Southampton vs Chelsea – FA Cup

Aposta Ganha / Destaques do Desporto e das Apostas / Southampton vs Chelsea – FA Cup

FA CupSOUTHAMPTON
O Southampton chega a este encontro classificado na parte final da tabela classificativa com um total de 18 pontos somados nas jornadas já realizadas, tendo um registo muito positivo no que toca aos golos marcados, sendo a 11ª equipa com mais golos facturados, algo que tem vindo a abrandar um pouco ao longo das últimas semanas (falo da veia goleadora da equipa) enquanto por outro lado é uma das piores defesas, um registo que também tem vindo a ser corrigido ao longo dos seus últimos jogos, mas sendo ainda assim a 5ª pior defesa do campeonato, ao ter averbado até agora um total de 38 golos. A nível caseiro, conta com 15 golos marcados e 14 sofridos nas 11 jornadas da Premier League.

Em relação à forma e resultados mais recentes, o Southampton chega a este encontro numa fase de resultados negativa, provavelmente uma das mais negativas da temporada, não vencendo os seus últimos quatro jogos, tendo averbado três empates nos seus últimos três jogos (ainda que um deles possa ser considerado positivo, tendo em conta que a equipa defrontou o Arsenal no seu último jogo) e uma derrota, neste caso frente ao Sunderland, no seu próprio terreno. Para além disto, a equipa venceu apenas um jogo dos últimos sete que realizou e nos seus últimos 16 encontros venceu apenas três partidas, mas manténdo-se ainda assim acima da linha de água. A nível caseiro, não vence há dois jogos e nesta temporada somou apenas 4 vitórias caseiras em 12 possíveis.

Lista convocados: K Davis, Gazzaniga, Boruc, Richardson, Stephens, Clyne, Fox, Shaw, Yoshida, Hooiveld, Fonte, Reeves, Ward-Prowse, Do Prado, Cork, Chaplow, De Ridder, Ramirez, Schneiderlin, S Davis, Puncheon, Lee, Lambert, Rodriguez, Mayuka

XI provável: Artur Boruc; Jack Cork, Maya Yoshida, José Fonte, Luke Shaw; Morgan Schneiderlin, Steven Davis; Jason Puncheon, Gaston Ramirez, Guilherme Do Prado; Rickie Lambert

Últimos 5 resultados:
Arsenal (1-1) (C)
Stoke City (3-3) (F)
Fulham (1-1) (F)
Sunderland (0-1) (C)
Reading (1-0) (C)

CHELSEA
O Chelsea por sua vez chega a este encontro procurando continuar na competição e defender um dos títulos que conquistou na temporada passada, derrotando na final o Liverpool e conquistando assim a Taça de Inglaterra, que se juntaria mais tarde à Liga dos Campeões. No que toca ao campeonato, a equipa londrina segue na 4ª posição, tendo ainda em atraso uma partida frente ao Southampton, com um total de 38 pontos somados e com um atraso severo para os principais rivais Manchester United e Manchester City, sendo ainda assim a melhor defesa da competição e o terceiro melhor ataque (39 marcados e 19 sofridos).

Destaque ainda para as palavras de Rafa Benítez, que afirmou defender uma rotação da equipa devido à sobrecarga física dos jogadores devido às muitas competições em que está inserido, reforçando ainda a ideia de que quer vencer todas as competições em que está presente (“We will try to win every competition until the end of the season.”)

Em relação à forma e resultados, a equipa vem de uma derrota caseira frente ao último classificado do campeonato inglês, tendo denotado nessa partida uma grande apatia ao nível da finalização, não conseguindo finalizar as oportunidades de golo que criou, acabando vergado pela equipa do QPR próximo do final do jogo, acabando derrotado por 0-1 em Stamford Bridge e assim vendo os primeiros lugares da Premier League mais longe. De qualquer forma, a equipa vem de uma excelente série de resultados, somando sete vitórias nos seus últimos nove jogos e não perdendo fora de casa exactamente à nove jogos, vindo de uma série de cinco triunfos forasteiros consecutivos e com um excelente score de golos marcados.

Lista Convocados: Turnbull, Azpilicueta, Ferreira, Ivanovic, Luiz, Cahill, Cole, Bertrand, Mikel, Lampard, Ramires, Mata, Oscar, Hazard, Moses, Marin, Piazon, Torres, Ba, Hilário

XI provável: Ross Turnbull; Cesar Azpilicueta, Branislav Ivanovic, Gary Cahill, Ryan Bertrand; David Luiz, Frank Lampard; Victor Moses, Yossi Benayoun, Marko Marin; Demba Ba

Últimos 5 resultados:
QPR (0-1) (C)
Everton (1-2) (F)
Norwich (0-1) (F)
Aston Villa (8-0) (C)
Leeds Utd (1-5) (F)

CONCLUSÃO
Nesta partida teremos duas equipas em momentos completamente distintos e com necessidades bem diferentes no que toca a esta competição, já que o Southampton não tem como principal objectivo chegar longe nesta competição, mas sim manter-se vivo no campeonato inglês, podendo deixar esta competição para um segundo plano, até porque jogará novamente apenas dentro de uma semana e por isso o técnico Nigel Adkins poderá dar-se ao luxo de apostar numa equipa na máxima força para surpreender os londrinos. Do outro lado, o Chelsea vê, como é óbvio, nesta competição um objectivo de época e procura defender a competição que conquistou na temporada passada, ainda que o técnico Benítez tenha de optar por uma rotação ou semi-rotação quanto ao XI inicial, já que jogará novamente já no dia 8 frente ao Swansea (Capital One Cup) e quatro dias depois tem também um encontro difícil em Stoke, prevendo-se uma série de jogos extremamente complicada nas próximas semanas para os «blues».

Em relação à minha escolha, mesmo contemplando as mudanças que Rafael Benítez deverá introduzir no Chelsea, na verdade não vejo uma falta de qualidade tão grande assim em relação ao XI mais forte da equipa, já que nas várias posições (caso se confirme o XI que coloquei) parece-me que os intervenientes são perfeitamente capazes de dar conta do recado e pelo menos conseguir serviços mínimos. Na defesa mantém-se uma quadra muito competente e que na minha opinião assegura muita rigidez à equipa, tal como sucede no meio-campo com Lampard e David Luiz; a nível do trio ofensivo do meio campo, a introdução de Moses, Marin e Benayoun pode retirar alguma criatividade ofensiva e técnica em relação aos habituais titulares, mas introduzirá alguma velocidade e profundidade nas alas, perfeito para explorar uma defesa do Southampton que tem tido alguns momentos defensivos muito maus ao longo da temporada; por fim, resta dizer que na frente deveremos ver a estreia de um dos melhores avançados de Inglaterra, com Demba Ba a assumir-se como o homem mais avançado e que deverá conseguir estrear-se com golos já neste jogo. Do lado do Southampton jogará uma equipa próxima da máxima força, com Lambert a ser naturalmente, mais uma vez, o homem-golo e procurando manter a sua afirmação de goleador nesta temporada.
De qualquer forma, creio que o XI que foi apresentado pela imprensa inglesa, que deverá ser muito semelhante a este, garante qualidade e motivação dos jogadores, que terão uma oportunidade de se mostrarem e poderem aproximar-se da luta pela titularidade, com especialmente Marin a ser o homem capaz de romper em velocidade e quebrar uma defensiva frágil dos “Saints” e com Ba a ser provavelmente mais eficaz que Torres e ser importante na manobra ofensiva da equipa, não fosse ele um goleador nato e já habituado ao estilo de futebol inglês, algo que será especialmente importante na sua adaptação (que será de curta duração por isso mesmo). Ora, juntando tudo isto, consigo ver o Chelsea a avançar para a próxima fase caso entre concentrado e realmente focado na vitória, já que a rotação do XI não é, neste caso, necessariamente caso de falta de qualidade, mas sim uma inovação em termos de características de jogo que estarão mais presentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




CASAS DE APOSTAS LEGAIS
3,3 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a apostas desportivas online.
4,0 rating
10€ Gráris mais 200% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 50 de euros.
3,5 rating
5€ Grátis com o Código Promocional: apostaga
mais Bónus no primeiro depósito até um máximo de 100 euros.
3,0 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 100€ euros.
3,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito aposta sem risco até 50 euros.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.
3,8 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 100% até um máximo de 100 euros.
4,3 rating
Freebet de 10€ mais 100% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 250 de bónus.
4,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50€ euros.