa dará um passo bem largo rumo à qualificação, bastando-lhe depois cumprir a sua obrigação frente às mais frágeis formações do grupo antes de procurar pelo menos um empate nas deslocações à Ucrânia e Sérvia.

Esta fase de qualificação para o EURO 2020 entrará a todo o vapor e Portugal precisa estar alerta para não consentir veleidades aos seus rivais nos primeiros toques na bola do Grupo B.

Uma entrada afirmativa pode descomplicar um Grupo B que até contem alguns perigos senão precavidos com antecedência.