Prognósticos para Apostas Desportivas Online - Aposta Ganha

Apostar com o Handicap

Apostar com o Handicap

Apostar com o Handicap, Mais um artigo exclusivo ApostaGanha trazendo até vós mais conteúdo de estudo e de análise para que possam crescer como apostadores.

Desta vez, questionamos e abordamos um método muito usado por apostadores profissionais, que usam a notícia como um verdadeiro handicap de “Edge” (vantagem) sobre as casas de apostas.

Um apostador dedicado, daí termos abordado inicialmente, que este conteúdo poderia ser mais relevante para um apostador profissional, pode aproveitar-se da notícia.

Um apostador profissional está sempre em cima do acontecimento. Por norma escolhe os seus jogos antecipadamente e rapidamente procura toda a informação. O apostador vai-se atualizando sobre o que saí até que esse mesmo evento se realize.

Uma notícia que traga algum desequilíbrio nas equipas o que ponha em causa a prestação de alguma delas pode dar-se o tal “Edge” em relação à casa de apostas.

Antes de passarmos a um exemplo, explicar que a casa de apostas poderá até ser rápida, mas com tantos jogos disponíveis demora a ajustar as suas linhas/odds perante a notícia relevante ou não, estejam atentos a este pormenor.

Passamos a explicar, através de exemplo fictício.

O Apostador quer ir no Jogo de futebol A vs B no fim-de-semana – Sábado.

Na segunda-feira começa a recolher toda a informação após a última jornada. Verifica se se houve sequelas por exemplo de algum jogador importante tocado e que irá passar a semana em recuperação. Esta situação se acontecer, deixa já o apostador com um aviso prévio. Aquele jogador poderá ou não jogar no próximo jogo, isso pode ser relevante para a aposta.

Agora o apostador está atento a tudo, se o tal jogador vai jogar ou não, e começa a estar “em cima” de tudo o que é noticia daquele evento. Referimos que o apostador tem que ter em atenção a equipa A e B.

Factores que podem dar o tal “Edge” sobre as casas de apostas e continuando com o exemplo, é saber se por exemplo o tal jogador importante a última da hora vai jogar ou não. Sobretudo isto só é mesmo revelado no 11 inicial antes mesmo de o jogo começar.

Outro factor importante é as condições climatéricas, as vezes muito adversas podem condicionarem e muito um jogo. A que não tenha muita consideração por este factor, mas destaco se forem mesmo adversas, acredito que aí sim. Adiciono aqui também o factor clima.

Imaginem e isto acontece muito nos jogos internacionais e ou Champions League, onde equipas que estão basicamente no verão e depois vão jogar à Rússia com temperaturas negativas. Aqui o corpo manifesta-se e muitos jogadores a seguir até se constipam.

Mind Games dos treinadores e conferências de imprensa poderá ter bastante influência mas aqui requer um conhecimento mais profundo, sobretudo das metodologias utilizadas pelos treinadores. As conferências de imprensa podem revelar um ou outro pormenor que poderá acontecer o jogo e isso pode ser importante no jogo.

Muitas vezes decisões federativas também fazem mossa nas condições da aposta, como também problemas na viagem dos jogadores até a cidade onde vão jogar. Nesta situação acontece muitas das vezes em campeonatos de 2ª divisão.

Só um exemplo no Brasil, por vezes as viagens demoram 7 horas mesmo em avião. Quando se fala em equipa da Série B onde os recursos financeiros são baixos, de certeza que os jogadores viajam em classe económica e não em 1ª classe. Este poderá ser um dos principais factores no mundo da notícia, que pode mexer bastante com as odds e ganhar o tal “Edge” à casa onde vamos apostar.

A questão se uma equipa vai rodar jogadores ou utilizar os não titulares poderá ter relevância no “Edge”, e aqui é importante saber com quem contar no 11 inicial e aqui só mesmo na hora do jogo. Por vezes as convocatórias dizem logo, e assim que sai, poderá ser aqui também um belo exemplo de um “Edge” usando a noticía como handicap.

Muitos apostadores não colocam pouco dinheiro nas apostas que fazem, alguns profissionais apostam até quantias a rondar o ordenado mínimo nacional em Portugal. Como seria de esperar essa responsabilidade obriga a que o Apostador saiba e tenha a consciência do que está a fazer. E com esta responsabilidade acrescida obriga-se a estar atento a tudo o que ronda o jogo onde vai apostar.

Voltamos a chamar atenção ao leitor do seguinte, a casas de apostas só por si só já está em vantagem em relação ao apostador. Ao ter consciência deste factor obriga-te a tentares sempre ultrapassa-la por algo que a casa não teve em atenção, ou não deu o verdadeiro valor.

As casas já estão em vantagem, porque são elas que te oferecem as odds, o preço para que aquele acontecimento vale no jogo. Só por este pequeno e grande factor já te encontras a perder.

Voltando ao artigo e como usar a notícia como o nosso handicap contra as casas de apostas, o apostador terá que estar munido de todos os sites, jornais locais, sites com as condições climatéricas. O que aconselhamos, é que usem o Twitter, o Facebook das equipas, e até dos jogadores. Por vezes lá sai um confidência de um jogador ou outro sobre o próximo jogo, ou então a dar entender como está a correr a sua recuperação.

Ponto crucial para usar este método é estar no centro do mundo do que diz respeito a notícias sobre aquele determinado evento. Se conseguirmos isso, estamos á frente da casas de apostas, pois esta é mais lenta a ajustar-se perante a notícia.

Algo importante que deveremos ter em conta, esta “luta” não é fácil, e como referimos é preciso estar dedicado a 100% e isto só mesmo num apostador profissional.

Mas o apostador lúdico também poder ter este Edge, basta que mal se comesse a espalhar a notícia este a receba e rapidamente tenha meios para colocar a sua posição no mercado e fazer a sua aposta. Por vezes isto acontece é raro, mas acontece.

Achamos na nossa análise que este método deve ser considerado por todos. Mesmo não levando tão a fundo é sempre essencial estar por dentro do jogo em que queremos entrar. Podemos estar até mais afastados da notícia, mas é importante estarmos mais perto do que pode mudar o nosso raciocínio sobre o jogo e a aposta a fazer.

Validamos este método como muito válido para quem aposta, sejam vocês apostadores profissionais ou lúdicos, estar à frente da casa de apostas é sempre o método mais acertado que um apostador poderá ter para fazer as suas apostas e ter uma maior rentabilidade nas suas apostas.

Espero que este artigo tenha uma vez mais, elucidado e ajudado no vosso crescimento como apostadores e que o utilizem com um “Edge” nas vossas apostas.
Boas apostas

Autor: Ricardo Matos

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *