Apostas Online em Portugal – Aposta Ganha

Warriors iniciam novo ciclo com base de sempre

Os Golden State Warriors falharam a conquista do tricampeonato da NBA em 2019 e procuram recuperar o seu título já no novo ano que se aproxima, porém terão de o fazer sem Kevin Durant, uma peça importante nos sucessos de 2017 e 2018.

Sai Durant, mas estrutura mantém-se

Aquando do anúncio da saída de Kevin Durant, temeu-se que boa parte dos restantes elementos nucleares da equipa dominadora da NBA entre 2015 e 2018 pudesse desmoronar-se, no entanto tal não sucedeu.

Warriors iniciam novo ciclo com base de sempre

Para além do sensacional Durant, apenas DeMarcus Cousins decidiu abandonar a equipa no final da temporada, tendo permanecido a estrutura que começou a dar nas vistas em 2015.

Os Splash Brothers – Stephen Curry e Klay Thompson – continuam a representar a formação de Oakland, na companhia de um dos melhores defensores da liga, Draymond Green.

De certo modo, a base de sucesso da equipa permaneceu e isso dará alento ao treinador Steve Kerr para acreditar que pode voltar a ter uma equipa suficientemente competitiva ao ponto de discutir novamente o título da NBA.

De relembrar que os Warriors foram finalistas vencidos em 2018, perdendo a Final para os Toronto Raptors por 4-2.

D’Angelo Russell dará ainda maior ritmo

Quem conhece o percurso de Golden State neste período sob o comando de Steve Kerr certamente saberá que o estilo de jogo adotado pela equipa tem sido muito voltado para ataques rápidos que não permitam às defesas contrárias se estabelecerem convenientemente.

Com a capacidade de lançamento exterior de Stephen Curry e Klay Thompson, os Warriors podem resolver um jogo num só período de inspiração dos Splash Brothers, sendo que esse modo de jogar também permite aos jogadores interiores fazer mais pontos, pois a necessidade de cobrir o lançamento exterior por parte das equipas adversárias abre espaço a passes interiores e consequentes finalizações.

Em suma, nunca é fácil travar esta formação, e com D’Angelo Russell na equipa após uma excecional temporada com os Brooklyn Nets, não me espantará que tal cenário se mantenha, pois, o jovem jogador também tem um razoável lançamento exterior e uma velocidade e ritmo de jogo deveras assinalável.

Por outro lado, a sua chegada terá um objetivo prioritário já esta temporada, tendo em conta que Klay Thompson foi submetido a uma cirurgia e só deve regressar à equipa na segunda metade da temporada, portanto, para já formará dupla com Curry no jogo exterior.

Mais tarde, e após o regresso de Thompson se verá de que modo Steve Kerr irá encaixar essas três peças na equipa, embora seja provável que Klay Thompson seja cada vez mais um atirador, deixando toda a criação de jogo para Russell e Curry.

Jogo interior pode preocupar

Sem DeMarcus Cousins ou Andre Iguodala para a nova temporada, os Warriors terão de renovar o seu jogo interior com Kevin Looney sendo uma aposta clara da equipa para se juntar a Draymond Green.

Mas uma temporada regular é muito exigente e requer opções alternativas em cada posição, e aí a chegada de Willie Cauley-Stein dos Sacramento Kings pode ser preciosa.

Trata-se de um jovem poste de grande qualidade que já mostrou as suas credenciais na época passada, pelo que os Warriors acreditam que poderá colmatar boa parte das saídas do final de temporada.

Menor responsabilidade poderá ser benéfica

Numa pré-temporada tão animada com diversas equipas a garantirem reforços de grande nomeada, a formação de Oakland preferiu manter-se na sombra contratando apenas D’Angelo Russell como uma verdadeira adição de qualidade ao seu plantel.

Assim, equipas como os Brooklyn Nets, LA Clippers ou LA Lakers entram na nova temporada carregadas de expetativas e responsabilidade, algo que não sucede nos Warriors, o que lhes poderá permitir acertar agulhas tranquilamente a tempo de se mostrarem em forma nos playoffs.

lebron lakers

Eles são a quarta equipa da Conferência Oeste com cotações de 8.50 para renovarem o seu título de conferência nas casas de apostas, e só esse dado já explica que serão apontados como uma formação ‘outsider’ esta época ao invés do que sucedeu em anos anteriores, onde iniciaram como grandes candidatos ao título.

Por falar em título, a equipa que venceu três das últimas cinco edições da National Basketball Association surge na sexta posição da lista de favoritos da Betclic com cotações de 13.00, muito acima do praticado por esta altura há um ano, quando eram destacados favoritos à vitória com cotações que deveriam rondar os 2.00.

Como se sabe, a lesão de Kevin Durant na fase final da temporada acabou por baralhar as contas de Steve Kerr e originar que os galvanizados Toronto Raptors tirassem partido disso para celebrarem um título que poucos esperariam poder ficar no Canadá no início da época.

Veremos como corre em 2020…

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *