Recentemente contratado pelos turcos do Gaziantep após uma curta passagem pelo Rio de Janeiro, ao serviço do Vasco da Gama, o treinador português Ricardo Sá Pinto pôde recentemente respirar de alívio, ao ser absolvido num escândalo de corrupção aquando da sua passagem pelo Atromitos. Em causa estava um processo que envolvia um esquema de jogos combinados.

ESQUEMA DE RESULTADOS COMBINADOS NA GRÉCIA RESULTA EM 28 ILIBADOS

A acusação remonta a um período superior aos três anos (novembro de 2017), mas só esta quinta-feira foi conhecida a decisão tomada pelo Tribunal do Recurso de Atenas, que absolveu um total de 28 arguidos.

Entre os quais estava Ricardo Sá Pinto, que, em 2015, orientava a equipa do Atromitos. Em causa estava a alegada participação num esquema de manipulação de resultados e favorecimento ao Olympiakos, com quem a equipa do treinador português perdeu (1-2).

No processo que colocou em alvoroço o futebol helénico na reta final do ano de 2017, estavam ainda incluídos outros 27 elementos acusados, entre diriges, árbitros e jogadores.

Nota de realce ainda para a presença, entre o total dos arguidos, de Vangelis Marinakis, presidente e dono do Olympiakos, que pertenceu ao rol de pessoas que foram dadas como inocentes.

Além da partida que envolveu o Atromitos, na altura orientado por Sá Pinto, um jogo entre o Olympiakos e o Veria (3-0 para o “gigante”) realizado em 2013 estava debaixo da alçada das autoridades gregas competentes.

GAZIANTEP PESCA NO FUTEBOL PORTUGUÊS

SÁ PINTO JÁ REAGIU À ABSOLVIÇÃO

Num comunicado enviado pelo próprio treinador à imprensa, Sá Pinto mostrou toda a sua satisfação pela absolvição no caso do esquema de corrupção desportiva que rebentou na Grécia.

«É com grande satisfação que hoje recebo a notícia da minha ilibação de um caso em que fui injustamente envolvido. Durante a minha carreira, o respeito e a integridade sempre foram princípios orientadores, pelo que me revoltou ver-me arrastado para esse processo», começou por dizer.

«Hoje foi feita justiça. Uma suspeita e acusação injustas sobre o meu bom nome e a minha honra foram finalmente comprovadas como erradas e falsas!», concluiu.

TRÊS SEMANAS DEPOIS, SÁ PINTO JÁ TRABALHA NO SÉTIMO PAÍS DA CARREIRA FORA DE PORTUGAL

A aventura no futebol brasileiro não durou mais que cerca de dois meses e meio. Tanto que a Aventura de Sá Pinto no Brasil termina de forma inglória . Se é verdade que a atual situação diretiva e desportiva do Vasco da Gama está longe de ser a melhor, não deixa de ser apenas mais uma das curtas passagens de Sá Pinto por uma equipa de futebol, enquanto treinador, e por um… país.

A caminho de se poder tornar um autêntico globetrotter do desporto-rei, na Turquia o antigo treinador de Sporting, Belenenses ou Braga terá a sétima aventura fora de Portugal, depois de experiências no futebol da Sérvia, Grécia, Arábia Saudita, Bélgica, Polónia e Brasil.

Na Turquia, é o Gaziantep a aventura que se segue e a estreia até já teve lugar, no passado fim-de-semana, num empate a uma bola diante do Rizespor, com golo sofrido aos 90+8’.

Ora, esta é uma equipa que se estreou no principal escalão do futebol turco em 2019/20 e que tem superado todas as expectativas até estaaltura na presente edição da Superliga Turca, onde ocupa um entusiasmante 4.º lugar (o objetivo é a manutenção).

Sá Pinto entrou para substituir Marius Şumudică, treinador que estava no comando do Gaziantep desde junho de 2019 e que abandonou o clube na primeira quinzena do presente mês de janeiro, devido a problemas no relacionamento com a direção e a, alegadamente, ter exigido uma melhoria salarial para si e a sua equipa técnica.

🎯 Esta tarde, a equipa do Gaziantep fará as honras da receção à formação do Galatasaray, pelas 16h00. Na Betano, o triunfo do novo conjunto de Sá Pinto paga a 3.65.

GAZIANTEP PESCA NO FUTEBOL PORTUGUÊS

Curiosamente, ou não, bastaram alguns dias após a confirmação oficial do contrato estabelecido entre Sá Pinto e o Gaziantep (até junho de 2022) para que o clube turco começasse a ser associado à contratação de alguns jogadores envolvidos no futebol português.

O primeiro confirmado foi Osama Rashid, médio de 29 anos que deixou o Santa Clara para rumar à Superliga Turca, após experiências pelo futebol holandês, búlgaro e português.

Em vias de também poder rumar ao Gaziantep está o defesa-central argentino Germán Conti, que regressou recentemente ao Benfica depois de uma cedência por empréstimo de um ano aos mexicanos do Atlas.

Sem fazer parte dos planos de Jorge Jesus, que está a dias de receber mais um jogador para o eixo da defesa, Conti é desejo expresso de Sá Pinto, faltando, segundo a imprensa turca, o acordo final entre Benfica e Gaziantep.

 

Gostaste do nosso conteúdo?
Então regista-te no nosso canal do Youtube e assiste aos nosso Podcasts de Apostas. Entra nas nossas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter. Ainda tens o nosso Canal de Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




CASAS DE APOSTAS
3,0 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a apostas desportivas online.
3,5 rating
10€ Gráris mais 200% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 50 de euros.
3,5 rating
5€ Grátis com o Código Promocional: apostaga
mais Bónus no primeiro depósito até um máximo de 100 euros.
3,3 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 100€ euros.
3,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito aposta sem risco até 50 euros.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.
4,0 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 100% até um máximo de 100 euros.
4,3 rating
Freebet de 10€ mais 100% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 250 de bónus.
4,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50€ euros.