Surto de Covid-19 faz tremer recomeço de Liga Portuguesa

Aposta Ganha / Destaques do Desporto e das Apostas / Surto de Covid-19 faz tremer recomeço de Liga Portuguesa

A bateria de testes que os clubes da Liga NOS realizaram na semana passada gerou mais de uma dezena de testes positivos ao Covid-19 numa situação que reabriu a discussão sobre as dúvidas quanto a um eventual regresso da competição no final do mês.

QUANDO CHEGA AOS GRANDES, O CALDO ENTORNA

No decorrer da semana fomos tendo vários casos positivos de atletas e staff de Belenenses, Vitórias de Guimarães e Famalicão, mas as notícias de ontem dando também indicação de casos positivos no Moreirense e, especialmente no Benfica, trouxeram o assunto definitivamente para a praça pública.

Surto de Covid-19 faz tremer recomeço de Liga Portuguesa

Como já vem sendo habitual no futebol português, tudo o que passe ao lado dos três grandes é desvalorizado até ao momento em que também um deles se vê envolvido numa situação. Acontece que o jovem médio David Tavares do Benfica acusou positivo para o novo coronavírus pelo que seguiu imediatamente para isolamento até recuperar totalmente do vírus.

Noutras circunstâncias em que não houvesse perspetivas de regresso à competição, todos os seus colegas e equipa técnica deveriam seguir os mesmos passos no sentido de evitarem contágios, no entanto, as coisas não estão a funcionar assim no futebol e todos os clubes que acusaram positivo prosseguiram os seus treinos conforme estavam agendados anteriormente.

Naturalmente, esta é uma questão que impressiona tendo em conta os cuidados que se têm verificado noutros cenários coletivos como fábricas, lares ou empresas.

No total, temos já 11 casos positivos para o Covid-19 no futebol português da primeira divisão e alguns especialistas indicam que tal número poderá continuar a subir enquanto se forem conhecendo os resultados dos testes a todos os elementos dos clubes.

A Direção Geral de Saúde afirmou que iria rever as condições de realização das partidas no caso de se verificarem muitos casos positivos, mas, aparentemente uma dezena de casos não representa um valor suficiente para justificar uma ação de paragem na normal preparação que tem acontecido nos últimos dias.

NORMAS DA DGS NÃO INCLUEM ISOLAMENTO COLETIVO

Ao contrário do que tem sucedido em muitas outras áreas da sociedade civil, a DGS não menciona a obrigatoriedade de um isolamento coletivo num clube onde sejam identificados casos de Covid-19. Segundo a entidade responsável, a deteção de um caso positivo irá impedir esse jogador de alinhar em qualquer partida até uma total recuperação, sendo que terá de estar em isolamento durante todo esse período.

Já no caso dos seus colegas que, naturalmente poderão ter estado em contacto com um caso de infeção, a DGS apenas menciona que devem ser tomadas as medidas de confinamento já em vigor no momento, bem como uma nova série de testes no sentido de identificar possíveis contágios, podendo os jogadores e equipas técnicas continuarem os seus treinos normalmente…

JOGADORES DO FC PORTO DESAGRADADOS COM NORMAS DA DGS E FPF

O comunicado ontem divulgado pela Federação Portuguesa de Futebol em articulação com a Direção Geral de Saúde contém alguns parâmetros que parecem ter desagradado a alguns jogadores, nomeadamente a três do FC Porto: Zé Luís, Tiquinho Soares e Danilo Pereira.

Através das redes sociais, os jogadores reagiram negativamente a um dos pontos do comunicado onde se refere que todas as partes envolvidas na realização das partidas, incluindo os jogadores, assumem os riscos de possível contágio pelo Covid-19 na prática da sua profissão.

Esta assunção de responsabilidades e possíveis consequências por parte da federação, liga, clubes e atletas é obviamente um peso enorme que todos terão sobre os seus ombros e que, com o avolumar dos casos positivos, tende a ser cada vez maior.

Pelos vistos, alguns jogadores do FC Porto prefeririam encerrar a temporada ao invés de concluírem as dez partidas restantes colocando assim em causa a sua saúde. São questões obviamente delicadas pois aquilo que está em causa é a saúde dos atletas, mas há vários aspetos a pesar além desse.

Os atletas de futebol têm todos ótimos índices físicos e sistemas imunitários suficientemente fortes para lidarem com este vírus, e os seus clubes precisam de gerar receitas televisivas neste final de temporada para garantirem maiores condições de sustentabilidade num futuro próximo.

Sempre se soube que qualquer que fosse a decisão das entidades responsáveis pelo futebol, a mesma seria elogiada por uns e criticada por outros. No caso do futebol da I Liga, o expectável recomeço da competição irá potenciar alguns lucros televisivos aos clubes, mas será que é suficiente para compensar todos os riscos e investimento que os clubes têm tido no sentido de apresentarem as condições necessárias para a realização de partidas?

Realização de testes, adequação de infraestruturas, compra de materiais, etc. são questões que para clubes com menores recursos como Paços de Ferreiras ou Moreirense, por exemplo, poderão ser problemas…

Gostastes do nosso conteúdo? então regista-te no nosso canal oficial no Youtube. Além disso, entra em nossas redes sociais como o Instagram e Twitter para se manteres bem informado.

Um sitio perfeito para receberes tudo do AG é o canal no Telegram. Também no chat podes conversar com mais de 2.500 apostadores ao vivo sobre as melhores apostas. Se estas a procura dos Pros acede também os Tipster Profissionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




CASA DE APOSTAS
3,8 rating
10€ Gráris mais 200% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 50 de euros.
3,5 rating
5€ Grátis com o Código Promocional: apostaga
mais Bónus no primeiro depósito até um máximo de 100 euros.
3,3 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.
3,3 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.
3,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito aposta sem risco até 50 euros.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.
4,0 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 100% até um máximo de 100 euros.
4,3 rating
Freebet de 10€ mais 100% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 250 de bónus.
4,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50€ euros.