Prognósticos para Apostas Desportivas Online - Aposta Ganha

Suécia Mundial 2018 – Guia e Análise

Suécia Mundial 2018 - Guia e Análise

Suécia Mundial 2018 – Guia e Análise

A seleção nórdica apresenta-se no mundial 2018 na sua 12ª participação em Mundiais

Tendo a primeira sido em 1934. O seu melhor resultado em mundiais foi o 2º lugar na participação de 1958, quando o mundial se realizou no seu próprio país, no qual passou o grupo em primeiro, e de seguida, nos quartos eliminou a URSS por 2-0.

Na semi-final Alemanha Oriental por 3-1.

A final contra o Brasil de Pelé e Garrincha com uma plateia de 50 mil espectadores a Suécia começou a vencer o jogo, mas a seleção Brasileira, com Garrincha e Pelé que nesse Mundial recebeu a camisola 10

mesmo sendo de inicio suplente, porque a federação brasileira se esqueceu de enviar os números das camisolas, venceu o jogo por 5-2 sendo a primeira vez que os brasileiros conquistaram um Mundial.

Em europeus, a Seleção Sueca obteve o seu melhor resultado em 1992 na sua primeira participação, que se realizou em sua casa, ficou na fase de grupos em primeiro à frente da vencedora Dinamarca, seleção que foi repescada para o Euro a substituir a Jugoslávia.

Apresenta-se na 45ª posição do Ranking da FIFA no Mundial 2018.

O caminho para o Mundial não foi nada fácil, o grupo era constituído por, França, Holanda, Bulgária, Luxemburgo e Bielorrússia, onde França e Holanda tinham os melhores pergaminhos no que ao futebol diz respeito.

Com uma França claramente a jogar para o primeiro lugar, tinha de disputar o segundo lugar com o a Holanda.

Começou a qualificação com um empate com a Holanda em casa tendo alcançado um empate a 1 contra a seleção que iria disputar consigo o segundo lugar, tendo começado a vencer o jogo e sofrendo o empate, no entanto o jogo foi dominado pelos holandeses.

Seguiram-se duas vitórias, frente ao Luxemburgo e à Bulgária.

Na deslocação a França inaugura o marcador aos 55 minutos, mas em 10 minutos os franceses deram a volta ao marcador, e perdem o jogo por 2-1 contra os franceses.

Seguem-se duas vitórias em casa seguidas, contra a Bielorrússia por 4-0 jogo que dominaram e venceram sem contestação.

Segui-se a recepção aos franceses que começaram a vencer aos 37 minutos, esperava-se que frança vence-se o jogo, no entanto antes do fim da primeira parte estabeleceram a igualdade, com mais posse e mais oportunidades de jogo a França ia controlando o jogo, no entanto ao cair do pano, os Suecos marcam e fazem o 2-1.

Com esta vitória moralizadora, deslocam-se à Bulgária, jogo em que entram a perder, aos 12 minutos sofrem golo, aos 16 têm um penalti que falham, igualando o marcador à meia hora de jogo, sofrendo logo de seguida o 2-1 aos 33 minutos, sem desistir empatam na saída para o intervalo.

Sofreram o golo na segunda parte a 10 minutos do fim e a Bulgária segura a vantagem para vencer a seleção nórdica.

Duas vitórias seguidas para redimir do desaire da Bulgária que tinha complicado as contas, e em 2 jogos aplicam 12 golos aos adversários sem sofrer nenhum, as vitimas foram a Bielorrússia e o Luxemburgo, golos que lhe iriam valer de muito.

No ultimo jogo a decisão cabe aos Holandeses aplicar um goleada das antigas à Suécia para poder passar, ganham 2-0 e devido à diferença de golos, ficam para trás e a Suécia tinha agora os Play-off para ir ao Mundial.

Teoricamente, a seleção sueca tinha dois adversários melhor posicionados para passar a fase de grupos, no entanto deixou a Holanda para trás que teve um desempenho irregular.

O Sorteio dita a Itália como adversário nos play-off, um adversário temido por todos, mas que vinha a realizar exibições péssimas, venceu em casa por 1-0 e quando se deslocou a Itália, defendeu e teve apenas 25% de posse de bola, saber sofrer e defender levou a Suécia ao Mundial da Rússia.

Este caminho recheado de seleções com história e experiência em grandes competições a seleção sueca fez valer o conjunto.

A sua qualificação deveu-se aos jogos em casa, com o melhor desempeno do grupo, sofreu apenas 2 golos em 5 jogos, tendo feito 18 golos 6 a mais que a toda poderosa França.

Em jogos que se deslocou fora de casa, apenas fez 6 pontos em 5 jogos, sofreu 7 golos e marcou 8, com uma prestação muito baixa, onde a sua defesa sofreu mais para se manter coesa.

Jogadores em Destaque: Andreas Granqvist – Krasnodar

Tenho de destacar o experiente Defesa Central, 33 Anos de idade e Capitão desta seleção sueca, actua no Krasnodar da Liga Russa.

Andreas Granqvist

Com inicio no Helsingborg passou pelo Wigan, Groningen, Genova e Krasnodar, dono de uma estampa fisica capaz de fazer a diferença nos lances aéreos.

Provavelmente comandará a sua equipa a partir da linha defensiva que terá companhia V.Lindelof.

As suas caracteristicas como defesa, não tem tendência de chutar para longe, nem para fazer carrinhos, os duelos aéreos são o seu forte bem como a antecipação.

Asua concentração e mentalidade são factores a ter em consideração bem como os seus 84kg e 1,92m de altura, fez 3 golos na fase de qualificação para o Mundial.

Jogadores em Destaque: Emil Forsberg – Leipzig

O Camisola 10 do RB Leipzig, de 26 anos, destacou-se no Leipzig onde joga tendencialmente como extremo ou número 10.

Emil Forsberg

Quando joga na costas dos avançados tem melhores prestações, no entanto na seleção joga encostado à linha onde também se sente bem e nesta qualificação fez 4 golos e 1 assistência.

O jogador do RB Leipzig realizou este ano 34 jogos, com mais de 2 mil minutos de jogo.

Este jogador tem tudo para se revelar neste campeonato do mundo, com facilidade em cruzar a bola para a área.

Apreferência para passar curto e fazer diagonais fazem dele um jogador com boas capacidades para organizar o jogo ofensivo sueco.

Os seus passes para isolar os colegas de equipa nas costas da defesa são outra das suas armas. Tem tendência para aparecer nos jogos grandes.

O Comandante

Jan Andersson – O treinador sueco, natural de Halmstad na Suécia, tem 55 anos de idade, foi um futebolista profissional e apenas jogou no seu país natal.

Jan Andersson

A sua carreira como treinador foi em tudo semelhante à sua carreira futebolística apensa esteve na suécia.

Treinou o Halmstads entre 2004 e 2009 o Orgryte em 2010 e o Norrköping de 2011 a 2016 altura em que se transferiu para a seleção sueca de futebol.

Com um estilo de jogo que aproveita bolas paradas, tem preferência pelo esquema táctico do 4-4-2 com uma mentalidade lutadora e preparada para defender bolas paradas.

jogos-primeira-fase

Pontos Positivos

Jogadores com experiência neste tipo de competições, têm uma média de idade superior a 26 anos, tem experientes jogadores que actuam em diversos campeonatos e competições europeias com grau de exigência elevado.

Com capacidade de fazer a diferença no jogo aéreo as bolas paradas são uma arma muito usada pelos suecos.

Tem uma defesa sólida e que consegue conservar o resultado quando está sob pressão

Pontos Negativos

Esta equipa quando exposta ao contra ataque tem mais dificuldades, a sua defesa não é veloz quando a equipa está muito subida, e perde algumas bolas em construção ofensiva que pode ditar situações difíceis para a sua defesa.

A experiência pela idade tem a outra face da moeda, a capacidade física no final do jogo pode ser um ponto negativo se for um jogo desgastante e aberto.

O Grupo F do Mundial 2018 conta com Alemanha, México e Coreia do Sul e a Suécia.

Análise dos jogos da Primeira Fase

Suécia Mundial 2018 - Guia e Análise

Suécia vs Coréia do Sul– 18/06/2018 – 15:00 – Nizhny Novgorod Stadium – Nizhny Novgorod

Este é o primeiro jogo da Suécia e o jogo que pode ditar uma entrada com o pé direito, no entanto vai ter uma equipa que tem jogadores com estatura mais baixa que a sua, mas que a velocidade tradicional dos asiáticos pode fazer a diferença.

Acho que a Suécia aqui tem de fazer tudo para conseguir os 3 pontos uma vez que com México e Alemanha terá grandes dificuldades nos encontros para pontuar e o Under Dog da Coreia não vai facilitar, no entanto vejo os suecos com capacidade de vencer estes coreanos.

Suécia vs Alemanha – 23/06/2018 – 21:00 – Fisht Stadium – Sochi

Este é o jogo contra a Alemana, o jogo mais difícil e que um ponto conquistado será um grande resultado contra uma das favoritas a vencer o Mundial.

Com um conjunto alemão a controlar o jogo, a defesa sueca conseguirá aqui ter um bloco baixo e defender as bolas aéreas do jogo alemão mas irá ter dificuldade em suster se o jogo for de troca de bola rápida.

Apostará nas bolas paradas e no contra ataque que já lhe deu frutos.

Suécia vs México – 27/06/2018 – 19:00 – Ekaterinburg Arena – Ekaterinburg

Este jogo decidirá a passagem de México ou Suécia, dependerá de com que pontos chegarem a este jogo, pelo que espero um jogo com duas equipas de estilo diferente que vão lutar para passar

pelo que estará tudo em aberto neste jogo pelo que será difícil prever qualquer desfecho, no entanto espero golos.

Um México que pode muito bem passar esta Suécia, no entanto a Suécia eliminou a Itália e deixou a Holanda para trás para chegar a esta fase final, portanto um México estará ao seu alcance.

Até Onde pode Chegar

aonde-pode-chegar

A Suécia, sem contar com Zlatan terá como objectivo passar a fase de grupos no entanto um objetivo que será ele também difícil, uma vez que este grupo tem duas seleções muito semelhantes México e Suécia que vão lutar de igual para igual.

O jogo chave está com a seleção coreana, que pode fazer a Suécia tropeçar e com isso comprometer a qualificação.

Tem de entrar muito bem para poder almejar a passar o grupo.

Não percas a chance de apostar e ganhar neste Mundial.

Abre tua conta nas melhores casas de apostas, aproveita os bônus e boa sorte:


Autor: Reves Valente

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.