Algoritmos nas apostas

Aposta Ganha / Tutoriais e Dicas de Apostas / Algoritmos nas apostas

Hoje falamos um pouco do que está do mais atual nas apostas, algoritmos nas apostas é o tema mais atual nos dias que correm. A culpa vem a prepósito da notícia chocante que um ex-funcionário da Bet365 lançou para a opinião publica. A notícia refere que a casa tem um algoritmo para detetar possíveis apostadores ganhadores.

Índice de Conteúdos:

  1. Algoritmo Usado Pelas Casas
  2. Algoritmos para Calcular Odds
  3. Algoritmos Usados Pelos Apostadores
  4. Conclusão

ALGORITMOS NAS APOSTAS

Esta situação levou a cabo até de uma ação judicial na Austrália, e na qual remeto-vos também para o nosso artigo sobre este assunto em concreto aqui no Apostaganha.

Mas hoje vou tentar, uma vez mais por tópicos, falar-vos explicando os porquês do uso dos algoritmos pelas casas de apostas e também agora, por alguns apostadores.

O uso de algoritmos permite sobretudo agilizar ou visualizar de uma maneira mais rápida e sintética de chegar e atuar perante vários cenários nas apostas, por outro lado também saber como aquele apostador se move nas apostas, mas vamos lá aborda-los em cada tópico respetivo.

ALGORITMO USADO PELAS CASAS

Só não acredita quem não quer, obvio que algo deste género é usado para detetar casos de sucesso no mundo das apostas. Saber se um apostador é bom ou não, não se trata apenas no acerto das apostas que faz, mas sim também por outros fatores, alguns bem mais graves.

Headge é um deles, porque se um apostador aposta várias vezes em Headge, é sem dúvida nenhuma um apostador ganhador a longo prazo, e as casas de apostas não gostam deles.

Obvio, que elas usam certo programas matemáticos, sim porque um algoritmo não passa disso, para detetar a performance de uma panóplia de apostadores que são seus clientes.

Fazer o “traking” desses apostadores, via manual, do tipo, apostador a apostador seria um trabalho moroso e que requer uma mão de obra imensa para corresponder ao pedido, detetar a tempo os apostadores ganhadores.

Todos nós já ouvimos falar de queixas, ora de limites, ora de odds que sem log in são de um valor e com log in já tem outro valor, mas por vezes a casas leva-nos a desistir de um levantamento, pela quantidade de emails trocados entre eles e o apostador/cliente.

Acredito plenamente que este tipo de mecanismo matemático com software possa ser usado pelas casas de apostas, aliás só assim faz sentido e a meu ver, responde ao que muitas vezes acontece aos apostadores e as queixas por eles referidas.

Uma casa de apostas grande, com muitos clientes, obviamente que tem que ter algo que os ajude, como disse anteriormente, seria preciso muita gente para detetar este tipo de apostadores, e uma vez mais a que referir que o saldo das contas não é amostra alguma, pois muitos disfarçam e bem.

Sim a casa de apostas não se pode guiar apenas pelo saldo ou pela quantidade de greens, mas sim pela performance que estes têm dentro das suas apostas.

Um EV+ muito alto, apostar em Headge, ser um Sharp na movimentação nas linhas, enfim uma panóplia de “métricas” que a casa terá que avaliar para detetar este tipo de apostadores.

Claro que com uma ajuda de algoritmo tudo se torna mais fácil, e se ele gerar avisos há casa de apostas é meio caminho andado para a casa se proteger mais rapidamente e com isso perder menos dinheiro sobretudo a longo prazo.

As casas de apostas têm um grande poder de investimento para este tipo de situações e conceitos. Não desconfiem, pois é verdade, eles contratam grandes matemáticos e empresas de software para estarem sempre à frente de nós, apostadores.

ALGORITMOS PARA CALCULAR ODDS

Parece obvio certo? Claro que sim, sistemas complexos de cálculos e variâncias, e com fatores e ainda passar no crivo de um oddsmaker é aquilo que todos nós enfrentamos no dia a dia nas apostas diárias.

O sistema cada vez está melhor, mais complexo com menos margem de erro, ou não se tratasse de um programa que se auto corrige, certo? Concordam?

Eu concordo, penso que é por isto, por odds mais justas mais bem afinadas é obra de algoritmos de precificação usados pelas casas de apostas, que uma vez usam o poder de uma base de dados deveras complexa e de uma informação privilegiada, sobretudo pelas ligações diretas alguns clubes, patrocínios até, e com informadores. Diríamos nós “missão impossível”?

Sim, em parte, por outro lado não, há sempre algo que foge ao controlo, ou ao esquema binário usado pelo algoritmo. E aí entra o apostador, Sharp, e o jogo começa aí, homem vs. máquina.

Apenas um reparo, todas as odds, são revistas pelo departamento de risco das casas de apostas, é preciso saber se acontecer algo fora da caixa, a casa se sustente em algo, e por norma quando desconfiam de algo, o Juice é o primeiro sintoma das suas ações defensivas.

Em suma deste tópico, o esquema montado está presente todos os dias e está bem montado e é um esquema que se auto alimenta e auto corrige-se.

ALGORITMOS PARA CALCULAR ODDS

Não é à toa que eu defendo que cada vez mais encontramos menos valor da aposta nas odds. Está mais difícil, mas a culpa ,se querem que vos diga, nem é nossa, mas sim do exagero da autoproteção das casas.

Ter um algoritmo que se protege cada vez mais, e aprende sozinho, vai sempre prejudicar-nos e isso leva-nos a que cada vez mais estejamos a apostar em EV-.

Digo e volto a dizer não sei até quando é que as casas continuarão a fechar o cerco, ou até quando as odds vão continuar a serem cada vez mais justas.

Mas só tenho uma resposta, e simples, serve para afastar os apostadores que sabem algo mais sobre isto, e manterem os apostadores recreativos. Esses sim interessam, esses sim fazem alimentar a máquina, os seus bolsos…

ALGORITMOS USADOS PELOS APOSTADORES

Agora o reverso da medalha, muitos Sharps, usam modelos complexos e algoritmos para apostarem, para detetar erros de calculo, diria que é o reverso da medalha. Se as casas usam para um fim, os apostadores também os usam, mas de outra maneira.

A questão é que esta luta é desigual, mas muitos conseguem detetar falhas na precificação ou nas linhas claro está e conseguem moverem-se primeiro que a própria casa.

Claro para isto é necessário ter quantias altas do lado dos sindicatos ou dos Sharps, e obviamente uma boa panóplia de casas asiáticas ao seu serviço. Ter dinheiro, gera dinheiro, e aqui a luta começa a ser mais igual se pensarmos globalmente no mercado das apostas.

Falo, ou melhor, escrevo, apenas do que sei, é possível ter algoritmos que nos ajudem apostar, sim é, ou até mesmo modelos matemáticos, pois tenho vindo a desenvolver um e até a data não estou arrependido de ter queimados as minhas pestanas para o “elaborar”.

Se compensa? Não sei, para já penso que sim, apresenta pouca variância, abaixo até do espectável, e com um ROI bastante satisfatório para o bolso da banca.

ALGORITMOS USADOS PELOS APOSTADORES

Diria que foi uma ApostaGanha perder o meu tempo a ler sobre a matéria de como fazer e chegar lá, mas acredito que seja necessário algumas ferramentas e conceitos bem apurados ou caros para o apostador normal.

Os donos dos modelos, são sem dúvida da malta que aposta em desportos de “High Scoring”, os americanos são exímios do uso desta ferramenta, e já vos disse que estão muito á frente de nós.

Acredito que num futuro próximo esta utilização de modelos ou “ajudas “possam a ser usadas no dia-a-dia mesmo num apostador mais iniciante!

CONCLUSÃO

Se havia dúvidas, penso que vos consegui dissuadir ou pelo menos fazer ver os algoritmos de outra forma, e pensarem um pouco sobre o tema.

Seja pelo lado das casas de apostas, ou pelo lado dos apostadores, os algoritmos estão cada vez mais a serem usados nas apostas desportivas, e com isso dar mais luta ao nosso dia-a-dia nas apostas.

Acredito como já disse anteriormente que em breve possamos usar mais este tipo de conceitos que outros, que acabarão pro cair em desuso,

até porque as casas estão cada vez mais aperfeiçoar-se assim como os seus softwares e algoritmos criados em especial para o efeito.

Por vezes as casas lançam aquelas apostas novas e diferentes, como as “combo criadas pelo apostador” isso é mais um passo de aperfeiçoamento da atribuição de odds pelo algoritmo criado para o efeito.

A precificação está mais complexa e assertiva que nunca e até permite que nós mesmos façamos uma combo a nossa maneira, que engraçado! A casas de apostas está a ficar dinâmica, e em breve, deixa de ter metade dos oddsmakers que trabalham para eles.

Em breve será preciso muito menos para abrir uma casa de apostas, e o que vai aumentar será mesmo o pessoal do departamento do risco. Claro que este departamento será cada vez mais crucial no dia-a-dia de uma casa de apostas.

Meus amigos, por hoje é tudo, um tema moderno e atual, hoje foi este o mote, espero que tenham gostado, comentem e deem também a vossa opinião aqui em baixo neste artigo.

Boas apostas e claro boa sorte, sim porque também é preciso.

 

Gostaste do nosso conteúdo?
Então regista-te no nosso canal do Youtube e assiste aos nosso Podcasts de Apostas. Entra nas nossas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter. Ainda tens o nosso Canal de Telegram.

Uma Comentário para “Algoritmos nas apostas”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




CASA DE APOSTAS
3,8 rating
10€ Gráris mais 200% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 50 de euros.
3,5 rating
5€ Grátis com o Código Promocional: apostaga
mais Bónus no primeiro depósito até um máximo de 100 euros.
3,3 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.
3,3 rating
Não tem bónus de Boas vindas para a postas desportivas online.
3,5 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito aposta sem risco até 50 euros.
3,3 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 50% até um máximo de 50 euros.
4,0 rating
Bónus de Boas Vindas para o primeiro depósito de 100% até um máximo de 100 euros.
4,3 rating
Freebet de 10€ mais 100% de bónus sobre o valor do seu depósito até um máximo de 250 de bónus.
4,5 rating
Aposta de 5€ Grátis com o Código Promocional: APOSTAGANHA1 mais 50% de Bonus até um máximo de 50 euros.
ÚLTIMOS ARTIGOS