Apostas Online em Portugal – Aposta Ganha

Um olhar sobre o Draft da NFL de 2020

Surpreendentemente, o primeiro NFL Draft virtual de sempre iniciou de boa forma e sem grandes problemas técnicos. Juntando centenas de conexões de principiantes no meio tecnológico fez pensar que existiriam inúmeras falhas, mas o mundo do futebol americano ficou satisfeito (ou talvez desapontado) com a falta de percalços durante a transmissão.

UM OLHAR SOBRE O DRAFT DA NFL DE 2020

Com o dia 1 deste Draft finalizado, os fãs de futebol americano podem começar a pensar e tentar prever o que poderá acontecer se a NFL iniciar a sua competição em Setembro, como a liga tem vindo a antecipar.

Um olhar sobre o Draft da NFL de 2020

Com os treinadores e proprietários fechados nos seus bunkers nas caves de suas casas (quase todos, – o proprietário dos Dallas Cowboys Jerry Jones estava a reportar durante a emissão do seu próprio cruzeiro), as escolhas começaram tardiamente ontem a noite com a ex-estrela dos LSU Joe Burrow a ser escolhido pelos Cincinnati bengals.

O quarterback vencedor do troféu Heisman liderou a sua universidade para o título nacional da NCAA na última temporada e está mais que pronto para tentar uma caminhada até ao Super Bowl. A sua escolha nesta posição faz com que seja o terceiro ano consecutivo no Draft em que um quarteback é selecionado como primeira escolha.

De seguida, os Washington Redskins tiveram a sua oportunidade e decidiram selecionar Chase Young, da universidade de Ohio State. O All American defensive end de 1.90m e 120 kilos decidiu que já se encontrava preparado para jogar na melhor liga do mundo e decidiu saltar o seu quarto ano de eligibilidade para se focar no Draft. Young é um atleta com claro potencial para a NFL, desde que meta de lado a sua atitude de “diva”. Apesar de ter marcado presença no Combine da NFL, negou-se a participar em qualquer evento dizendo que considerava “uma perda de tempo”.

LIONS E GIANTS

O antigo cornerback da universidade de Ohio State Jeffrey Okudah está a caminho de Michigan para jogar pelos Detroit Lions. Seleccionado na terceira posição, este era a mais provável escolha para sair em primeiro lugar no que toca a jogadores defensivos e, tal como Young, Okudah decidiu não jogar o seu quarto ano para tentar entrar na NFL. Aparentemente e como prova de ser um dos atletas mais desejados pela liga, Okudah foi o cornerback escolhido mais cedo desde Shawn Springs, selecionado pelos Seattle Seahawks em 1997.

Os New York Giants tinham muitas escolhas, mas decidiram escolher Andrew Thomas um offensive tackle proveniente da universidade de Georgia antes de qualquer outra opção. Os Giants depositam muita fé no seu futuro titular, sendo que o GM Dave Gettleman referiu, “Tivemos muito tempo a pensar nisto e nós queremos melhorar a nossa linha ofensiva de uma vez por todas”. Sem pressão Thomas, ao que parece.

A quinta escolha não foi uma grande surpresa na verdade. Os Miami Dolphins tiveram sempre os olhos no quarterback de universidade de Alabama Tua Tagovailoa, que tem mais do que capacidades para se equiparar a Burrow. Depois de uma temporada paupérrima, os Dolphins precisam de toda a ajuda que possam ter e ter um atleta premiado como Tagavailoa (um All American, MVP da final da NCAA, Walter Campo e First Tem All Sec, entre outras coisas) deixa a equipa num bom caminho.

Por fim, tudo continuará na corda bamba e a pesar sobre a decisão de iniciar a competição em Setembro, tal como desejam, e tal não será decidido tão cedo.

Fonte: Calvinayre

 

Gostastes do nosso conteúdo? então regista-te no nosso canal oficial no Youtube. Além disso, entra em nossas redes sociais como o Instagram e Twitter para se manteres bem informado.

Um sitio perfeito para receberes tudo do AG é o canal no Telegram. Também no chat podes conversar com mais de 2.500 apostadores ao vivo sobre as melhores apostas. Se estas a procura dos Pros acede também os Tipster Profissionais.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *