Prognósticos para Apostas Desportivas Online – Aposta Ganha

Sindicatos de Apostas

Hoje trago até vós um dos assuntos mais cobiçados no mundo das apostas: Sindicatos de apostas.

Muitos não sabem dos Sindicatos de apostas, outros só ouviram falar, outros já viveram um pouco esta experiência, mas são poucos os que conseguem chegar até aqui e sobretudo aguentar estar aqui.

Diria que pertencer a um sindicato de apostas é um sonho, ou diria uma meta que muitos apostadores sonham chegar.

Obviamente outros não querem este peso, esta responsabilidade, porque como vou explicar mais à frente, pertencer a um sindicato de apostas não é tarefa fácil.

Primeiro vamos então explicar o que é um sindicato de apostas e sem mais demoras vamos já abordar o caso.

Um Sindicato de apostas é formado por vários ou até um único investidor que investe capital para que outros multipliquem e tragam rendimentos desse mesmo capital.

Num sindicato de apostas, obviamente que o retorno vem das apostas que se faz, do lucro que se consegue gerar das apostas desportivas, e do grau de acerto obviamente indo até questões técnicas mais detalhadas falamos de ROI e Yield e Hit Rate’s.

Sindicatos de Apostas

Existem plataformas, sites que absorvem vários clientes e obviamente que também procuram apostadores para este efeito em específico, basta googlear esta questão.

Mas voltando a explicar, depois de se arranjar um financiador/investidor falta arranjar um Tipster e é aqui que nós, apostadores, alguns é certo, entram neste assunto.

Estes investidores ou plataformas, o que for, andam à procura de bons apostadores, rentáveis, estáveis para que possam multiplicar o investimento.

Obviamente, que o capital por vezes investido é muito alto, e o risco obviamente é maior, por isso a escolha de um Tipster para esta alta esfera dos sindicatos de apostas é muito criteriosa.

Obviamente quanto maior for o capital a investir maior responsabilidade e também a confiança que terá que se ter no Tipster em questão.

Notem que por vezes não é só um Tipster, poderá haver mais Tipsters envolvidos num sindicato de apostas.

Esta situação também se deve a que se consiga tirar mais proveito do investimento, mas claro, mais Tipsters poderá também ocorrer num risco mais elevado.

A escolha dos Tipsters para um sindicato de apostas diria que é medonha, sim medonha, pelo que investiguei antes de escrever este artigo, a palavra certa é mesmo esta, medonha.

O que me foi transmitido é que a escolha de um Tispter passa por um crivo enorme, e tudo é ponderado, sim tudo, querem saber até que ponto vão?

Se têm namorada, se é casado, se consomem álcool, drogas, enfim é saber até quantas vezes sais à noite, é saber o que fazes até nos tempos livres.

Obviamente que esse Tipster terá que ter um registo, de largo espetro, com muitas tips e com uma amostragem gigante.

Estes dados devem estar devidamente registados e validados, ora a nível de odds verificadas ora em sites credíveis para o devido efeito.

TipstersUm registo grande e amplo e metódico é uma boa base para que sindicatos de apostas possam colocar o olho em alguns tipsters.

Esse Tipster terá que também ter uma taxa de acerto (Hit Rate) muito acima da média e um ROI e um Yield muito para cima do razoável.

O Tipster terá que apostar em mercados com alguma liquidez, sim, se o investidor oferecer uma banca grande, esse mercado terá que absorver a unidade colocada em jogo.

Explico melhor, o Tipster terá que apostar em mercados com liquidez, falamos de Premier League, Liga dos Campões por exemplo, eventos deste género, que por norma as casas de apostas, apostam também nelas, nestes eventos, pois sabem que atraiam os melhores e também os piores apostadores do planeta.

Tudo é triado, quanto tempo dura a Bad Run do Tipster, qual a capacidade que ele tem para sair dessa mesma Bad Run, e como é que gere a sua banca perante essas dificuldades.

Video com debate sobre os Sindicatos de Apostas com Ricardo Matos e Rodrigo Cesar:

Assina o nosso canal de apostas no youtube para veres mais vídeos e esclarecimentos sobre apostas.

A questão essencial é, se foge muito ao seu plano, se aposta por impulso, ou se mantêm um registo certo nos mercados certos e nas ligas certas.

Diria que o Tipster para pertencer a um sindicato de apostas, tem que ser muito metódico, estável e claro tem que transmitir confiança, que mesmo numa fase má, sim até aqui a este nível existem fases más, consegue sair dela com a tranquilidade necessária e sem prejudicar a sua banca e consecutivamente o seu ou os seus investidores desse sindicato de apostas.

O método de apostas, o controlo e a gestão de banca diria que são os pontos que os sindicatos mais apreciam numa futura aposta num Tipster.

Agora depois de tanto “ses” e de tantas condicionantes, passa-se a prática, muitos destes Tipsters são convidados a uma amostragem até durante algum tempo e muitos entrevistados via Skype.

Tive depoimentos que a entrevista para pertencer a estes sindicatos são muito piores que uma entrevista de emprego nos dias que correm.

Agora a questão é, tantos problemas e como é que o Tipster se “safa” o que é que ele ganha com isso?

Por vezes e pelo que soube, o Tipster ganha uma percentagem dos lucros obtidos no final de cada mês ou semana dependendo do acordo alcançado entre ambas as partes.

A percentagem pode variar, não consegui descodificar nem saber qual a aproximação dessa mesma percentagem que um Tipster pode alcançar.

The bet SyndicateMas as contas também são fáceis de perceber e de entender, quanto maior for a banca, maior será o rendimento extraído, pois será sempre em percentagem.

Foi mesmo a parte que não consegui obter informação para vos transmitir e da forma mais assertiva possível, quanto é que um Tipster que está num sindicato de apostas consegue obter no final do seu trabalho.

Algo que me chama atenção e que considero que esta pode ser uma das principais “armas” do sindicato de apostas, e que o Tipster só receberá se tiver sucesso, por isso só depende dele mesmo para ganhar mais.

Curioso esta questão, onde o Sindicato passa todo o “ónus” dos lucros gerados para mão de um Tipster, pois ele também depende disso mesmo, o lucro. Ficam ambos no mesmo barco, e acredito que é aqui, nesta questão em específico, que as partes se entendem e sabem que um precisa um do outro.

Se por um lado, o Tipster precisa de um investimento grande para reter mais percentagem do seu trabalho, o investidor precisa também que o Tipster ganhe muitas apostas, para que também ganhe muito.

Ouve questões que coloquei, e que não me foram esclarecidas, como, e se um Tipster quiser sair? E se ele estiver numa Bad Run? Como é que isso tudo funciona, sim não é só a parte boa da história!

Um dos depoimentos que obtive é que um Tipster só sai de um Sindicato estando no lucro, e dando tempo ao Sindicato que procure outro. Aqui diria que é algo parecido ao que fazemos nos nossos trabalhos, quando saímos, onde temos que dar alguns dias ao patrão, para que este possa substituir o trabalhador.

A questão do “acertar de contas” numa saída de um sindicato de apostas, é algo que não consegui obter informação total e parcial, mas acredito se ambas as partes chegarão sempre a um bom acordo, claro benéfico para ambos.

Vou-me centrar agora, como se eu estivesse lá, num sindicato de apostas, e digo já e agora, não me sentia capaz disso neste momento.

Bad Run

Por várias razões, estar com uma responsabilidade deste tamanho “as costas” não e fácil de gerir. Talvez por não farei parte dos requisitos necessários e acredito que sejam mais que válidos.

Não me dedico a 100% ás apostas isso será mesmo, logo, algo que eu e um sindicato me colocaria na lista “no grata” dos sindicatos de apostas.

A pressão deverá ser enorme, mesmo nos greens, nem quero imaginar nas Bad Run’s, e sobretudo nas longas, meu deus que stress.

Penso que não dormia, saber que aposto com o dinheiro de outros, e não estar a correr bem, era algo que me deixaria desconfortável, mas como sempre disse, tudo tem haver com perfis de apostador e também fazendo parte da DNA de cada um.

A maturidade e a disponibilidade poderão ajudar ou a resolver estes requisitos, uma coisa é certa, pressão, está em todo lado!

Mas seguindo com assunto, ficou aqui apenas a minha opinião e não me alongando muito mais sobre a minha opinião pessoal, passo já a fase de conclusão sobre este assunto que vos trouxe hoje!

Estar ou pertencer a um sindicato de apostas não é pera doce, é algo muito complexo é algo que requer muita disponibilidade, querer, e sobretudo muita responsabilidade.

Diria que é uma aposta dupla, um pelo capital investido e outro pelo trabalho que executa, onde é ele que determina o sucesso ou o insucesso desse mesmo investimento.

Acredito que existam sindicatos mais amigáveis outros menos, e outros extremos, como tudo, mas também sei que esta conotação dependerá sempre, mas sempre, do capital a investir pelos investidores nesse sindicato de apostas.

Termino assim, este artigo e espero que tenha de alguma maneira, transmitir um pouco que sei e investiguei sobre os sindicatos de apostas.

Aqui em baixo, deixem a vossa opinião, ou então no nosso fórum de apostas, ApostaGanha e nas redes sociais do ApostaGanha, como também no nosso canal do Telegram!

Boa sorte e até ao próximo artigo!