Prognósticos para Apostas Desportivas Online – Aposta Ganha

Rafa Nadal lançado para o tetra no US Open

Dificilmente poderíamos esperar uma caminhada mais vantajosa para o tenista espanhol no Open dos Estados Unidos. Passarei a explicar porquê abaixo num artigo que permitirá entender por que razão Rafa Nadal apresenta cotação tão baixa para vencer o US Open em 2019…

Rafa Nadal lançado para o tetra no US Open: Forma e calendário do seu lado

Além de ter preparado o torneio da melhor forma com um triunfo no Masters 1000 de Montreal e duas semanas de descanso posteriores, Rafa Nadal beneficiou de um calendário muito favorável às suas ambições.

Rafa Nadal lançado para o tetra no US Open

Na sua metade do quadro, o tenista espanhol evitou ilustres conhecidos como Novak Djokovic, Roger Federer, Daniil Medvedev ou Stan Wawrinka.

Naturalmente, isso permite-lhe fazer uma campanha mais tranquila até às fases decisivas, até porque outros jogadores potencialmente perigosos como Nick Kyrgios, Dominic Thiem ou Stefanos Tsitsipas foram precocemente afastados do torneio.

Para além disso, o Rei da Terra Batida beneficiou da desistência de Thanasi Kokkinakis em partida da segunda ronda pelo que chega à derradeira semana de competição com menos um encontro disputado que os seus maiores rivais.

Até ao momento, Rafael Nadal somou três vitórias e só consentiu um set, precisamente na última ronda diante do croata Marin Cilic que lhe colocou o primeiro verdadeiro teste na competição.

Mas voltando aos rivais, a noite de ontem voltou a trazer notícias encorajadoras para o espanhol pois tanto Stan Wawrinka como Roger Federer foram eliminados nos quartos de final diante de Daniil Medvedev e Grigor Dimitrov, respetivamente.

Rafa Nadal lançado para o tetra no US Open: Chacina nos rivais crónicos

Mas a chacina de rivais não se ficou por aqui, pois já há dois dias havia sido a vez de Novak Djokovic abandonar a competição após iminente derrota com Stan Wawrinka.

O tenista sérvio vinha revelando problemas num ombro desde a segunda partida no torneio, e a qualidade de Wawrinka aliada à sua limitação física originou uma desistência no terceiro set desse embate.

Portanto, os bichos-papão da metade oposta do quadro de Rafael Nadal estão praticamente todos de fora, restando um altamente fatigado e com problemas físicos Daniil Medvedev, e uma nova versão de Grigor Dimitrov que parece estar a recuperar o seu melhor ténis nos grandes palcos.

wawrinka

O tenista búlgaro tem passado um calvário ao longo desta temporada com sucessivas derrotas e uma clara descida no ranking mundial, no entanto, o modo como eliminou Roger Federer nos quartos de final em cinco sets terá instaurado uma enorme dose de confiança num talentoso jogador que tem um estilo de jogo que tradicionalmente levanta alguns problemas a Nadal.

Perante toda esta sangria de rivais, não espanta que Rafael Nadal chega agora destacado favorito á conquista do seu quarto título no US Open com cotação de 1.25 na Betano.

Caminho potencialmente facilitado até à Final

Nos quartos de final Rafa Nadal irá enfrentar Diego Schwartzman, um pequeno jogador argentino igualmente especialista em terra batida.

Na verdade, o estilo de jogo deste tenista assemelha-se ao de Nadal, muito consistente do fundo do court e com grandes qualidades defensivas.

Infelizmente para o argentino, não há ninguém que pratique melhor esse estilo de jogo do que Nadal, e Rafa não costuma ter problemas diante deste tipo de jogadores com fraca capacidade de aceleração de jogo pelo que não antevejo quaisquer problemas neste duelo.

Atualmente, Nadal lidera o confronto direto diante deste tenista por claros 7-0 com 16 sets ganhos a apenas três cedidos nesse período.

Posteriormente, nas Meias-Finais será Gael Monfils ou Matteo Berrettini a surgir no seu horizonte e aí vejo que só o italiano poderá colocar em xeque o espanhol.

Isto porque Gael Monfils é mais um jogador que gosta de defender e contra-atacar nos seus encontros, porém, essa é uma estratégia que não resulta frente a Rafa Nadal e o histórico de 14-2 favorável ao espanhol diante de Lamonf é claramente elucidativo disso mesmo.

Assim, sinceramente só vejo Matteo Berrettini como jogador com qualidades para incomodar o estilo de jogo de Rafael Nadal até à grande final.

Em primeiro lugar, porque os dois jogadores ainda nunca se defrontaram anteriormente, e em segundo, porque o italiano dispõe de uma interessante variedade de jogo e poder de aceleração que podem colocar problemas ao espanhol.

Mas para que tal suceda, Berrettini terá de passar por Monfils e isso não será fácil no atual momento de forma do tenista gaulês.

Medvedev e Dimitrov em busca da história

Com lugar assegurado nas Meias-Finais do US Open, Daniil Medvedev (4.50) e Grigor Dimitrov (6.00) sonham com a presença na Final de um Grand Slam e, na verdade, isso não é agora um sonho, mas sim um objetivo exequível que está somente há distância de um encontro.

Medvedev tem realizado uma época extraordinária e será favorito nesse embate a 1.50 na Betclic, mas Dimitrov tem mais variedade no seu ténis e, caso esteja em dia sim, pode perfeitamente vencer na condição de outsider a 2.40 nas principais casas de apostas.

Telegram ApostaGANHA
50€ de Bónus
50€ de Bónus
20€ de Bónus
Freebet de 10€