Prognósticos para Apostas Desportivas Online - Aposta Ganha

Como programar um fim-de-semana de apostas

Como programar um fim-de-semana de apostas

Mais um artigo que trazemos hoje em busca de tentar ajudar quem chega ao mundo das apostas e aqueles que por este ou outra razão têm dificuldade no tema de hoje.

Programar um fim-de-semana de apostas não é tarefa fácil mas vamos tentar ajudar no mínimo a organizar esse mesmo fim-de-semana.

Irei explicar esta organização segundo o método que eu uso, onde no momento prefiro apostar menos mas com mais valor em cada aposta.

Com isto quero vos dizer que prefiro procurar mais valor nas apostas, apostar menos vezes, e com isso apostar com mais qualidade em cada stake.

Algo importante a reter, se o vosso método estiver “alinhado”, terão que ser fortes para “encaixar” as apostas perdidas.

Não é fácil estar disponível um fim-de-semana inteiro a estudar jogos, a ver jogos e fazer apenas uma aposta nesse dia. Aqui voltamos ao que eu já escrevi antes, não fugir ao nosso método, pois se estiver correto no fim do mês será compensador.

Ser frio, e não ir atrás das apostas perdidas, tem que fazer parte do vocabulário para quem gostar deste ideal para o fim-de-semana.

Uma ressalva, eu falo em preparar um fim-de-semana de apostas, porque por norma é onde se centra mais jogos e o apostador está mais exposto.

Um confidência, no meu registo, mostrava que era mais certeiro durante a semana do que ao fim-de-semana.

Estranhamente não percebia porquê, os campeonatos a meio da semana nem eram os que eu mais gostava, ou melhor que me sentia mais à vontade em apostar. De facto ao ter menos, obriga a que escolhamos melhor, pois a escolha é reduzida e como nos afastamos da nossa paria, obriga a estudar mais e melhor.

Com menos jogos, obriga-nos a selecionar melhor e não dispersar as atenções. Com isto também tenho que dizer, se houver apenas 3 jogos, eu consigo analisar os 3 e não ficar com aquele sentimento de que perdi alguma oportunidade nos outros 150 nesse mesmo dia.

Quero também salientar que aqui, o factor escolha pode ser alterado, mesmo no fim-de-semana de apostas repleto de jogos. Quem usa o método de só seguir alguns campeonatos e algumas equipas, consegue sem dúvida alguma expor-se menos e analisar só aquilo que lhe interessa.

Em suma e depois deste “discurso” todo, apostar menos e com mais qualidade é ir ao encontro da excelência nas apostas.

Outra ressalva, jamais vou contra outros métodos, daqueles que até fazem 40 apostas num fim-de-semana e conseguem lucros brutais, até mais que os meus. Mas conforme expliquei este é o MEU método para me expor o menos possível. \

Não quero dizer de todo que o meu é o CERTO e o vosso é o ERRADO. A minha filosofia de apostar prende sempre pela excelência e com qualidade naquilo que faço. Não posso ser “cego” e tenho que olhar para os apostadores profissionais e verificar como é que eles fazem e como “se gerem a eles próprios”.

Esta situação obrigou-me a ajustar-me como apostador, já que o meu registo também me obrigava a fazer alguma coisa. Lembro-me de fases em que a sexta-feira de apostas onde me exponha muito e com algumas apostas perdidas, obrigava-me a passar o fim-de-semana atrás do prejuízo. Esta tensão desgasta muito o apostador e sobretudo cansa-o e as vezes levando-o a afastar-se das apostas por um tempo.

Vamos então por tópicos iniciar a preparação, do género aquecimento para o que aí vem!

1ª Fase

Por vezes algumas das equipas ainda jogam no início de semana e outras a meio em casos como a Champions League e Liga Europa. Caso as equipas que vocês andem à caça jogarem nesta altura convêm adiar o estudo mas sempre de olho no que vai acontecer, e já agora até ver esses jogos nas competições europeias por exemplo.

O que faço de imediato logo nos inícios da semana é marcar os jogos onde quero ir, ou melhor onde “penso” que possa encontrar valor nesse jogo. Por norma vou em jogos onde as casas possam sentir também mais dificuldade em saber um possível desfecho nesse jogo. E para me ajudar nisso, basta muitas das vezes olhar para as odds de abertura das casas europeias.

Os ML (1×2) muito equilibrados, significa que será um jogo com alguma tendência para descobrir um vencedor. Mas não se fiquem só por aqui, por vezes, apostadores atentos apercebem-se que a linha está mal colocada e começam a entrar, e num ápice as odd poderá ficar “justa” ou melhor, certa e em linha naquilo que pensamos.

Esta é a primeira fase, escolher os possíveis jogos onde possa haver valor, separo-os e vou verificar o que se passa em cada um deles. Nesta primeira abordagem, verifico apenas tudo muito superficialmente, posições da tabela os golos só ter uma noção de como estão as equipas.

2ª Fase

Depois da escolha, passo à fase do estudo, começo a reunir todos os dados que encontro sobre as equipas, inclusive saber até como tem corrido os treinos dessas equipas.

Saber como estão aqueles jogadores a evoluir depois de lesões e saber o que se fez durante esses mesmos treinos. Os jornais locais conseguem faze uma abordagem mais detalhada neste campo que os jornais de desporto mais abrangedores.

Ainda na fase de recolha de dados, começo por ver também os sites dos próprios clubes, algumas entrevistas aos jogadores após o treino, sempre deixam escapar alguma coisa, pois não estão habituados a posturas de conferência de imprensa. Depois começa os comentários ao jogo, e chega ao fim com a lista de convocados e a conferência de imprensa dos treinadores.

Depois da fase de recolha e basicamente da fase de observação, passo a executar a minha Fair Line/odd justa para o jogo. Com ajuda de um excel e das minhas observações e anotações chego a minha Fair Line.
Agora está na altura de verificar se o mercado está a meu favor ou não e verificar se a minha Fair Line me dá um edge em relação à casa de apostas.

Se sim passo a fase seguinte, se não, vou reformular observando outros mercados em que aposto ou desisto deste jogo.

É aqui que faço a minha aposta e entro no mercado ou aguardo o início da próxima fase, que vou explicar a seguir. Muito por culpa de alguma dúvida que ainda tenha, o que as odds, muito estranhamente se encontrem muito altas ou alguma dúvida a nível de jogadores importantes e até condições climatéricas, por exemplo.

3ª Fase

Acompanho o desenvolvimento do mercado, ando algumas horas a verificar volumes e movimentações nas odds. Aqui torna-se um limbo, basta alguns minutos ou algumas horas, e podemos deixar de ter valor naquilo que queríamos entrar.

Aqui aconselho a ser o mais frio possível e ser astuto e confiar em nós. Por vezes aposto antes das odds começarem a mexer, e vou acompanhando-o o sentido das mesmas. Por vezes já é algo gratificante verificar que as odds estão a descer naquele mercado que escolhemos para entrar.

Ainda nesta fase, estou atento a lesões de última hora e outras notícias que possam afetar a minha aposta e a minha colocação no mercado. Verificar se as odds se movimentam radicalmente ao contrário até à hora do jogo. Volto a consultar o estado do tempo caso seja necessário verificar as condições climatéricas ou outros dados que considerei relevante na minha analise.

4ª Fase

Muitos vêm o jogo onde apostaram, eu NÂO, por questão de superstição e não só. Prefiro ver depois com mais calma o resumo do mesmo. Sei que aqui posso estar a falhar, deveria ver o jogo para corrigir a minha posição caso as coisas não estejam a correr como eu esperava.

Apostadores profissionais fazem isto constantemente, estão a ver o jogo onde entraram a Punter e ajustam a sua posição caso as coisas não estejam a correr e feição à sua aposta efetuada a Punter.

Muitos aproveitam o famoso Cash Out, mas os profissionais fazem isso à mão, pois é possível fazer sem o sistema automático que as casas de apostas oferecem aos seus clientes.

Sei que ainda falho nesse aspeto, mas como já transmiti anteriormente, o apostador tem que saber ajustar-se nas apostas com o seu método de vida. Talvez um dia que seja um apostador profissional, possa resolver esta questão, pois nem sempre tenho tempo para ver os jogos e estar atento para corrigir em Live as minhas apostas.

Agora é deixar rolar a aposta e verificar se este é vencedora ou não. É aqui que vamos ver se o nosso estudo está correto ou não. Mas caso a aposta seja perdida não desistam, sempre podem corrigir em live ou assumir o prejuízo e seguir para a próxima aposta. É daqui que se faz um apostador, e não, não vão a correr atrás desse Red.

Sejam frios, pragmáticos e astutos, espreitam sempre por uma oportunidade ou explorem ao máximo algo que não esteja correto na vossa visão ou que as casas não se tenham apercebido ainda. Não façam as apostas só por fazer, procurem entender a aposta e o porquê da aposta.

Não se esqueçam também que sequências de apostas perdidas acontecem e são muitos os fatores que podem influenciar essa sequência. Mas acreditem que a sequência de Greens também acontece.

Agora aqui têm que saber gerir a vossa banca e perceber em que fase da sequência é que vocês estão para saber que stake podem colocar. Eu faço isso, se me apercebo que estou na sequência negativa, começo a moderar a minha stake. Se estou numa sequência positiva vou atualizando a minha stake, claro nunca ultrapassando 5% da minha banca.

A questão que vocês irão colocar a seguir é? Mas como é que eu sei em que sequência vou? Simples o vosso registo diz isso tudo. Eu sei por exemplo que consigo acertar cerca de 4 a 5 apostas seguidas. Quando chego à quarta, friamente retifico a minha stake, eu sei que em breve eu vou estar no Red.

No sentido inverso, faço o mesmo se sei que tenho 3 red’s seguidas eu sei que o green está para breve, mas aqui confesso é a decisão mais arriscada de fazer durante este processo. Eu aconselho a manter a stake e não arriscar, a não ser que a aposta que irão fazer seja daquelas de caras, mas mesmo assim….Cuidado!

Não esqueçam que a stake terá que ajustar ao vosso momento, mesmo com uma stake fixa, não vejo que esta possa ser a longo prazo MUITO rentável, na minha opinião. Eu prefiro ser eu a controlar as coisas do que deixar que as apostas tomem o controlo, mas isto sou eu!

Espero que tenham gostado deste artigo, e no próximo vamos estar aqui de certeza para falar um dos maiores duelos nas apostas… não, não é Messi vs CR7 – Aguardem!
Boa sorte e boas apostas.

Autor: Ricardo Matos

4 Comentários

  1. Rui Ferreira

    17 de Outubro de 2017 at 17:17

    Muito Bom tópico e artigo.

    Obrigado.

    • Ricardo Matos

      17 de Outubro de 2017 at 22:24

      Obrigado, fazemos de tudo para que seja do vosso agrado!

  2. cristiano

    26 de Outubro de 2017 at 17:37

    Tenho que seguir essa sua linha de pensamento, no último mês os reds tomaram conta das minhas apostas!!!

  3. José Rosa

    11 de Novembro de 2017 at 17:28

    Boas,

    Ricardo, desde logo quero felicitá-lo por mais este excelente artigo, contudo, gostaria que me ajudasse sobre a construção de uma fair line para determinado jogo.
    Quando fala que conta com a ajuda do Excel para essa mesma construção, como é que isso se faz?
    Se for possível, agradecia uma resposta.

    Abraço

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *