Prognósticos para Apostas Desportivas Online - Aposta Ganha

Bad Run – Lidar, Liderar e Sair a Ganhar

Bad Run – lidar, liderar e sair a ganhar

Bom depois de uma semana de “pausa” devido à falta de disponibilidade e sobretudo a cabeça no lugar para escrever umas linhas, voltamos aos nossos artigos habituais.

Decidi abordar hoje um assunto que por norma abrange todos os tipos de apostadores, os bons, os maus e até os assim a assim.

A Bad Runs, ou melhor, as várias apostas perdidas, que um apostador terá que lidar no seu dia-a-dia. Dia a dia será desde já mesmo uma Bad Run muito forte, mas a expressão é geral e não particular.

Ninguém pense que as apostas perdidas são apenas só para os que sabem pouco de apostas, que são só para os “maçaricos” nestas andanças, enganem-se! As várias apostas perdidas acontecem até aos profissionais, e terão mesmo que saber sair disto e por cima.

Parece fácil falar assim deste modo, sair por cima, mas não acreditem que seja tarefa fácil de se conseguir.

Vamos tentar aqui ajudar-vos nesse sentido, sair das Bad Runs mantendo o objetivo de atingir objetivos no final.

Vamos tentar abordar este assunto por tópicos e ao mesmo tempo abordando no sentido do mais importante para o menos importante, segundo a minha visão.

Já cá faltava a ressalva que vocês estão habituados, que todas as dicas que vos trago é sempre segundo a minha ótica e a minha experiência. Obviamente que tento melhorar a cada dia que passa, e claro sempre ouvindo, lendo outros apostadores mais experientes que eu.

Algo que não fujo é á minha identidade como apostador, pois só assim serei eu mesmo e não um “seguidor” de modelos de outros. Tenho que me sentir confortável na minha maneira de apostar e de lidar com as apostas perdias e até numa Bad Run, só assim posso evoluir.

Confiar no seu método

Coloquei logo este tópico em primeiro lugar, e obviamente para mim é muito importante e muito especial. Se vocês não cofiam no vosso próprio método quem irá confiar? Se o vosso método já vos trouxe alegrias e foi testado até a exaustão, porquê parar de confiar nele só porque estão numa Bad Run?

Manter o mesmo método é o primeiro passo a fazer enquanto estamos numa Bad Run, é essencial não nos afastarmos disso, e não desistir do nosso método só porque perdemos 3 apostas seguidas ou mais! O nosso método já foi testado a longo prazo, logo saberemos que muito em breve estamos a sair desta fase. Não desistam, não mudem de estratégia, se confiam vão até ao fim!

Obviamente sabemos que podemos ter que sofrer um pouco até sair desta sequência, mas temos que ser fortes e acreditar mesmo parecendo que estamos a beira de um precipício.

Aviso já que estarão sempre tentados a mudar algo, a ajustar aqui e ali, mudar estratégias, mas de todo errado fazer isso. Mantenham-se sempre fiéis ao vosso método e ao vosso ideal, pois em breve estão fora desta “onda” negativa.

Bom, muitos já deverão estar a pensar, sim é fácil dizer isso, mas podemos chegar à banca rota se mantivermos a “fé” até ao fim. Sim é verdade, pode acontecer, mas se assim for, então o problema está no método e não na sequência das Bad Runs.

Um apostador terá que estar constantemente a fazer uma, uma auto analise de tudo o que faz. Nesta situação deve ser mais brando, calmo e frio nas suas análises e na sua autoanálise.

Portanto em género de resumo, confiem em vós mesmos e no vosso método e irão sair desta “onda”.

Gestão de banca

Uma Bad Run dá cabo de uma banca, ela sofre constantes impactos nestas sequências negativas. Muitos mantêm-se firmes e mantem a sua sequência de stakes segundo o seu método, mas eu não.

Volto a dizer que esta é a minha maneira não terá que ser a vossa ou a mais usual. Eu considero-me um apostador cauteloso, logo tudo o que faço, faço-o mais friamente e sou mais “retranqueiro” nas apostas e nas acções.

Na minha análise neste tópico em especifico, eu avalio da seguinte forma: Se sei que estou numa Bad Run, se tenho consciência deste facto, então ajusto logo as minhas stakes.

Prefiro quando sair disto começar a ganhar pouco e demorar mais tempo a “pagar” as minha Bad Run, do que me expor em demasia. Mas tudo isto porquê? Porque eu não consigo fazer muitos jogos, tanto como gostaria de os fazer. Esta situação obriga-me a colocar-me neste patamar e neste grau de exigência comigo mesmo.

Quem tem bancas grandes ou pequenas, eu faço esta sugestão de retificarem as vossas stakes, pois se têm o discernimento de se aperceberem que estão numa Bad Run, devem de imediato ajustar-se nesse sentido.

Digamos, que uso este ajuste é tipo uma vacina que uso contra a Bad Run e poder “relaxar” mais um pouco se por acaso esta Bad Run for algo “longa”.

Mentalidade positiva

Escolhi para a 3ª posição a mentalidade positiva, ou melhor, não desanimar e deixar-nos influenciar por esta situação. Sei que é complicado porque “tristes” já vocês estão, e levar com 3 red’s seguidos não é fácil.

Digamos que até aqui o ajuste das stakes pode minimizar o estrago, conforme referi a cima. Pensar que a próxima é que vai ser green, continuar com pensamento positivo é o que se espera sempre de quem está na mó debaixo.

Seja nesta situação específica quer na nossa vida “normal” o pensamento positivo é sempre bom para conseguirmos sair por cima. Neste caso o pensamento positivo é importante e manter a mentalidade positiva é estar a um passo de sair deste momento negativo. Se as apostas estão nesta vertente de Bad Run, afastem-se um pouco das apostas e não se martirizem por terem ido ou não nessa aposta ou ter feito ou não aquele jogo.

Estar sempre por cima com mentalidade positiva e com muita ambição, é um passo para podermos ultrapassar esta fase. Estar bem, não ceder a pressões e ignorar até aquele comentário sobre aquela posta perdida é o melhor caminho a tomar.

\Estarmos cientes do nosso trabalho, saber que em breve nós vamos voltar as apostas ganhas, é estar perto do sucesso. Saber gerir um mau momento é como uma chave correta na fechadura certa.

Liderar a Bad Run

Estar por cima duma situação má, com todos os fatores que já apresentei do vosso lado, é liderar e saber ou melhor, conviver com uma Bad Run. Ainda digo mais o “edge” está em liderar e não saber conviver com a Bad Run.

Liderar, dominar, saber agir numa situação destas é essencial para um apostador. Liderar é lidar com as Bad Run’s, o que será importante a longo prazo e digo ainda mais, depois de 3 Bad Run’s a 4 Bad Run é de certeza mais fácil de ultrapassar.

Digo isto porque até nas Bad Run’s conseguimos evoluir e devemos evoluir. A experiência é algo importante nesta área, e não queria dizer isso, mas quantas mais Bad Run’s vocês tiverem melhor irão lidar com elas. Por isso defrontem sempre esta situação numa posição de liderança – Está mau, eu sei e vou virar isto!

Conclusão:

Apenas apresentei alguns factores que podem vos ajudar, muitos fazem e lidam de outra maneira. Mais uma vez refuto o que disse em cima, o meu método não terá que ser o vosso. Usem a informação que vos passamos da melhor maneira nem que seja para ajustar um pouco a vossa visão ou fazer pensar de outra maneira.

E até quem sabe descobrirem a melhor maneira para ultrapassar esta situação. Voltando ao assunto, e dos mais perigosos das apostas, uma Bad Run até poderá trazer aspectos positivos. Reparem que quanto mais vezes passarem por elas, mas fortes estão para as próximas fases.

Evoluir, saber estar nas apostas é essencial para estarem focados no ganhos. Aqui é igual, mesmo estando a falar de apostas perdidas, estar á frente estar a liderar o acontecimento/processo é importante. Nós queremos dominar e não que as casas de apostas nos dominem.

Sejam prudentes, cautelosos, usam todas as estratégias ao vosso alcance e sobretudo mantenham a calma e a frieza que tanto caracteriza os apostadores fortes.

O artigo que vos trouxe hoje teria muitas mais palavras para escrever e assuntos e até exemplos para vos transmitir, mas tínhamos que ser objetivos e diretos. Usando sempre uma escrita de fácil compreensão e os mais breves também. De facto é um dos assuntos mais falados mas o menos explorado no mundo das apostas, mas hoje tentamos falar, ou melhor afloramos o assunto.

Espero que tenha conseguido transmitir a minha ideia/analise sobre como lidar com as Bad Run’s e que vos ajude futuramente de alguma maneira a sair desta terrível fase.

Aproveito para desejar a todos um Feliz Natal e muitas greens no sapatinho. O nosso Pai Natal veste-se de verde e não de vermelho!

Claro, faltava desejar também, um ano de 2018 repleto de apostas sobretudo ganhas e que continuem a evoluir como apostadores. Irá ser um ano com muita emoção, pois teremos o Mundial na Rússia no verão, com Portugal na disputa, e com mais hipóteses para apostar.

Autor: Ricardo Matos

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *