A notícia da saída de Thomas Tuchel “surpreendeu” em plena antecâmara da quadra natalícia, mas ainda não há fumo branco, em termos oficiais, sobre a sua sucessão no comando técnico do Paris Saint-Germain. O clube francês, contudo, é fortemente apontado como o próximo projeto de Mauricio Pochettino, que pode levar consigo para Paris o compatriota… Lionel Messi.

POCHETTINO NA PISTA DA SUCESSÃO DE TUCHEL NO PSG

A imprensa francesa divide-se em sentidos opostos, havendo referências a Mauricio Pochettino como a primeira escolha da direção do clube parisiense e outras que apontam o antecessor de José Mourinho no Tottenham como o último de uma lista de três.

De acordo com o Le Parisien, o antigo internacional da “seleção das Pampas” foi a última opção de uma lista encabeçada pelo italiano Massimiliano Allegri, com quem o negócio não terá chegado a bom porto devido aos valores salariais exigidos (cerca de 12 milhões de euros anuais).

Ainda de acordo com a publicação francesa, Thiago Motta (que passou parte da carreira enquanto jogador no PSG e que teve já uma curta experiência como treinador ao serviço do Genoa) foi outro dos nomes sugeridos pelo diretor desportivo Leonardo, que terá ficado reticente pela inexperiência do antigo médio.

Mauricio Pochettino, suposta escolha pessoal de Nasser Al-Khelaifi (dono do PSG), está sem clube desde 19 de novembro de 2019, permanecendo no desemprego, portanto, há mais de um ano. Relembre-se que o argentino seria o principal desejo (ou sonho) de Luís Filipe Vieira para suceder a Bruno Lage, antes de Jorge Jesus regressar à Luz.

Sem títulos conquistados desde que enveredou pela carreira de treinador, o argentino de 48 anos de idade somou ótimos trabalhos em três paragens diferentes: salvou o Espanyol de forma incrível da descida de divisão, levou o Southampton para um patamar superior na Premier League, o que o levou a rumar ao Tottenham.

Em Londres, o ponto mais alto ao serviço dos “spurs” foi a presença na final da Liga dos Campeões em 2018/19, perdida para os compatriotas do Liverpool.

POCHETTINO NA PISTA DA SUCESSÃO DE TUCHEL NO PSG

POCHETTINO PODE REFAZER EM PARIS SOCIEDADE ENTRE MESSI E NEYMAR

O craque argentino está a seis meses do final do contrato que o liga ao Barcelona, clube de uma vida com quem Lionel Messi assumiu publicamente querer romper, no último verão, devido a alegados problemas com a presidência de Bartomeu, entretanto já fora da liderança dos catalães.

Mauricio Pochettino é visto pelos responsáveis do PSG como um treinador de indiscutível qualidade e de futuro, mas também como um belo trunfo para poder convencer ‘La Pulga’ a rumar à Ligue 1 e reeditar com Neymar uma parceria que já conheceu grande sucesso na Catalunha.

Recorde-se que Messi há não muito tempo terá sugerido o nome de Pochettino para suceder a Quique Setién no Barcelona, acabando o negócio por não se realizar, alegadamente devido ao voto de respeito que o treinador argentino terá para com o Espanyol, rival do gigante da Catalunha.

CRAQUE DO TOTTENHAM JÁ NA MIRA DO PSG

Dele Alli foi um dos jogadores mais importantes do Tottenham versão de Mauricio Pochettino, mas tem vindo a perder cada vez mais espaço desde que José Mourinho ingressou nos “spurs”, havendo mesmo relatos (em vídeo) do técnico português a acusar o médio inglês de desleixo nos treinos.

De acordo com o jornal inglês The Sun, Dele Alli é um dos pedidos expressos de Pochettino para fazer os ajustes pretendidos no plantel do Paris Saint-Germain, que não vinha a corresponder a todas as expectativas com Thomas Tuchel no comando técnico, tendo o divórcio sido precedido em seis meses (o contrato do alemão expirava no próximo verão).

Na Betano, o PSG é o quinto maior candidato a vencer a próxima edição da Liga dos Campeões, com odds associadas ao evento de “Vencedor Final” de 11.75.

CRAQUE DO TOTTENHAM JÁ NA MIRA DO PSG

QUE DESAFIOS ESPERAM POCHETTINO EM PARIS?

Após a derrota na final da última Liga dos Campeões, pairou no ar a possibilidade de Thomas Tuchel abandonar desde logo o PSG.

O alemão manteve-se na capital francesa, mas o curto futebol apresentado pela equipa neste primeiro terço de 2020/21 já dava fortes sinais de um possível rompimento entre as partes – só surpreendeu o facto de o alegado acordo para a saída ter surgido horas depois de o PSG golear o Strasbourg por 4-0.

Com a hegemonia do futebol francês no papo, por força de um plantel muito mais apetrechado, em qualidade e quantidade, do que todos os adversários na Ligue 1, o grande desafio do PSG a curto prazo é materializar o forte investimento financeiro realizado ano após ano na conquista da Liga dos Campeões.

Com Pochettino, os franceses terão um “comandante” que já levou um outsider a uma final da prova milionária, mas em Paris o desafio será outro, até porque a exigência sobre o argentino será muito maior, desde logo na gestão dos egos no balneário parisiense, que conta com várias estrelas de gabarito mundial.

O campeonato francês encontra-se parado neste final de ano, mas tem regresso marcado já para o início de janeiro.

O PSG volta a jogar no dia 6, uma quarta-feira, dia em que visitará o Saint-Étienne, de Claude Puel, num jogo que poderá marcar a estreia de Pochettino como novo treinador.

Nas casas de apostas, a vitória do campeão francês cota a 1.42, enquanto o inusitado triunfo da equipa da casa paga 6.50 por cada euro apostado.

QUE DESAFIOS ESPERAM POCHETTINO EM PARIS?

 

Gostaste do nosso conteúdo?
Então regista-te no nosso canal do Youtube e assiste aos nosso Podcasts de Apostas. Entra nas nossas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter. Ainda tens o nosso Canal de Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




CASAS DE APOSTAS LEGAIS
3,3 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a apostas desportivas online.
4,0 rating
10€ Gráris mais 200% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 50 de euros.
3,5 rating
5€ Grátis com o Código Promocional: apostaga
mais Bónus no primeiro depósito até um máximo de 100 euros.
3,0 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 100€ euros.
3,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito aposta sem risco até 50 euros.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.
3,8 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 100% até um máximo de 100 euros.
4,3 rating
Freebet de 10€ mais 100% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 250 de bónus.
4,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50€ euros.