Viés do favorito

Hoje um artigo sobre algumas lacunas que cometemos nas apostas e muita delas tem nome ou uma causa. Causas naturais ou podemos dizer com fatores psicológicos. Hoje vou falar de um viés muito em específico, a viés do favorito que muitos acusam sem darem conta.

Índice de Conteúdos:

  1. Apostar no Favorito
  2. Longshots no Favorito
  3. Conclusão

APOSTAR NO FAVORITO

A maior parte dos apostadores usam este viés sem darem conta é um facto, nem que seja nas mais diversas situações empíricas nas apostas, mas usam-no. Mas uma vez mais vamos falar em tópicos, separadamente, para vos alertar sobre este viés do favorito.

Muitos de nós, e muito por culpa da precificação das casas de apostas, apostamos obviamente do presumível favorito a ganhar um jogo. Falo de futebol, pois para mim é o melhor mercado para explicar, sendo esse que trabalho na sua maioria das vezes. As casas de apostas usam este viés devido ao natural destaque do favorito, alguém é sempre superior ao outro, mesmo que a odd e claro a sua probabilidade direta seja com diferença mínima entre as partes.

Alguém é sempre melhor que o outro, alguém ou equipa tem mais hipóteses de ganhar do que a outra. Obviamente que por norma ou a maioria das vezes a odd da equipa mais forte reflete isso, mas nem sempre isso acontece, certo? No Money Line, esta “norma” acontece muitas vezes, as casas de apostas usam para determinar muitas das vezes as odds, diria, distribuírem o foco, sim o foco.

Pensem comigo, se eu colocar um Barcelona de Iniesta e Messi a 1.50 para ganhar contra um Alaves vocês achavam que eu, oddsmaker, estava maluco e que me tinha enganado, certo?

Em suma dei-vos um viés, ao ditar a odd de 1.50 para a vitória do Barcelona disse-vos que o valor está aqui, e que o favorito a ganhar é o Barcelona. Agora quantos de vós iriam atrás deste viés, e quantos de vós colocavam o Barcelona numa múltipla? Muitos de vós iriam cair nesse viés num ápice sem olhar a meios nem analisar mais nada.

Erro grave, se me oferecerem 1.50 mesmo o Barcelona de Iniesta e companhia, naqueles tempos loucos, eu iria saber porque. Porque é que a odd está alta, o que raio fez com que os oddsmakers cotassem a odd naquele valor. Algo tem que justificar aquela odd digamos probabilidade.

Afinal o Barcelona deixou de ser “matador”, mas porquê?

Estas são as questões que devemos fazer a nós mesmos, colocar em dúvida o porque das odds sobretudo nos favoritos, porque a viés é nos dada pela própria casa de apostas. A nossa responsabilidade é fazer perguntas e descobrir os porquês.

Por vezes aquela odd, a do exemplo, 1.50 refletiu e bem a dificuldade do jogo, até podem acabar por ganhar por 3-0, mas o jogo teve muitos momentos em que o Barcelona não foi superior. Então também pode dar-se de um empate e até uma derrota, mas isto foi apenas um exemplo muito radical.

Afinal o Barcelona deixou de ser “matador”, mas porquê?

Agora imaginem naqueles jogos mais complicados com odds mais altas e com um favorito não tão favorito assim, do tipo com odds a rondar o 1.85.

Isto é perigoso, não podemos cair neste viés sem termos a noção do que estamos a fazer. Precisamos de confirmar, precisamos de tentar perceber o porque das coisas. Posso só acrescentar mais uma coisa, por vezes oiço algumas informações, ou melhor, declarações do género: “os oddsmakers enganaram-se”, e fico a pensar.

Pera aquela malta que trabalha na Pinnacle enganou-se? Pera, eu sou mais esperto que aquela malta que está nisto algum tempo? Vamos pensar, será que foram os oddsmakers que se engaram ou eu precifiquei mal? Será que eu não tenho que fazer as perguntas ao contrário? Será que não tenho que olhar para que odd é que me baseio para saber desse mesmo engano. A odd que me leva a pensar isto dos oddsmakers, é de um “casebre” ou de uma casa de apostas de renome internacional?

Afirmar assim do nada, que os oddsmakers se enganaram, é grave, devemos ter tento na língua! E desculpem se me acho mais “pequeno” comparado com eles, que tem este mundo e o outro de informação, estatísticas e modelos “super” avançados aliados a grandes matemáticos e mesmo assim somos a última bolacha do pacote? Desculpem prefiro pensar debaixo para cima e não ao contrário!

LONGSHOTS NO FAVORITO

O viés do favorito revê-se muito sobre o tema que vos coloquei neste tópico, se fizerem um projeção do tipo, apostarem sempre nos favoritos as odds que vos dão, e depois fazerem 1000 apostas e tenho por certo que não irão ser lucrativos.

A viés vai-se confirmar, pois nem sempre os favoritos ganham, e mesmo a odds baixas, numa projeção desta dimensão, irão precisar de mais odd de entrada para serem lucrativos, é aqui que as casas trabalham!

Assumindo que até possam roçar o “Break Even” digamos o equilíbrio entre as percas e as apostas ganhas, podemos assumir já que o viés se confirma, porque chegamos à conclusão que apenas andamos a trocar dinheiro com as casas de apostas. Em suma o lucro não combina com o risco nem com a inúmeras apostas que fizemos, em suma trabalho para nada, ou quase nada.

Esta viés é muito usada, por isto mesmo, e claro para nos induzir em erro, e nos obrigar a não pensar, a fazer as coisas por impulso. Nós, mesmo aqueles apostadores mais experientes deixam-se levar neste viés por vezes em algumas das odds mais altas do que o exemplo em que dei.

LONGSHOTS NO FAVORITO

As casas de apostas têm maneiras de inverter esta situação, mas vocês não. Reparem que por vezes as odds são meramente especulativas, elas apenas estão a apalpar terreno e nós fazemos o trabalho das casas. Reparem mesmo que usemos o exemplo em cima, temos que pensar que um dia o Barcelona vai perder, certo, ou empatar, certo?

Elas usam estra brincadeira para que quem esteja a tentar fazer um trabalho sério, induzir a cometer o viés do favorito. Isso dá-lhes margem e liquidez e obriga o apostador a fugir da sua rota normal.

Os alertas estão dados, pensem sobre isto e usem exemplos do vosso dia-a-dia de apostador para irem vendo onde e quando este viés vos entra pelos olhos dentro.

CONCLUSÃO

Este viés para mim é um viés de operação, é dinâmico. Diria que enquanto os outros são a meu ver, mais a nível psicológico, este é do ato de apostar e sobretudo nos é dado por terceiros.

Considero este um dos muitos, o mais perigoso, aquele que nos dá uma falsa sensação de ganho ou de certeza e que na pratica, sim porque são inúmeros os estudos que revelam que este viés se confirma e que não é lucrativo, deixam-nos a total mercê das casas de apostas.

Voltando aos oddsmakers aqueles que falham na sua precificação, o que eu não acredito, eles usam nos como isco, para que o mercado se movimente naturalmente entre um favorito e um não favorito. Boa Ricardo, descobriste a pólvora, eu sei, mas a questão é, sim é normal existir teoricamente um favorito, mas a odd é aquela? A probabilidade intrínseca é mesmo aquela?

Esta questão é que me trás a este artigo e ao perigo deste viés do favorito. A odd seja em que mercado for, é sempre questionável, as casas sabem disso, as casas sabem que nos apostadores nos achamos os melhores Oddsmakers do mundo! É com esta “mentalidade” que as casas de apostas nos enganam, sobretudo pela nossa preguiça de confirmar dados de desconfiar ou melhor de saber a diferença entre a nossa análise e uma casa de apostas que é exímia a precificar eventos desportivos.

A questão agora passa por, como evitar a viés do favorito, e a resposta é simples, desconfie sempre do preço que vos dão! Usem várias casas de apostas para correlacionarem o favorito. Duvidem e esclareceram o preço, tentem justificar aquele preço que apareceu do nada qual era a ideia daquele oddsmakers e qual é a casa que vos dá essa odd.

favorito

O mercado pode ter influência, é certo, mas fica aqui a dica, saber se a casa brincou com vocês e ver a odd a mexer como se não houvesse amanhã. Ela vai levar umas boas pancadas dos apostadores recreativos com as suas apostas e com as suas múltiplas maravilhosas.

Depois a casa ajuda ainda mais brincando com a liquidez ou dando o “Drop” radical e acaba com a brincadeira. Por vezes até nos deixa no meio da ponte sem uma CLV interessante para fechar, em suma a casa não perde o controlo das nossas apostas e claro o mais importante obriga-nos a fugir da rota a cometer erros e a fazer apostas onde não têm valor nem são EV+.

Por isso cuidado, estes são apenas alguns aspetos a ter em conta, desconfiem sempre da odd e questionem-se sempre. A casa sabe sempre mais que vocês, eu pelo menos eu penso assim, prefiro olhar debaixo para cima, pois assim consigo perceber onde está as lacunas ou as sombras e para onde me querem levar, e aí decidir em consciência e fazer a melhor aposta, ou então, nem a fazer.

Por hoje é tudo, espero que não sofram mais deste mal e que tenham muitas apostas ganhas. E agora sim, desejo-vos a todos umas Boas Festas, um Santo Natal com todos os cuidados necessários deste ano atípico, com o Covid, mesmo em família em número reduzido e que daqui a uns dias não tenhamos que nos arrepender.

Protejam-se e tenham cuidado com os mais velhos sigam as orientações da DGS e que para o ano possamos estar mais libertos das máscaras e de restrições impostas por esta doença que nos abalou de todas as formas, até nas apostas, neste ano de 2020.

Bom Natal!

 

Gostaste do nosso conteúdo?
Então regista-te no nosso canal do Youtube e assiste aos nosso Podcasts de Apostas. Entra nas nossas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter. Ainda tens o nosso Canal de Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




CASAS DE APOSTAS LEGAIS
3,3 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a apostas desportivas online.
4,0 rating
10€ Gráris mais 200% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 50 de euros.
3,5 rating
5€ Grátis com o Código Promocional: apostaga
mais Bónus no primeiro depósito até um máximo de 100 euros.
3,0 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 100€ euros.
3,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito aposta sem risco até 50 euros.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.
3,8 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 100% até um máximo de 100 euros.
4,3 rating
Freebet de 10€ mais 100% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 250 de bónus.
4,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50€ euros.