Richard Gasquet vs Ivo Karlovic – Moscovo

Aposta Ganha / Richard Gasquet vs Ivo Karlovic – Moscovo
Sem categoria

Segunda meia-final do dia do torneio de Moscovo jogado em indoor. O primeiro pré-designado, o francês Gasquet defronta o veterano croata Karlovic.

Gasquet, 27 anos, é o 10º classificado da hierarquia mundial sendo que em Julho de 2007 obteve o seu melhor registo, o 7º posto. Gasquet tem nos seus pólos e na sua esquerda a uma mão as suas imagens de marca. É consensual que essa sua pancada é uma das melhores (senão mesmo a melhor) do circuito.

O francês é um jogador que sabe o que faz no court, inteligente e apesar de não ter um serviço muito forte, “compensa” com o vasto arsenal de armas que tem no seu jogo. É um tenista muito dotado tecnicamente que sabe fazer de um tudo um pouco e adapta-se bem a todas as superfícies.

Vem do Masters de Shanghai onde, de forma algo surpreendente, perdeu na primeira-ronda para o canadiano Pospisil por 3-6 4-6.

Na edição do ano passado não participou neste torneio e portanto, esta semana, não tem pontos a defender. Este ano esteve isento na primeira-ronda e, na passada quinta-feira, venceu o russo Donskoy por 6-3 3-6 6-1 para no dia seguinte bater russo Gabashvili por 6-3 6-2.

Karlovic, 34 anos, ocupa o 86º posto da hierarquia mundial masculina e em relação ao seu estilo de jogo não há muito que se lhe diga.

O croata é, seguramente, um dos melhores servidores do circuito, dispara ases atrás de ases e, regra geral, procura terminar o ponto na rede.

No fundo do court procura não se envolver em longas trocas de bola porque é manifesto que essa não é “a sua praia” e, como tal, recorre muitas vezes à sua esquerda em slice para cortar o ritmo de jogo aos seus adversários.

O ano passado atingiu a meia-final deste torneio moscovita e, nesse sentido, tudo o que vier agora “é lucro”. Na sua caminha nesta edição já deixou pelo caminho o norte-americano Kudla (em dois sets), o uzebeque Istomin (em três sets) e o russo Khachanov (em dois sets).

No confronto directo regista-se um empate a 1. Em 2005, o francês ganhou na terra batida de Hamburgo por 6-1 1-0 (Karlovic desistiu) e, na edição de 2011 do US Open, foi o croata a levar a melhor pelos parciais de 6-4 6-2 2-6 7-6.

O veterano croata tem-se exibido a grande nível esta semana. Nos três encontros anteriores ainda só cedeu o seu serviço uma vez e apenas enfrentou, até à data, 4 pontos de break.

Nestas condições de jogo o serviço do croata torna-se ainda mais eficaz e, deste modo, tem sido com relativa facilidade que Karlovic vai fechando os seus jogos de serviço.

É certo que hoje vai defrontar um jogador incomparavelmente superior aos restantes três que já deixou pelo caminho mas, ainda assim, creio que o croata irá oferecer bastante resistência ao francês e, nesse sentido, uma vitória de Karlovic também não seria “nada do outro mundo” até porque o croata sabe o que é ganhar ao francês e, nestas condições de jogo, em teoria, a vitória até seria mais “fácil”.

Nos três encontros anteriores de Karlovic neste torneio fui na vitória do croata. Hoje, vou jogar pelo seguro indo no handicap a favor do croata que me parece uma excelente aposta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

CASAS DE APOSTAS
4,3 rating
Freebet de 10€ mais 100% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 250 de bónus.
4,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50€ euros.