Tondela Liga NOS 2018/2019 – Guia e Análise

Aposta Ganha / Destaques do Desporto e das Apostas / Tondela Liga NOS 2018/2019 – Guia e Análise

Tondela Liga NOS 2018/2019 – Guia e Análise

TONDELA • A CRIAR RAÍZES NA LIGA NOS

Esta é a 4ª época consecutiva para o Tondela na 1ª divisão.

A subida foi conquistada no ano de 2015, sendo que no primeiro e segundo ano alcançou a 16ª posição. No ano passado foi mais além e conquistou o 11º lugar, na primeira época em que a manutenção foi alcançada de forma tranquila.

Grande parte deste percurso teve a assinatura de Pepa que comandou a equipa nas duas épocas.

Com ele, o Tondela passou de um clube de candidato à descida a candidato à permanência. Com poucos recursos conseguiu fazer muito, e mesmo nos momento em que tudo parecia perdido, eis que surge a alma duma equipa que nunca desiste.

Com Pepa, este Tondela, além de jogar um futebol atrativo e de muita personalidade tem uma crença muito grande, e tudo isto somado torna o clube um dos mais competitivos na luta pela despromoção.

Depois de 3 épocas a dar um bom exemplo, nesta Liga NOS, e mantendo Pepa como treinador, o Tondela continua a ganhar raízes na Liga NOS.

MERCADO DE TRANSFERÊNCIAS • ENTRADAS E SAÍDAS

mercado transferencias

Entradas: Pedro Silva (Sporting), João Reis (Santa Clara), Jorge Fernandes* (Tondela), João Mendes (UD Oliveirense), Boubakary Diarra (Sp.Covilhã), António Xavier (P.Ferreira), Sergio Peña (Granada), Patrick (Felgueiras), Jhon Murillo (Kasimpasa), Cristián Arango (Aves), Pablo Sabbag (Deportivo Cali)

Saídas: Ricardo Janota (Mafra), Rafael Amorim (Cova da Piedade), Jorge Fernandes (Tondela), Claude Gonçalves, Pedro Nuno (Moreirense), Joca (Rio Ave), Tyler Boyd (V.Guimarães), Murilo Freitas (Rio Ave), Harramiz (Mafra), Heliardo Silva (Arouca), João Vasco (Benfica Castelo Branco), Nick Ansell, Sulley Muniru, Júnior Pius (P.Ferreira)

Treinador: Tondela (37 anos) – Pepa tem sido um dos treinadores revelação do futebol português, muito pela sua capacidade de fazer muito com pouco. Como treinador, na Liga NOS, o seu percurso é ainda curto.

Treinou o Moreirense (2016/2017), onde foi substituído tendo deixado a equipa no 15ª lugar. Depois ingressou no Tondela (2016-2017), após a 16ª jornada, substituindo Petit, tendo conseguido a manutenção com o 16ª lugar.

No ano seguinte, (época passada) foi a temporada mais tranquila do Tondela alcançando o 11º lugar.

Um treinador que tem tido a coragem de não apenas permanecer o Tondela no escalão principal do futebol português, como tem mostrado um futebol positivo, competitivo, e hoje é um treinador respeitado, não apenas no Tondela mas na Liga NOS.

EQUIPA BASE • FIGURAS DA EQUIPA • PONTOS FORTES E FRACOS

EQUIPA BASE

tondela time

Pepa poderá construir a sua equipa com dois sistemas, um mais prudente, para jogos de maior grau de dificuldades (4-2-3-1) e outro mais arrojado, com mais presença na área adversária, com dois avançados.

Neste caso, essa dupla tenderá a ser formada por Tomané e outro jogador, que poderá ser o reforços Cristian Arango, um dos reforços sonantes, para esta época.

No entanto, também existe a possibilidade do recurso ao 4-3-3 com Xavier como uma boa alternativa para ocupar um dos flancos, sobretudo o lado esquerdo.

FIGURAS DA EQUIPA

figuras equipa

Cláudio Ramos – Foi uma das traves mestras do Tondela na temporada passada. Ágil, seguro entre e fora dos postes, foi em muitas partidas o melhor elemento dos tondelenses. Um seguro de vida para a defesa beirã.

Tomané – O jogador que passou pela formação do Vitória de Guimarães, e depois pela equipa sénior, e que mais tarde rumou à Alemanha e à Grécia, tornou-se um ponta de lança muito completo.

Tecnicamente evoluído, possante e com capacidade de jogar com e sem bola, Tomané foi um dos mais regulares na época passada, além do melhor marcador da equipa, com 9 golos.

Miguel Cardoso – Outro dos jogadores imprescindíveis na temporada passada. Um extremo versátil, capaz de jogar nos dois flancos, e que totalizou 62 jogos, nas duas últimas temporadas, com 9 golos apontados. Promete ser decisivo, novamente esta temporada.

Há ainda o regresso de Jhon Murillo, o avançado venezuelano que passou pelo Benfica, mas sem nunca se conseguir afirmar, tendo sido cedido, por empréstimo ao Tondela, e onde realizou duas temporadas com 54 jogos e 8 golos.

Na última temporada rodou nos turcos do Kasimpasa onde realizou 24 jogos e apontou 4 golos. Um jogador que versátil capaz de jogar como extremo ou ponta de lança, fazendo as duas posições com qualidade.

Mais maduro, este internacional Venezuelano será um ativo importante nesta época do Tondela e um dos que poderia figurar na lista de figuras da equipa.

jogos-primeira-fase

PONTOS FORTES

A capacidade de Pepa em extrair o melhor de cada jogador. O jovem treinador português tem-se afirmado nesta Liga NOS e apesar de apenas 2 anos, no Tondela é um treinador de méritos reconhecidos.

As poucas mudanças, no plantel, trazem a estabilidade necessária para a equipa produzir um futebol idêntico ao do ano passado, ainda para mais com a mesma equipa técnica.

A alma que este Tondela coloca em campo é já uma imagem de marca. Já por várias vezes esteve à beira do abismo, mas tem conseguido reações espetaculares, sempre com uma crença muito forte.

PONTOS FRACOS

Apesar de Pepa conseguir trabalhar a equipa muito bem, sob o aspecto defensivo, a verdade é que o Tondela não tem abundância de qualidade no eixo central defensivo.

Ricardo Costa é a voz de comando mas já tem 37 anos. Jorge Fernandes é um jovem com muito potencial, mas precisa ao seu lado de uma voz de comando, e nos jogos em que Ricardo Costa não possa dar o seu contributo, a equipa beirã poderá ressentir-se defensivamente.

A quantidade e qualidade que abunda no lado esquerdo do ataque tondelense contrasta com as lacunas para o lado direito.

O mesmo se aplica na alternativa a Tomané que reúne condições de avançado de referência, forte fisicamente e com capacidade de jogar sem bola e no confronto direto com os centrais adversários.

Esse jogador poderá ser Pablo Sabbag, mas é ainda um jovem e sem experiência na Liga NOS.

ATÉ ONDE PODE CHEGAR

aonde-pode-chegar

O Tondela lutará, novamente, pela manutenção. Criar raízes na 1ª liga é essencial, e caso consiga um 4º ano de permanência será o consolidar desse estatuto.

Há capacidade para ser mais uma época à imagem da última, a lutar pela manutenção sem grandes sobressaltos.

Não percas a chance de apostar e ganhar na Liga NOS 2018/2019

Abre tua conta nas melhores casas de apostas, aproveita os bônus e boa sorte:


Autor: Duarte Pinto

Uma Comentário para “Tondela Liga NOS 2018/2019 – Guia e Análise”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




CASAS DE APOSTAS LEGAIS
3,3 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a apostas desportivas online.
4,0 rating
10€ Gráris mais 200% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 50 de euros.
3,5 rating
5€ Grátis com o Código Promocional: apostaga
mais Bónus no primeiro depósito até um máximo de 100 euros.
3,0 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 100€ euros.
3,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito aposta sem risco até 50 euros.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.
3,8 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 100% até um máximo de 100 euros.
4,3 rating
Freebet de 10€ mais 100% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 250 de bónus.
4,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50€ euros.