A realidade que ninguém quer ver

Aposta Ganha / Tutoriais e Dicas de Apostas / A realidade que ninguém quer ver

O futebol é um desporto em constante evolução, e mudou definitivamente nos últimos tempos. É uma realidade que para muitos é difícil de aceitar, mas contra factos não há argumentos, e a mudança tem sido até lógica.

A realidade que ninguém quer ver

A discussão que trago hoje não é nova, tem estado presente desde do primeiro dia que comecei a apostar. Quem aposta no mercado dos golos, vai nos overs, e não gosta dos unders. Ainda é lógica esta abordagem?

O futebol tornou-se um desporto mais táctico. As equipas parecem robóticas, tudo é estudado ao pormenor, e as equipas estão cada vez mais eficazes a nível defensivo.

Mas, claro que há duas razões principais para os resultados estarem cada vez mais curtos.

Primeiro, a pressão que as equipas sentem face às mudanças do mercado, e em segundo lugar, a implementação do VAR, que veio retificar muitos lances, especialmente, golos em fora-de-jogo, que tem afectado psicologicamente os jogadores durante os encontros.

As casas de apostas já raramente vão oferecendo linhas de 2,5 com valor para equipas “grandes”, com maior capacidade goleadora, e as linhas de 3,5 são um risco constante.

Os grandes tubarões europeus estão obrigados a investir cada vez mais, gastam grandes quantias no mercado de transferências, e este investimento requer resultados desportivos, a pressão está mais elevada do que nunca.

Isto, causa que as equipas protejam cada vez mais os resultados vantajosos, e que pensem constantemente no estado físico dos jogadores.

Klopp, líder da Premier League, que raramente faz rotações, veio criticar mais uma vez o calendário, abdicando completamente da FA Cup, afirmando que vai poupar a equipa principal, e que ele próprio não vai estar presente no encontro.

É o resultado do futebol moderno.

Na Alemanha, o Bayern tem vindo a prometer o maior investimento de sempre, algo que tem ido contra a sua forma de actuar.

Em Espanha, Barcelona e Real Madrid continuam a gastar todos os meios, e próprio Atletico começa a ganhar estatuto.

Itália começa a ser uma ameaça séria, pois é o país que oferece melhores condições aos jogadores em termos de impostos, e em França o PSG continua com o seu sonho de vencer a Liga dos Campeões, e naturalmente as restantes equipas têm de evoluir para lutar pelo título.

E por último, claro que Inglaterra continua a ser dominante em termos de mercado, com um poderio imenso, em que equipas de metade da tabela conseguem investir mais de 50M num jogador.

Mesmo, em Portugal, na nossa realidade, os clubes estão obrigados a gastar mais.

Mesmo equipas com objectivos mais modestos têm vindo a ser obrigadas a investir mais e a correr mais riscos.

Em Espanha, por exemplo, o Espanyol e o Villarreal já bateram o seu recorde com as contratações de De Tomás e Paco Alcacer. Estas equipas têm ambições, querem crescer, e cada vez mais vemos jogos fechados.

A lógica que uma equipa corre mais riscos quando está a perder começa a ser irreal, sendo que muitas equipas continuam com uma postura defensiva neste cenário, esperando um possível empate.

E quando tudo aponta a favor dos unders, os apostadores continuam a ser teimosos, a tentar encontrar os jogos mais prováveis para haver golos, quando são cada vez menos.

No fim-de-semana passado, tentei outra abordagem, e foi bastante fácil chegar a um método de apostas para escolher unders.

Afinal já o fazia há muitos anos e não sabia. Em vez de ignorar um jogo porque é mau para golos, apostei no under. E o resultado foi satisfatório.

Em 8 jogos, falhei 1. E não me arrependi no final.

Erros dos Apostadores

É verdade que não mete tanta piada ver um jogo a desejar para não haver golos, mas apostamos para ver jogos ou para lucrar?

Se os unders for neste momento o melhor mercado, porque não explorar? Não há lógica para não apostar em unders neste momento.

É muito provavelmente o melhor mercado no momento, e muitos já o sabem, apenas escolhem não ir por esse caminho. Mas, pergunto, o que vos impede é o controlo emocional?

Se estão a perder boas oportunidades por uma preferência, se estão a ignorar lucro por teimosia, não é esse um dos grandes erros de um apostador?

Não quer dizer obviamente, que não existam jogos com valor para carregar nos overs, ainda há jogos com golos. Ainda há equipas que tentam, que dominam, que conseguem cumprir os handicaps.

Porém, desafio todos a tentar procurar jogos fechados, chatos, com equipas que adoram perder tempo, com equipas que saibam defender bem, com equipas que não gostem de se arriscar e que tenham dificuldades em marcar golos.

Acredito que no final, o lucro vai falar mais alto.

Por fim, outra abordagem necessária é o mercado ambas marcam. Sendo que cada vez há menos goleadas, muitas vezes procuramos jogos com possibilidade de ambas as equipas marcarem, mas acabamos por ir no over 2,5 ou 3,5.

Pensem realmente antes de apostar se conseguem imaginar um cenário de 3 – 0 ou 4 – 0, pois desde que mudei este pensamento, tenho lucrado muito mais com jogos que terminam 1 – 1.

Especial atenção para jogos em que a equipa mais forte joga fora de casa.

Lucro

Desde sempre o over 2,5 foi o “meu mercado”, mas chega a uma altura que há que reconhecer que o under também faz parte do mercado.

E nem foi preciso mudar o meu método, pois a minha análise dos jogos é igual, apenas escolho não ignorar os jogos com menos possibilidades de golos, mas explora-los.

2 Comentários para “A realidade que ninguém quer ver”

  • Avatar
    Valter Manuel Domingos says:

    Boas Parabéns pelo artigo explora uma parte que não são muitos os apostadores que gostam deste mercado, pois o golo é o que provoca a emoção o soltar de adrenalina acumulada, sinceramente já tentei mas todas as incursões dei mal, foi poucos os jogos que apostei que deu green.
    Depois de ler este teu artigo serve de alerta e vou tentar fazer outra investida neste mercado;)
    Abraço

  • Avatar
    Cédric Baudin says:

    Este Domingo, houve overs 2,5 a dar cum pau.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Casas de Apostas
Solverde Apostas

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de até um máximo de 100 euros.

Luckia

Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.

Nossa Aposta

Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.

Betclic

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.

Bet.pt

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.

Betway

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 100% até um máximo de 100 euros.

ESC Online

Freebet de 10€ mais 100% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 250 de bónus.

Betano

Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.