San Antonio Spurs @ Miami Heat – NBA Jogo 7

Aposta Ganha / Prognósticos NBA e Basket / San Antonio Spurs @ Miami Heat – NBA Jogo 7
Luís Avelãs

Luís Avelãs – Especialista em NBA! Jornalista do Record e Locutor da Sporttv para os jogos da NBA.

Chegou a hora da decisão. Agora, a margem de erro para ambas as equipas terminou.

O título será entregue logo ao vencedor do sétimo e derradeiro embate de uma final que, sendo bastante atípica em vários aspectos, acabou por corresponder ao principal desejo dos adeptos: foi até ao último encontro.

Actuando em casa e depois de ter conseguido vencer o Jogo 6 que esteve virtualmente perdido – o que significaria que o título também estaria definitivamente entregue ao opositor -, Miami parece partir para a decisão com ligeiro ascendente, inclusive emocional.

Ainda por cima, a história diz-nos que em 17 finais decididas no sétimo encontro, 14 terminaram com o triunfo do conjunto da casa. Aliás, é preciso recuar até 1978 para encontrar uma formação que logrou conquistar o título na “negra” a jogar fora de casa (Washington).

Mas, se há algo que esta série já nos mostrou é que nada do que parece óbvio é, de facto, assim tão claro. Ninguém diria que Danny Green iria estabelecer um novo máximo de lançamentos triplos convertidos nas finais; que Leonard ou Diaw seriam capazes de colocar tantos entraves às acções atacantes de LeBron James; que Andersen fosse o jogador interior de Miami que mais dificuldades criou a Tim Duncan; que elementos tão experientes como Wade ou Ginobili fizessem jogos de 8 ou 80 mesmo sabendo que estão algo limitados fisicamente; que nenhuma das equipas tivesse capacidade para vencer dois jogos seguidos; que dois conjuntos tão equilibrados conseguissem produzir jogos com tantos momentos de enorme desequilíbrio, etc, etc.

Tendo em conta o que já se referiu, Miami será assim tão favorito quanto as indicações das casas de apostas indiciam? Não me parece.

Olhando para trás, nesta final San Antonio ganhou um jogo em Miami (o primeiro); perdeu outro de forma indiscutível (o segundo) e só não venceu o último (o terceiro disputado fora, o Jogo 6) basicamente porque, entre o mérito dos lançamentos finais de James e Allen, se juntaram vários erros dos texanos (lances-livres desperdiçados, turnovers e algumas decisões tácticas deveras questionáveis) e uma enorme dose de infelicidade.

Logo, admitindo que será complicado e que a partida até pode ficar subitamente “inclinada” para o lado de Miami (como sucedeu no Jogo 2), acredito que San Antonio pode ganhar. Armas para isso, conforme já mostrou, não lhe fatam. Resta saber se vão estar devidamente calibradas esta madrugada.

Uma coisa é certa: a pouca energia que os jogadores ainda possuem vai ser esgotada, as faltas tenderão a ser mais que as habituais, os nervos estarão à flor da pele e previsivelmente o trabalho dos árbitros será ainda mais difícil. De resto, a principal figura deste jogo poderá ser também aquele que, no final, receberá o troféu de MVP.

Média pontual

Miami 102.9
San Antonio 103.0
Média de pontos sofridos 95.0 96.6
Registo em casa* 46-7 43-8
Registo fora* 35-16 30-21
Actual sequência* 1V 1D
* incluindo o playoff

O duelo essencial: LeBron James-Kawhi Leonard. Apesar de mais um “triplo-duplo”, James não foi tão consistente quanto seria de esperar no Jogo 6. Não só por isso mas essencialmente por isso – pese uma estatística de enorme valia – a sua equipa esteve virtualmente derrotada. Hoje, mais do que nunca, precisa de demonstrar que é o melhor jogador mundial da actualidade.

Mas, pela frente, na maioria do tempo, terá um sensacional jovem de 21 anos que guardou para esta final o melhor da temporada. Seja a defender, a ganhar ressaltos ou a marcar pontos, Leonard tem sido excecpional. E hoje, face às características decisivas do embate, tudo o que conseguir oferecer à sua equipa ou retirar a Lebron terá um peso acrescido, provavelmente decisivo.

A ter em conta: San Antonio nunca perdeu uma final (nem sequer esteve em desvantagem em qualquer uma das quatro que disputou); ganhou os quatro jogos (dois perante Golden State e outros tantos sobre Miami) do playoff desta época realizados a seguir a derrotas (e com uma média de 18,5 pontos de vantagem) e conquistou todos os seus títulos em anos ímpares como… 2013.

Série esta época (fase regular): 0-2

29 Novembro – Miami-San Antonio, 105-100
31 Março – San Antonio-Miami, 86-88

Série esta época (playoff): 3-3

6 Junho – Miami-San Antonio, 88-92
9 Junho – Miami-San Antonio, 103-84
11 Junho – San Antonio-Miami, 113-77
13 Junho – San Antonio-Miami, 93-109
16 Junho – San Antonio-Miami, 114-104
18 Junho – Miami-San Antonio, 103-100 (a.p.)

All-Time: San Antonio lidera 34-17 (época regular) e 3-3 (playoff)

Miami em casa: 14-12 (época regular) e 2-1 (playoff)
San Antonio em casa: 22-3 (época regular) e 2-1 (playoff)

Ass: Luís Avelãs

Assinatura Luís Avelãs

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




CASAS DE APOSTAS
3,0 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a apostas desportivas online.
3,5 rating
10€ Gráris mais 200% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 50 de euros.
3,5 rating
5€ Grátis com o Código Promocional: apostaga
mais Bónus no primeiro depósito até um máximo de 100 euros.
3,3 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 100€ euros.
3,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito aposta sem risco até 50 euros.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.
4,0 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 100% até um máximo de 100 euros.
4,3 rating
Freebet de 10€ mais 100% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 250 de bónus.
4,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50€ euros.